349669 2216 Ok
Banner Unipam 2017 - Institucional
Publicado em 23/02/2017
Compartilhe:

PC detalha prisão de membros de organizações criminosas e explica incêndios a ônibus

Uma das facções está ligada ao PCC e os incêndios a ônibus e à viatura da Policia Militar foram feitos para pagar dívidas com a organização criminosa paulista.

A apresentação dos acusados acontece na manhã desta quinta-feira (23).

A Polícia Civil de Patos de Minas apresentou na manhã desta quinta-feira (23) o resultado da Operação que apura a disputa pelo tráfico de drogas no alto da cidade. São 26 envolvidos em duas organizações criminosas, sendo que 8 foram presos ontem, 11 já estavam detidos em Presídios da região e 7 estão foragidos. Uma das facções está ligada ao PCC e os incêndios a ônibus (leia mais) e à viatura da Policia Militar (leia mais) foram feitos para pagar dívidas com a organização criminosa paulista.

A Polícia Civil está investigando as duas organizações criminosas há cerca de cinco meses. Segundo o delegado Everton Evangelista ficou apurado que após a prisão de Kessio Magalhães Rocha pela Polícia Federal no ano passado, Bruno Said passou a comandar o tráfico de drogas no Jardim Esperança. Mas Felipe Junior Borges, o Sapo, decidiu entrar no negócio e começou a vender droga mais barato. Foi assim que começou a disputa entre os dois grupos.

No início de dezembro do ano passado, o assassinato de Luiz Fernando da Silva, o Leitão, acirrou a rivalidade entre as duas facções. Leia mais. Leitão era braço direito de Bruno Said que, por sua vez, é ligado ao PCC. Com o aval da organização criminosa paulista, ficou acertada a morte de Luan, que seria o executor da morte de Leitão e de todo o grupo de Felipe. Entretanto, os assassinatos deveriam ser executados de forma ordenada, sem ferir inocentes.

De lá para cá diversas tentativas de homicídio foram realizadas, inclusive a que terminou com a estudante de oito anos ferida dentro de uma Van Escolar. Leia mais. Segundo a polícia, a ação desastrosa desagradou o comando do PCC, que cobrou do grupo de Bruno Said uma compensação. Eles ordenaram incêndios em ônibus do transporte coletivo e em viaturas de polícia para pagar pelo erro. O PCC também ordenou que a organização oferecesse ajuda financeira para a família da estudante atingida equivocadamente na ação, o que foi feito.

Além de elucidar os crimes, as investigações da Polícia Civil identificaram os integrantes das duas organizações criminosos. Foram cumpridos 26 mandados de prisão e de busca e apreensão nessa quarta-feira em Patos de Minas e em outras cidades. Bruno Porto Rodrigues, o Bruno Said, foi preso na cidade de Uberaba, como adiantou o Patos Hoje. Ele estava em companhia de Kael Vasconcelos Marcos Evangeslita e Kaio Pablo Alves e portavam um forte armamento e muita munição. A companheira de  Bruno também foi presa. Eles permaneceram em Uberaba e não foram apresentados.

Em Patos de Minas, foram presos nessa quarta-feira (22) Tainan Faria de Lima, conhecido como Lucas, Luan Henrique Ribeiro do Valle, o Luanzinho, e Danilo Henrique Ribeiro do Vale. Na cidade de Araxá, os investigadores prenderam Fernando Pereira Andrade, conhecido como Daleste, que também seria integrante do PCC. Também foram identificados integrantes dos dois grupos que já estão presos.

Imagens atualizado em 23/02/2017 • 25 fotos

  • Presos pela Polícia Civil em Uberaba.

No Presídio Sebastião Satiro em Patos de Minas estão Adailson Francisco Lopes (Du Leite), André Marcos de Araújo (Repolho), Leandro de Campos (Serere), Lucas Junio de Queiroz (Fornalha), Kesley Silva Caetano (Playboy), Washington Luiz da Silva Vieira (Neguinho), Renato Santos do Amaral (Chaparral), Mauro Lopes Martins (Maurin) e Jucélio Costa da Silva.

No Presídio de Uberaba está Eliomárcio da Silva (Tenebroso). Na Penitenciária Jacy de Assis em Uberlândia está Wesley Luiz da Silva (Fuzil) e também há um adolescente no Ceip de Patos de Minas que não foi apresentado. Além disso, há sete autores foragidos. Ilmar Pereira Moreira, Gabriel Henrique Alves Moeira (Moela), Kalyman Willian Alves (Boy), Alisson Guimarães Batista (Narigudo), Youssefer Charles Pinto, Edivarde Fábio Soares (Caborge) e Felipe Junio Borges (Sapo) que tiveram os mandados de prisão expedidos, mas não foram encontrados.

Ao todo, foram identificados 26 autores das duas organizações. A Polícia Civil não informou quantos do grupo de Bruno Said aderiram ao PCC. Além da elucidação de diversos crimes, os investigadores também identificaram os executores e os mandantes. De acordo com o delegado Luiz Mauro Sampaio, as investigações ainda terão prosseguimento. Ainda falta prender os dois homens que atearam fogo aos ônibus do transporte coletivo.

Autor: Maurício Rocha

Rovan - Super Banner Rodape - inicio 11-07-17
Postado em 23/02/2017
Compartilhe:

26 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Lord | 8 meses, 2 semanas atrás

    Parabéns à polícia civil pelo trabalho.

    2 0 Responder

  • PJL. | 8 meses, 4 semanas atrás

    pcc e igualdade sinseridade paz jurtisa e liberdade PJL vai canta . :pray:

    0 2 Responder

    zig zag - 8 meses, 3 semanas atrás

    pcc e igualdade sinCeridade paz justiCa e liberdade .... AONDE que e isso !! kkkkkkk pcc e um lixo de faccao tanto quanto as demais , pcc ainda e um pouco pior pois eles fazem "lavagem cerebral" nos otario !!! promete monte de coisa e depois de "batizados" comecam a ser "escravizados" grande bosta pcc , cv , fdn , e todas as outras !!!!

    2 0

  • Perito | 9 meses atrás

    Onde nós vamos parar heim? Bandidos "conscientes" não gostaram de atingir uma inocente. Essa é nova. Pra fazer justiça tocaram fogo em ônibus, em viatura, mandaram matar outras pessoas, cada lorota. Isso aí tudo só tem um nome: briga por "boca de fumo", só isso, mais nada. Cadeia pra todos sem liberação, essa que será a verdadeira justiça.

    4 0 Responder

  • Jessica | 9 meses atrás

    Fantoches do Pcc da dó

    5 1 Responder

  • PRATERO | 9 meses atrás

    KKKKK OS MILIANTES EVOLUIRAM EM NOS PATOS E A POLIÇA TA BATENDO PAPINHO DO JEITO MERMO JEITO KKKKKK DE ANTES NUM TA PREPARADO PRO PCC NAO KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    1 10 Responder

  • Realista | 9 meses atrás

    Vamos ver se está versão sustentada surta efeito perante o juiz...Uma coisa é apresentar bandidos a sociedade, outra é coisa é ter indícios para sustentar tudo isso e mantê-los presos...A sociedade aplaudi, mas ninguém acompanha, situações que daqui 2 meses no máximo estão todos soltos, motivo falta indícios e provas contundentes, essa e a resposta que a população pede, mas ninguém entende o famoso ditado "para Inglês vê"

    10 2 Responder

    Você mente. - 9 meses atrás

    Faça melhor... Descer a lenha anonimamente é fácil. PARABÉNS PCs pelo EXCELENTE SERVIÇO.

    1 0

  • Direita Patos de Minas | 9 meses atrás

    Parabéns a PMs excelente trabalho como sempre,aqui não é SP aqui a polícia de Minas Gerais bate forte !!! :hammer: :hammer: :hammer:

    9 3 Responder

  • zé do brejo | 9 meses atrás

    o bruno said ta na rua de novo como conseguiu sair tão rapido deve ter costa quente, vi ele hoje na porta da casa dele vai entender essas leis

    12 3 Responder

    bandido do bem - 9 meses atrás

    avisa ele q vou la por fogo na cara dele.

    2 1

    Sociedade Alternativa - 9 meses atrás

    Intervenção Militar já, não vejo outra saída pra este país.

    4 3

    Curiosa - 9 meses atrás

    Niguem fica preso com esta leis. Em qual bairro ele mora... Curiosa ????

    2 1

    Zorro - 9 meses atrás

    bruno said mora naquela rua q vem da pracinha do novo horizonte direto p ponto chic

    0 0

  • CAVEIRÃO | 9 meses atrás

    BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO. E TEM QUE SER ENTERRADO DE PÉ PRA NÃO OCUPAR ESPAÇO.

    17 3 Responder

  • Verdade doi | 9 meses atrás

    Aqui em patos tá cheio de polícia chinelinho, todos querem só trabalhar durante o dia,e ninguém a noite e nem fim de semana...Só faz a ronda no dia e no dia seguinte quando do tem 1 roubo,depois somem de novo...Queria ver o policiamento igual de dezembro o ano todo,policiamento a pé, bicicleta, moto e carro...Aí com certeza iria diminuir 80% das roubalheira maioria por causa das drogas!

    23 5 Responder

    Cidadão Patense - 9 meses atrás

    O que tem a dizer do judiciário? todos estes citados já foram presos várias vezes porém, sempre são soltos pelo judiciário. Ninguém culpa o médico pelo problema de saúde no Brasil, por falta de vagas no hospital, mas na segurança pública é diferente, só a polícia leva a culpa, ninguém lembra que quem pode segurar o preso na cadeia é o judiciário e que o legislativo elabora as leis brandas, promotor e juiz estão cagando e andando pra situação, eles moram em condomínios fechados e só querem saber do primeiro dia útil, da pescaria, do recesso judiciário, de suas fazendas, etc

    8 0

carregar mais comentários