349669 2216 Ok
Publicado em 13/09/2017 por Maurício Rocha
Compartilhe:

Sem conseguir concluir reforma, Polícia Militar desiste de instalar companhias no antigo CSU

O anuncio foi feito nesta quarta-feira (13) pelo coronel Jarbas de Souza, comandante da 10ª Região da Polícia Militar de Patos de Minas.

Jarbas de Souza, comandante da 10ª Região da Polícia Militar de Patos de Minas.

A Polícia Militar vai devolver a antiga sede do CSU no bairro Vila Garcia. O comando da corporação desistiu de usar a estrutura para instalar suas companhias após enfrentar problemas na reforma do imóvel. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (13) pelo coronel  Jarbas de Souza, comandante da 10ª Região da Polícia Militar de Patos de Minas.

O prédio do antigo CSU foi desocupado  pela Prefeitura no final de 2012. A estrutura permaneceu tomada pelo mato e se transformou em um problema para a vizinhança até ser destinada para a Polícia Militar. A intenção era instalar no local duas companhias e promover projetos sociais para atender moradores daquela região da cidade.

O primeiro desafio foi em conseguir os recursos para fazer as reformas necessárias no imóvel. O Governo Federal destinou R$ 330 mil e o Governo do Estado complementou os recursos com mais R$ 70 mil. Uma licitação foi realizada, as obras tiveram início no ano passado, mas segundo o coronel Jarbas, a execução do projeto não atendeu as especificações do projeto.

O comandante da Polícia Militar disse que não houve acordo com a empreiteira. Segundo ele, o problema foi verificado na especificação das telhas, que não atendeu o que estava estabelecido na licitação. Sem tem como resolver o impasse, a Polícia Militar abriu um processo administrativo contra a empreiteira e desistiu do projeto.

Segundo o coronel Jarbas a reforma está em fase adiantada. Ele disse, que existem outros órgãos do Estado que não tem sede própria e que poderiam utilizar aquela estrutura. O comandante da 10ª RPM informou que o imóvel está disponível.

Imagens atualizado em 13/09/2017 • 12 fotos

Rovan - Super Banner Rodape - inicio 11-07-17
Autor: Maurício Rocha Postado em 13/09/2017
Compartilhe:

26 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Visionário | 6 dias, 13 horas atrás

    Boa tarde ,vi que nossa câmara dos vereadores tem custado aos nosso dinheiro aproximadamente 43 MIL POR MÊS em aluguel ,então fica a questão porque não usar o espaço é economizar 43 MIL ,já que o município está falido ?

    4 2 Responder

  • Atestado de Incompetência | 1 semana atrás

    Ficou mt feio devolver um espaço tão amplo e cobiçado só por causa de um telhado. A PM pode não corrupta como dizem, mas é incompetente pra administrar essa situação que se arrasta a anos. Existem advogados e Ministério Público exatamente pra isso. Mas se preferem a incompetência..................

    9 2 Responder

    DIMITRI NISHIMURA - 6 dias, 17 horas atrás

    Incompetente, pelo comentário acredito que vc não deve entender nada de administração pública. A PM é uma instituição séria, com credibilidade e excepcional gestora, quiçá os demais órgão do executivo tivessem a gestão existente na PM. E a devolução está acontecendo por isso mesmo, a PM não coaduna com ilegalidades e conchavos.

    6 10

  • Catraca | 1 semana atrás

    Deixar de ter uma sede própria pra PM por causa de especificação de telhas? E com recursos já garantidos pelo Governo Federal e Estadual? Vcs tão de brincadeira. Isso é um tapa na cara da sociedade patense e um absoluto ATESTADO DE INCOMPETÊNCIA. Pelo jeito vão ficar mais 240 anos em locais espremidos, pagando aluguel ou dependendo de favor de outros órgãos. Parabéns.

    9 2 Responder

    DIMITRI NISHIMURA - 6 dias, 17 horas atrás

    Ilustre Catraca, a questão da especificação das telhas, estão inseridas na lei das licitações. Noutra ótica, são por pequenas questões "como a especificação das telhas" que o Brasil está nesse mar de corrupção e a PM, não é uma instituição corrupta ou corruptível. Por outro lado, tenho que concordar, que a sociedade merece ser melhor atendida, em locais mais adequados.

    5 9

  • Pedro | 1 semana atrás

    Pelo visto a PM vai durar mais 200 anos pois vai ter puxa sacos assim lá longe. . Parem de puxar saco e analisem os fatos como se o dinheiro fosse seu e ele realmente é. Vejamos o exemplo: o seu filho tem uma casa pequena e velha que foi você mesmo quem deu. Daí um tempo ele te pede uma casa maior pois quer ter filhos. Você dá a ele a casa mas ela precisa de reformas ai você dá o dinheiro pra reforma e ele contrata o pedreiro. O pedreiro pega o dinheiro todo que você deu pra o seu filho e não termina a reforma. Ai seu filho se vira pra você e diz: Papai toma a casa de volta eu não a quero mais e vou processar o pedreiro. Uai ?? Mas e os filhos e tudo mais? E ele te responde vamos continuar nessa casa velha mesmo. ... no mínimo que você faria seria dar uma surra no seu filho que te fez gastar dinheiro a toa. . Então existem duas verdades. Uma: pra que a PM pediu um imóvel que ela agora demonstra que não precisava. Duas: A PM, pode não ser corrupta mas é uma incompetente para gerir este tipo de situação. Estamos a 5 anos neste lenga lenga da colocação das Cias neste local e eles agora em completa incompetência e irresponsabilidade viram as costas porque a empresa não fez o telhado como especificado!!!... Meu Deus. . Contratem um administrador ou usem aqueles advogados incompetentes que vocês tem dentro do Batalhão que talvez e é só talvez mesmo eles saberão o que fazer. E se ainda assim não encontrarem solução procurem o Ministério Público que eles sabem exatamente o que pode ser feito. Seus incompetentes.

    13 11 Responder

    DIMITRI NISHIMURA - 6 dias, 17 horas atrás

    Ilustre Pedro, a PM é uma instituição responsável por fiscalizar o cumprimento da lei. Logo, não pode infringir a lei. Esse imbróglio ocorreu justamente porque a PM não permitiu falcatruas dessa empresa. Infelizmente, com a atual situação econômica do estado e união, bem como o tempo que os recursos permaneceram parados, a reforma passou a ser inviável. Ademais, a PM não pode envergar diante a irresponsabilidade e incompetência de uma empresa desqualificada, se rendendo a receber um serviço e pagando por outro.

    3 9

    Pedro - 6 dias, 16 horas atrás

    Sr. Dimitri, você é o que? O Oficial de Imprensa da PM? Ou só é um puxa sacos de carteirinha?? A PM e nem outro órgão público tem o dever de não coadunar com falcatruas. Mas tem o dever de saber gerir a coisa pública. Então se ela solicitou o imóvel e se empenhou em licitar e conseguir verbas para a obra é responsabilidade dela "terminar" aquilo que começou. Então é dever destes incompetentes retirar a empresa que não cumpriu o contrato e aciona-la de forma a ressarcir os cofres públicos do que for de direito. Repito, é dever, OBRIGAÇÃO, deste Cmt e seus comandados encontrarem uma solução para terminar a obra sob pena de punição severa por malversação do dinheiro público.

    12 2

  • PapaFox | 1 semana atrás

    Impressionante como o "mau caratismo" se instalou na sociedade.. Qualquer empresa que contrate com o Governo já o faz pensando em descumprir as regras acordadas, em superfaturar contratos ou corromper os gestores públicos. O simples fato de cumprir o acordo celebrado é suficiente para que essas empresas corruptas e corruptoras desistam... Parabéns à POLÍCIA MILITAR, apesar de perderem a obra não coadunaram com as práticas ilícitas tentadas pela empresa contratada. Quiça outros órgãos públicos seguissem no mesmo caminho, de repente esse país tomava outro rumo. PARABÉNS à POLÍCIA MILITAR, motivo de orgulho.

    12 10 Responder

    Incompetentes do CSU - 5 dias, 7 horas atrás

    Aposto que vc é o DIMITRI NISHIMURA embustido de PapaFox e mais um puxa saco de oficial. Não tente justificar o injustificável. Devolveram o CSU por ABSOLUTA INCOMPETÊNCIA de seus administradores. Ponto. E ainda assinaram o atestado de incompetência.

    5 0

  • Deila Rocha | 1 semana atrás

    Pior

    1 0 Responder

    Alguém - 1 semana atrás

    Só agora devolveram a previsão de término da obra era para o dia 15/04/2016. Mais de um ano se passou é nada.

    3 0

  • Milton Lima | 1 semana atrás

    Deve ter sido mais uma obra superfaturada

    12 5 Responder

    DIMITRI NISHIMURA - 1 semana atrás

    Ilustre Milton Lima, a PM não coaduna com praticas ilegais. Inclusive esse foi o motivo da licitação ter sido suspensa e instaurado o processo punitivo em desfavor da empresa. A licitação foi efetuada dentro dos ditames previstos na Lei Nr 8666, contudo, a empresa não executou o contrato. Provavelmente, essa empresa pensou que poderia fazer falcatruas nas costas da PM, mas se deu mau. Quiça o Senhor, adminitrasse sua empresa, nos moldes que a PM administra os recursos orçamentários do Estado MG.

    16 12

    Marcos Ferreira X-9 - 1 semana atrás

    Desculpas pra incompetência.

    7 1

  • ALEXANDRE | 1 semana atrás

    empresas como esta deveriam ser proibidas de licitar por nao concluir contratos. E a verba destinada. Ficou perdida????

    11 0 Responder

    Visionario - 6 dias, 13 horas atrás

    Deveria se fazer um pagamento em juizo onde a empresa beneficiada só teria acesso ao, pagamento mediante conclusão no prazo e conforme o contrato .

    6 0

  • Elvesoliveira | 1 semana atrás

    Que pena!! Moro no bairro, e seria uma honra ter a polícia militar como vizinho!!

    11 0 Responder

  • CEBOLINHA | 1 semana atrás

    Para o Hemocentro seria perfeito.

    6 9 Responder

    karlim - 1 semana atrás

    Hemocentro... perfeito...

    3 8

    Visionario - 6 dias, 13 horas atrás

    Onde era a Upa da Marabá alguem sabe dizer se aquele espaço pertence ao municipio Porque ali teria estrutura par o hemocentro.

    0 7

carregar mais comentários