349669 2216 Ok
Publicado em 26/05/2017
Compartilhe:

PMs acusados de matar suspeito de roubo são colocados em liberdade

O promotor de Justiça e, posteriormente, o juiz pinheirense entenderam que não havia motivo para manterem os três presos e o juiz expediu o alvará de soltura.

Segundo o major Kisler, comandante do 206 CIA da Polícia Militar de João Pinheiro, tudo não passou de um estresse momentâneo.

Três policiais militares que trocaram tiros com três homens suspeitos de terem roubado um táxi em Patos de Minas no último sábado (20) e mataram Nataniel Rodrigues Costa na BR-040, em João Pinheiro, foram liberados pela Justiça na terça-feira (23), após quase três dias aquartelados.

Após terem sido presos o caso foi encaminhado ao juiz de plantão de Paracatu, que decretou a prisão preventiva decretada no último domingo (21). Ele pediu a abertura de um inquérito policial para uma melhor apuração dos fatos e encaminhou o processo para a Comarca de João Pinheiro.

O promotor de Justiça e, posteriormente, o juiz pinheirenses entenderam que não havia motivo para manterem os três presos e o juiz expediu o alvará de soltura, liberando os três policiais militares. No entanto, eles ainda podem ser condenados, pois o processo continuará em andamento até que seja analisado e julgado.

Segundo o major Kisler, comandante do 206 CIA da Polícia Militar de João Pinheiro, tudo não passou de um estresse momentâneo, mas que tanto a instituição quanto os policiais militares estão tranquilos, motivados e seguirão trabalhando pela segurança da população pinheirense.

“Infelizmente foi necessário o uso de força letal, até para preservar a vida e a integridade dos policiais militares. Não tem como você ser recebido a tiro e não revidar aos tiros. Essa situação excludente de ilicitude está bem clara no auto de prisão em flagrante. Agora vai ter o devido processo legal, mas é uma situação normal. Estamos todos tranquilos com a operação, a instituição é transparente. Os três policiais vão continuar trabalhando para a manutenção da paz, não vamos recuar na nossa luta”, afirmou o major Kisler.

Relato dos PMs diverge da decisão do juiz de plantão

A grande controvérsia deste caso é que, de acordo com a decisão do juiz plantonista, o suspeito morto no tiroteio não tinha revólver consigo e que o veículo não tinha cápsulas deflagradas. Porém, no relatório dos PMs que está no boletim de ocorrência consta a indicação de arma junto ao homem que morreu na operação.

O caso fora julgado primeiramente pela Justiça Militar, que decretou a prisão em flagrante dos três cabos no dia 20. O processo foi encaminhado ao juiz de direito em plantão de Paracatu por se tratar de fim de semana e este homologou a decisão da Justiça Militar e ainda decretou a preventiva, até que fosse feita uma apuração mais profunda dos fatos sobre o que ocorreu naquele dia e para que os policiais não interferissem nas investigações. No entanto, no dia 23, o juiz de João Pinheiro entendeu que havia provas de que os policiais agiram em legítima defesa e os colocou em liberdade.

Entenda o caso

Segundo o boletim de ocorrência, um Voyage prata (táxi) foi roubado de Patos de Minas no dia 20, em princípio por três homens, e seguia para João Pinheiro. Uma viatura que fazia a patrulha na RuralMinas se deslocou à BR-040 e iniciou a perseguição, com troca de tiros pela rodovia. Outras viaturas que estavam no perímetro urbano de João Pinheiro mobilizaram um bloqueio na entrada da cidade.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, ao perceber o cerco da PM, o motorista jogou o Voyage saiu da pista, entrando no mato. Eles desceram do automóvel e voltaram a trocar tiros com a polícia. Dois homens conseguiram fugir e um terceiro, Nataniel, caiu ensanguentado e, conforme está no relato dos PMs, estava armado. O suspeito chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Leia mais!

Fonte: JP Agora

Clínica Impar - Início: 21-08-17
Postado em 26/05/2017
Compartilhe:

21 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • estrangeiri | 5 meses, 3 semanas atrás

    "BRASIL UM PAIS DE TOLOS" achando que existe policial que nao e corrupto??? kkkkkk vai veno.,....

    0 0 Responder

  • Henrique | 5 meses, 3 semanas atrás

    Por isso pessoas de bem continuam sendo roubadas, estupradas...por isso trabalhadores são mortos em assalto... pq a justiça está invertida nesse país. O policial que persegue um bandido armado que roubou um veículo de um trabalhador, é preso. Dessa forma não precisamos de polícia hora. População n aguenta mais esse vagabundos roubando o que trabalhamos para conseguir.

    13 0 Responder

  • CONDECORAÇÃO | 5 meses, 3 semanas atrás

    ESSES POLICIAIS MERECEM É UMA CONDECORAÇÃO. O POVO ESTÁ COM ELES. :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :facepunch: :facepunch: :facepunch: :facepunch: :facepunch: :muscle: :muscle: :muscle: :muscle: :muscle:

    11 0 Responder

  • ESTÃO DE PARABÉNS | 5 meses, 3 semanas atrás

    PARABÉNS PARA OS POLICIAIS E PARA O COMANDANTE DA OPERAÇÃO. SAIBAM QUE A POPULAÇÃO ESTÁ COM VOCES. ESSAS LEIS E ESSE TAL DE "DIREITOS (DES) HUMANOS ESTÃO INCENTIVANDO A BANDIDAGEM. NÃO PODE DAR MOLE PRA ELES NÃO. O CARA QUE ROUBOU UM CARRO E ESTÁ FUGINDO DA POLICIA ESTÁ PRONTO PRÁ TUDO. E O POLICIAL QUE DEIXOU UMA FAMILIA O ESPERANDO VAI ENFRENTÁ-LO COMO? PEDINDO LICENÇA PARA PRENDÊ-LO? ARRISCANDO SUA VIDA PARA POUPAR A VIDA DO BANDIDO? AH! VAI SER DA LEI ERRADA LÁ MAIS LONGE! O POVO ESTÁ COM VOCES. :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap:

    9 0 Responder

  • Frank | 5 meses, 3 semanas atrás

    Coisa mais absurda que eu ja vi na minha vida é policial ir preso porque matou bandido enquanto político tá meteno a mãos na grana e tá solto.

    15 0 Responder

  • Rr | 5 meses, 3 semanas atrás

    Na minha opinião todo bandido q fosse pego com a mao na massa tinha q passa fogo mesmo além de roubarem queria troca tiro com a polícia teve o q merecia e se fosse um policial q tivesse sido morto o bandido tava solto so no Brasil mesmo

    13 0 Responder

  • Maria | 5 meses, 3 semanas atrás

    Toma vergonha Brasil sem vergonha! Dirigentes safados, bando de incompetentes, faz novas leis e façam cumpri-las. Pobres policiais. Mostra a cara e leva a pior tornando-se reus, bandidos. Pelo amor de Deus é muita indignação!. Deveria dar medalha de honra a esses militares!. Armalos mais ainda e deixar eles explodir cabeças de ladrões de bandidos assim quem sabe conseguem manter a ordem. Primeiro tem que explodir a cabeca da maioria dos dirigentes que sao os verdadeiros bandidos. Que nojo desse Brasil. É um Brasil que está todo cagado , vomitado e escarrado.

    13 3 Responder

  • Injuriado | 5 meses, 3 semanas atrás

    Por isso não temos condições de ter segurança alguma os policiais vão atrás de bandidos que trocam tiros aí um vagabundo é morto quem é que se fode os PMs e aí cadê os outros bandidos safado vagabundo pilantra FDP foram presos o juiz que mandou prender os PMs deve ter ido atrás e prendido os outros

    15 1 Responder

  • JOHN WALKER | 5 meses, 4 semanas atrás

    MEDALHA DE HONRARIA E PROMOÇAO IMEDIATA PARA TODOS OS POLICIAIS MILITARES ENVOLVIDOS... :clap: :clap: :clap: :clap:

    18 1 Responder

  • MiMiMi | 5 meses, 4 semanas atrás

    Este procedimento é comum, o objetivo é evitar que os envolvidos tentem obstruir a investigação! No entanto, penso que deveriam ser condecorados, assim acontece em várias nações mundo afora, o Brasil vem sofrendo com o aumento da criminalidade e se não rever nosso sistema, iremos sofrer graves consequências!!!

    22 3 Responder

    Max - 5 meses, 3 semanas atrás

    Comum? Provas de legítima defesa e o magistrado despacha pela preventiva dos militares, do conforto de seu lar, pois, estava de plantão. Duvido que foi ao fórum despachar algo. Comum porque não foi você quem passou três dias agarrado longe da família por ter colocado a vida em risco para defender a sociedade.

    0 0

carregar mais comentários