Cliente tem carteira furtada, câmeras registram crime, mas loja se nega a fornecer as imagens

O vídeo flagra toda a ação da pessoa que subtraiu seus objetos.

publicado em 11/01/2019, por Maurício Fernandes

Uma mulher, que teve a carteira furtada, entrou em contato com a redação do Patos Hoje, na tarde desta quinta-feira (10), relatando que ela estava em uma empresa de telefonia quando foi furtada e que a empresa se recusou a ceder o vídeo que flagrou toda a ação da pessoa que subtraiu seus objetos. Ela já registrou um boletim de ocorrência e aguarda a Polícia Militar para resolver a situação.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Vestt branca - especial noticias

Nossa equipe de reportagem foi até uma loja de telefonia na Rua Major Gote e conversou com Elizabete Fernandes de Oliveira Souza de 40 anos. De acordo com ela, na última terça-feira (08), foi até a loja para trocar seu plano de telefone e acabou ficando sem sua carteira. Ela contou que em determinado momento foi pedida sua identidade e que ela pegou em sua carteira e entregou para a atendente. Nesse momento, ela deixou a carteira do seu lado.

Ao ser entregue a identidade de volta, ela guardou na bolsa de uma criança de colo que estava com ela. Elizabete se levantou e se esqueceu de pegar a carteira. Minutos depois, uma senhora foi chamada pela atendente. Ela se sentou e ao sentir a carteira abriu, viu o que tinha dentro e guardou consigo. De acordo com Elizabete, só sentiu falta da carteira por volta de 18h30. Na tarde de quarta-feira (09) ela retornou à loja para ver se alguém tinha achado.

Ao ver, pelas imagens das câmeras de segurança, que havia sido furtada, ela fez um boletim de ocorrência. Elizabete pediu para a empresa para ceder as imagens das câmeras para ela tentar localizar a pessoa que furtou sua carteira, entretanto, esse pedido foi negado pela empresa. Em conversa com nossa equipe de reportagem, ela disse que a empresa lhe informou que só liberaria o vídeo para a polícia.

Nós conversamos com a gerente da loja que disse que prestou toda assistência a Elizabete e que está à disposição das autoridades para quaisquer esclarecimentos. Ela nos contou que mostrou o vídeo para Elizabete e confirmou que o furto realmente aconteceu, porém, por medidas de proteção, ela só poderia entregar a filmagem para a polícia. Elizabete contou durante entrevista que fez contato com a PM várias vezes e que eles falaram que já estavam indo, mas até o momento nada foi feito.

Na carteira, segundo Elizabete, havia cerca de R$400,00 e documentos dela e do marido. Ela aguarda uma posição das autoridades para que os bens sejam recuperados e a pessoa que furtou punida pela justiça.

Autor: Maurício Fernandes Postado em 11/01/2019
Compartilhe:

25 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • NAO AGUENTO MAIS | 2 meses atrás

    JA FUI ASSALTADO 7 VEZES EM PATOS E A POLICIA NAO RESOLVE NADA ,NO ULTIMO ASSALTO NEM FIS A OCORRECIA PORQUE SABIA QUE NAO RESOLVER EM NADA ,POLICIA NAO SERVE PRA NADA!

    8 0 Responder

  • Tô de olho | 2 meses, 1 semana atrás

    A loja não entregou as imagens pra senhora hj a polícia foi lá ver as imagens simplesmente as imagens foram apagadas porque o sistema de câmeras da loja armazena as imagens porque 3 dias , porque será que a loja não gravou as imagens certamente sabiam que após 3 dias seriam apagadas

    8 0 Responder

  • Homem Justiça | 2 meses, 1 semana atrás

    Kkkk. Vindo de uma loja de Telefonia, não duvido de mais nada. Kkkkk. Se brincar está até no meio kkkkk. Essa Senhora está certa em chamar a polícia.

    14 1 Responder

  • Ana 2 meses, 1 semana atrás

    Comentário removido pelos leitores. Este comentário foi retirado porque recebeu 20 votos negativos a mais que os positivos.

    Justo - 2 meses, 1 semana atrás

    Correto????? Se a polícia não vai até a loja ela tem que pegar as imagens e levar até a polícia vai ficar esperando até quando

    13 1

  • Ana | 2 meses, 1 semana atrás

    De fato a empresa agiu de forma correta, a empresa não se negou a mostrar as imagens a cliente, a empresa irá de forma clara liberar as imagens a autoridade competente para resolver o caso , que é a polícia.....

    17 11 Responder

    puxa saco - 2 meses atrás

    deve ser funcionaria

    9 0

  • aff | 2 meses, 1 semana atrás

    Ué não negou não, se cedesse as imagens para esta senhora a própria iria procurar o ladrão?

    9 9 Responder

  • Perito | 2 meses, 1 semana atrás

    Isso aí tá "cheirando" à conluio, essa empresa está é culiada ao ladrão de alguma forma. Como assim, não fornecer as imagens a uma cliente sua furtada dentro da loja? Só se tiver "rabo preso", conhecer o ladrão ou ser alguém da própria loja. No mínimo isso seria ético pra provar que a loja não teve nada haver com o fato. Mas dessa forma, da grande margem à interpretação de que a empresa tem culpa nesse furto.

    15 10 Responder

    Caso de polícia - 2 meses, 1 semana atrás

    A loja agiu certo, eles VÃO LIBERAR À POLÍCIA, que no caso é a parte que deveria estar a atrás das imagens.

    8 9

  • BANDIDO JÁ TEM PEDIGREE | 2 meses, 1 semana atrás

    A Bandidagem já estão sendo classificados em castas. Os que tem pedigree, estes são protegidos. Coitados dos PpPpPpPpPp.

    9 3 Responder

  • Paulista | 2 meses, 1 semana atrás

    A empresa esta certa,só se libera imagem para a policia e se quiser só com ordem judicial

    17 18 Responder

  • Palpite | 2 meses, 1 semana atrás

    No meu ponto de vista a empresa onde aconteceu teria de ser responsável pois foi dentro de suas dependências,

    26 14 Responder

carregar mais comentários