Um jovem de 18 anos, suspeito de homicídio, foi preso pela Polícia Militar na noite deste sábado (20) em Patos de Minas. Ele foi abordado e, durante consulta no sistema informatizado da PM, os militares descobriram que ele possui um mandado de prisão em aberto no estado de Alagoas. Ele confessou o crime e disse que estava escondido na casa de sua irmã aqui na capital do milho. O jovem será encaminhado ao presídio e posteriormente deverá ser encaminhado para seu estado de origem. Além de ter matado um jovem, ele também é suspeito de ter enterrado o corpo antes de fugir para a capital do milho.


A prisão aconteceu por volta de 17h30. De acordo com o Tenente Fernandes, uma guarnição da Polícia Militar realizava patrulhamento pelo bairro Lagoinha quando se deparou com o jovem de 18 anos em atitude suspeita. Ele foi abordado e, durante consulta no sistema informatizado, os militares descobriram que ele possui um mandado de prisão em seu desfavor. Segundo o oficial, a PM de Patos de Minas já havia sido informada pelos militares do estado de Alagoas de que o suspeito poderia estar na cidade, visto que ele possui uma irmã aqui.

Em conversa com os policiais, o jovem confessou o homicídio. O Tenente Fernandes explicou que o crime aconteceu na cidade de Pilar no mês de janeiro. O suspeito disse aos militares que estava bebendo com a vítima quando se desentenderam e ele acabou o matando com golpes de pedra. Após o fato ele fugiu para Patos de Minas e estava escondido na casa de sua irmã.

Nossa reportagem conseguiu apurar que o homicídio aconteceu no dia 31 de janeiro na cidade de Pilar - AL. A vítima é um jovem de 18 anos, Raul Pablo da Silva Barreto. Ele estava desparecido desde o dia 31 de janeiro. O corpo foi encontrado enterrado em um sítio próximo a cidade de Pilar. Segundo informações, Raul teria sido agredido com golpes de tijolo e também de madeira por V. N. S vulgo Mano Louco, preso hoje em Patos de Minas, e mais outras duas pessoas.