O acidente aconteceu nesta quarta-feira (14) no km 72 da MG 235, estrada não asfaltada, de São Gotardo. O motociclista atingiu o caminhão durante uma curva e acabou ferido. Ambos condutores informaram que se depararam repentinamente um com o outro. Eles sopraram o etilômetro e o resultado foi negativo.


O acidente aconteceu por volta das 11h00. De acordo com informações da Polícia Militar Rodoviária, a equipe do Sargento Gabriel e Cabo Diego, após ser acionada, compareceu ao local do acidente e encontrou a via pública desobstruída. O condutor da motocicleta Honda/ CG 160 Titan EX, J.F.F., 26 anos, já havia sido encaminhado para o pronto socorro de São Gotardo/MG. A motocicleta fora encaminhada para uma oficina localizada também naquela cidade.

O motociclista apresentava escoriações no braço esquerdo, lesão no pé direito e uma fratura na face - altura da bochecha - do lado direito, todas de natureza leve. Convidado, o condutor efetuou o sopro no aparelho etilômetro e o resultado do teste foi negativo.

Ele relatou que se deslocava pela "estrada de terra" no sentido Serra da Saudade e que, ao entrar em uma curva, um caminhão apareceu repentinamente. Dessa forma, ele tentou desviar, mas o motorista do caminhão fez manobra de esquiva para o mesmo lado e, consequentemente, ocorreu a colisão frontal.

Os policiais informaram que ele é devidamente habilitado e permaneceu no estabelecimento hospitalar realizando procedimentos médicos complementares. A motocicleta HONDA/ CG 160 Titan, com danos de média monta e com licenciamento regular, foi liberada.

O outro veículo envolvido, caminhão M.Benz/Atego 1726, utilizado para a coleta de leite na zona rural, estava em atividade no momento do acidente. O caminhoneiro, J.S.T., 38 anos, não sofreu ferimentos. Ele possui habilitação regular e já se encontrava na sede do laticínio para o qual presta serviço.

Ele também efetuou o exame, de forma espontânea, com o aparelho etilômetro e o teste obteve resultado negativo. Segundo o condutor J.S.T., em deslocamento com destino à cidade de São Gotardo/MG, ele percebeu que uma moto surgiu na curva de maneira inesperada e, devido à má visibilidade, em razão da curva, não conseguiu adotar qualquer ação defensiva para evitar a colisão frontal. O caminhão M.Bez/Atego, com danos superficiais de pequena monta e devidamente licenciado, foi liberado.