349669 2216 Ok
Banner CNA - TOPO
Publicado em 17/03/2017
Compartilhe:

Vigilância Sanitária realiza ações para conter infestação de pombos em Patos de Minas

No Mercado Municipal, essas aves se alimentam até de restos de carne, o que significa um perigo para os humanos.

No Mercado Municipal, essas aves se alimentam até de restos de carne.

Os pombos se transformaram em uma praga no perímetro urbano de Patos de Minas. Eles estão presentes em diferentes pontos da cidade, espalhando piolhos e fungos que podem causar doenças nas pessoas. Um projeto de conscientização está sendo desenvolvido pela Vigilância Sanitária.

Na Escola Estadual Antônio Dias Maciel, os pombos fizeram morada no forro de madeira. São dezenas de aves espalhando fezes e penas e causando muito incomodo. Segundo a diretora Maria Aparecida Fernandes de Souza, a Escola vai trocar o telhado e o forro para tentar se livrar da praga em que se transformaram os pombos.

Os pombos não são originários do meio urbano, mas a facilidade para encontrar comida  nas cidades fez com que eles se adaptassem com facilidade. No Mercado Municipal, essas aves se alimentam até de restos de carne, o que significa um perigo para os humanos, segundo o médico do Centro de Zoonoses Fábio Henrique de Oliveira.

Preocupada com a grande quantidade de pombos na cidade, a Vigilância Sanitária de Patos de Minas desenvolveu um projeto para tentar controlar a  superpopulação de pombos no perímetro urbano. A biólogo Marilene Morais percorre as escolas levando informação aos estudantes.

Marilene explica aos estudantes que não é preciso matar os pombos. A melhor forma de acabar com esta infestação e evitar de deixar alimento disponível. Sem comida, as aves vão acabar voltando para o habitat natural.

Imagens atualizado em 17/03/2017 • 22 fotos

Autor: Maurício Rocha

Rovan - Super Banner Rodape - inicio 11-07-17
Postado em 17/03/2017
Compartilhe:

8 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Suputuba | 7 meses, 1 semana atrás

    Quase impossível de se resolver, pois eles migrarão para outras áreas e são bons reprodutores, agora se a Vigilância Sanitária quiser trabalhar, tem muito serviço nos açougues da cidade, tem um açougue que é conjugado com uma grande feira de verduras que até exala mau cheiro de carne podre, tem muito mercado vendendo alimentos com prazo de validade ultrapassada, tem verduras velhas e podres nas feiras, então tem coisas mais importantes pra fazerem, afinal estes pombos estão nestes locais há décadas e nunca causaram doença a ninguém, já estes outros problemas vem causando muitas viroses na população que muitas das vezes nem sabe o motivo da virose. Vamos trabalhar de verdade gente...

    6 1 Responder

  • geruza | 7 meses, 1 semana atrás

    A POPULAÇÃO TEM QUE PARAR DE ALIMENTAR ESSES POMBOS, SE FALTAR COMIDA AQUI ELES IRÃO PROCURAR EM OUTRO LUGAR .. FICA AQUI O MEU APELO; GENTE PAREM DE ALIMENTAR OS POMBOS ...ELES TRANSMITEM VÁRIAS DOENÇAS PERIGOSAS. :pray:

    0 0 Responder

  • clara | 7 meses, 1 semana atrás

    Otima iniciativa. Que a populaçao se conscientize e colabore. Muitos lojistas do mercado municipal colocam comida nas calçadas pois acham bonito verem os bichinhos se alimentando.

    2 0 Responder

  • Brasileiro sofredor | 7 meses, 1 semana atrás

    A pomba dubana é originária das matas, fugiu de lá pela degradação de seu meio de alimento, tem se adaptado nas cidades pela farta comida, agora estes pombos mostrados aí nunca foram originários do campo, eles antigamente eram criados em casa na cidade ou mesmo na zona rural, mas sempre foram domesticados, muitos faziam pombais e casinhas de tijolo para procriarem, seus filhotes eram vendidos, como parou de ser atrativo ficaram soltos e fazem esta baderna, a lei não permite o extermínio. Acho que as leis devem ser repensadas, temos que priorizar é a saúde humana, isso sim, se necessário for devem ser abatidos, não só os pombos mas qualquer tipo de praga, depois começam disseminar e aparecer doenças tipo a febre amarela e dá no que deu.

    8 1 Responder

  • | 7 meses, 1 semana atrás

    Solução fácil: Liberar a caça para pessoas autorizadas fazerem o controle, seja com estilingue, espingarda de pressão ou algum outro método. Isso é uma praga.

    8 5 Responder

  • Adalberto | 7 meses, 1 semana atrás

    Eu acho que o que precisa ser feio é algo do tipo que vái resolver. Um dia eu ví um pombo no muro de minha casa, batí palmas e ele saiu voando. Então eu acho que tipo se as pessoas baterem palmas em união vái resolver.

    6 5 Responder

    Palmito - 7 meses, 1 semana atrás

    Quer saber? Palmas pra você! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    4 1

    Paulo - 7 meses, 1 semana atrás

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk q fase

    2 0

  • Eusébio Empresário | 7 meses, 1 semana atrás

    Nada melhor do que alimentar os pombos aqui no Central Park, aqui em New York. Passar bem caros patenses.

    2 7 Responder

  • Pombo-urubu | 7 meses, 1 semana atrás

    Meu comentário foi censurado?!?!?! :cry: :cry: :cry:

    1 2 Responder

  • Pombo Correio | 7 meses, 1 semana atrás

    Essa bióloga não sabe de nada...Esses pombos não são da fauna brasileira, são aves que há muitos anos vieram de fora e habitam as cidades brasileiras! Só existe um meio de erradicar essas pragas e esse meio é o extermínio! O mercado municipal está infestado devido ao fato de muitos donos de lojas jogarem comida pra esses "ratos de asa", alimentando-os. Multem que alimenta esses invasores e deem um jeito de exterminarem com essa praga. Tem que matar sim, nem que seja na base do "estilingue"...

    7 5 Responder

    Pombo-urubu - 7 meses, 1 semana atrás

    Como você disse, esses pombos não são da fauna brasileira. São europeus, normalmente de cor branca. Mas, devido ao contato com o ambiente poluído e escura das cidades, eles criam uma plumagem preta e ficam parecendo mini-urubus, pois além de pretos, passam a se alimentar de praticamente tudo, inclusive carne, como a reportagem mencionou.

    1 1

  • ex-aluno | 7 meses, 1 semana atrás

    vergonha para a escola Normal, não é de hoje o problema e sim de muitos anos atrás!

    3 2 Responder

carregar mais comentários