349669 2216 Ok
Publicado em 16/01/2017
Compartilhe:

Surto de Febre Amarela provoca corrida pela vacina nas unidades de saúde de Patos de Minas

A procura pela vacina contra a Febre Amarela nas unidades de saúde cresceu assustadoramente.

Na manhã desta segunda-feira (16), a movimentação foi grande na Unidade de Saúde do bairro Guanabara.

O surto de Febre Amarela em Minas Gerais tem preocupado também a população patense. Embora os casos registrados até agora estejam concentrados em regiões mais distantes do Estado, a facilidade de transmissão da doença faz com que os moradores se imunizem. A procura pela vacina contra a Febre Amarela nas unidades de saúde cresceu assustadoramente.

Balanço divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde na última sexta-feira (13) registrava 133 casos suspeitos da doença, com 38 mortes, sendo que pelo menos 10 tiveram a Febre Amarela como provável causa do óbito. A maioria dos casos está concentrada em cidades nas regiões de Teófilo Otoni, Coronel Fabriciano, Governador Valadares e Manhumirim. São 152 municípios decretados como situação de emergência.

Desde que o surto de Febre Amarela foi notificado no Estado, a procura pelas doses da vacina aumentou assustadoramente nas unidades de saúde de Patos de Minas. Isso por que uma pessoa infectada com o vírus pode viajar para outras regiões e, uma vez picada por um mosquito como o Aedes Aegypti, por exemplo, pode transmitir para outras pessoas.

Na manhã desta segunda-feira (16), a movimentação foi grande na Unidade de Saúde do bairro Guanabara. A dona Maria Conceição da Cunha Régis foi em busca da vacina e convenceu também a filha Alessandra Regina Régis a se imunizar. Mãe e filha querem estar protegidas se caso a doença chegar a esta região.

Imagens atualizado em 16/01/2017 • 10 fotos

O Ministério da Saúde informou que enviou cerca de 1 milhão de doses de vacina contra a Febre Amarela ao Estado e espera que este número seja suficiente para atender a demanda. A vacina contra a Febre Amarela tem validade de 10 anos e não é recomendada para pessoas com Lupus, câncer ou HIV.

A Febre Amarela causa febre, calafrios, dor de cabeça intensa, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza e sangramentos na gengiva. A forma mais grave da doença pode levar a morte.

Autor: Maurício Rocha

Postado em 16/01/2017
Compartilhe:

2 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • DUDU | 11 meses atrás

    VOCÊS PODERIAM EXPLICAR MELHOR DIZENDO COM QUANTOS ANOS PODE SE TOMAR A VACINA, QUEM PODE TOMAR, SE ALGUEM TEM ALGUMA DOENCA PODE TOMAR OU NÃO. EXPLICA MELHOR PRA NÓS AI POR FAVOR.

    7 2 Responder

    Servidor da saúde - 11 meses atrás

    A vacina é administrada em crianças com 9 meses e um reforço aos 4 anos, após isto a criança está imunizada para o resto da vida, porém se for viajar ao exterior precisa tomar mais uma dose caso tenha se passado mais de dez anos. Adultos devem ter duas doses comprovadas em cartão de vacinas. Se ele tiver uma dose apenas deve tomar a segunda dose. Caso não tenha nenhuma dose deve tomar uma primeira dose e apos 30 dias deve-se tomar a segunda dose, se for viajar para o exterior e tiver mais de dez anos de vacinação contra a febre amarela também necessita fazer mais uma dose. Pessoas acima de 60 anos não necessitam se vacinar, bem como pessoas imunocomprometidas que também devem evitar a vacinação.

    15 0

    INFORMAÇÕES SOBRE VACINA - 11 meses atrás

    Essas informações de dados de vacinas é de competência da Secretaria de Saúde do Estado de MG e não dos editores do jornal, quer saber vai no posto de saúde e procure a pessoa credenciada ou habilitada com a devida competência para saber com mais propriedades, e não fique metendo a lenha em qualquer um , aqui é um site de notícias e divulgação e não de campanha preventiva sob o chapéu da Ministério da Saúde e Secretaria de Saúde MG. Putz. Se a pessoa quer ganhar o prêmio da loteria jogue e depois vai na CEF que é a responsável e não atire a primeira pedra na cabeça de quem está passando na rua. Putz que coisa.

    4 5