Servente de pedreiro de 50 anos relata todo sofrimento ao ficar 6 meses preso inocentemente

Almir disse que foi preso por um roubo ocorrido em Estrela do Sul e acabou 6 meses atrás das grades.

publicado em 11/05/2019, por Farley Rocha


Almir Divino Teles, 50 anos, passou por um momento muito difícil. Ele veio até a redação do Patos Hoje e contou tudo que sofreu após ser preso em 2012 de forma injusta. Almir disse que foi preso por um roubo ocorrido em Estrela do Sul e acabou 6 meses atrás das grades. No entanto, ele disse que não teve qualquer envolvimento com o crime. E a revolta foi ainda maior porque ele entrou com uma ação de indenização contra o estado e não ganhou.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––

Almir falou sobre a situação nesta quinta-feira (09) após descobrir que o Tribunal de Justiça de Minas Gerais havia negado o recurso de apelação na ação de indenização contra o estado. Indignado, ele contou como tudo aconteceu. Segundo ele, foi preso em Patos de Minas por um assalto ocorrido em 2012, momento em que os outros dois criminosos apontaram que o terceiro assaltante seria um “Tal de Almir”.

Com essa informação, eles chegaram a Almir em Patos de Minas, onde ficou preso por cerca de 2 meses. Depois foi levado para Estrela do Sul, onde continuou atrás das grades por mais 4 meses. Isso foi até a única audiência que teria sido com o juiz. Somente nesta data, segundo ele, foi verificado o equívoco e ele foi colocado em liberdade. “Saí sem qualquer dinheiro para vir embora. Minha filha nasceu e nem deixaram que eu a visitasse”, contou com lágrimas nos olhos.

Almir que trabalha atualmente em Patos de Minas como servente de pedreiro também relatou outra situação difícil. Segundo ele, no processo, foi identificado apenas por “Almir de tal” o que não era possível encontrá-lo para fazer a defesa. “Eles falaram que eu era o piloto de fuga, mas eu nem sei dirigir”, disse. Preferindo não se identificar na reportagem, o advogado que ingressou na justiça contra o estado cobrando os danos morais disse que isso foi o maior absurdo e não sabe o que pode ter acontecido.

Na petição, o defensor frisou: “Ele, de maneira inexplicável e injustificada, foi preso por se chamar “Almir”, sendo que um dos assaltantes que supostamente cometeram o delito teria o mesmo nome, permanecendo encarcerado, sem sequer ser ouvido pela autoridade Judiciária por absurdo lapso temporal. Tão absurda a situação que Almir somente foi interrogado no dia 20/11/2012, depois de decorridos aproximadamente 200 dias desde a sua prisão, prisão esta arbitrária, absurda, sem qualquer indício de prova que pesasse contra si, fato negado desde o primeiro momento, não sabendo sequer por qual razão estaria sendo preso, o que violou de maneira absurda todos os seus valores íntimos, além dos direitos assegurados constitucionalmente”.

No entanto, a justiça acabou indeferindo o pedido de indenização, o que causou mais ainda indignação. “Não vi o nascimento da minha filha, minha esposa não recebeu o auxílio de reclusão. Eu fiquei preso 6 meses sem direito a advogado. Hoje estou trabalhando em uma construtora há 2 anos e nunca tive nem uma falta. Deus é maior e Ele vai me ajudar”, disse.

Autor: Farley Rocha Postado em 11/05/2019
Compartilhe:

36 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Wander | 4 meses atrás

    Não se vê isso com gente rico acontecer em ser preso indevidamente. Só os pobres que se lascam. Tem milhares de ricos que roubaram milhões e ainda que sejam presos em dois dias saem da prisão e vão responder em liberdade. DINHEIRO É UMA PORCARIA

    0 0 Responder

  • Cadê o Queiroz? | 4 meses atrás

    O Judiciário brasileiro é uma caixa preta. Se jogar no ventilador, ninguém aguenta ficar perto. Se o judiciário funcionasse mesmo, não teria politico corrupto.

    9 0 Responder

  • Promotor | 4 meses atrás

    Apelante(s): ALMIR DIVINO TELES Advogado(s): 88862N/MG - DANIEL CRISTIANO DA CUNHA E SILVA

    3 3 Responder

  • Eu | 4 meses atrás

    Como assim,,esse Adv ñ sabe o q aconteceu,,com o processo indeferido,, eu Bemmm,, conta outra,,é tanta sujeira cometida..

    6 1 Responder

    Lesado pela justica - 4 meses atrás

    Perdi 2 acoes que jamais pensei que iria perder,justica aqui nesse tal brasil e osso,uma,eu estava com difuculdade financeira e meu nome foi pro SPC,conseguir controlar e pagar,meu nome estaria fora dos registro de 24 hras a 5 dias,apos 10 dias fui comprar um sapato para trabalhar,eu trabalhava no center patos hotel e meu sapato estava furado,consultaram meu nome ainda estava la,tive que devolver o sapato e pasei maior vergonha ,ai fiz os procedimentos e fomos pro julgamento,Dr Rene,fraco,ainda disse que eu estaria querendo enriquecer de forma oportuna,enriquecer?kkkkk,foda viu?.outra fui agredido na frente dos meus colegas de servico pelo patrao ao cobrar dele 400,00 que ele me devia,ele pediu pra mim ir la receber .Ele diz assim:se vc quizer 150,00 te pago,caso vc nao queira procure seus direitos,eu disse:vou procurar entao,pois sempre fui honesto contigo e vc nao esta sendo comigo dai ele saiu do balcao da sua loja e veio me dando murro ,eu esquivei ele caiu na minha frente e eu nao quiz acertar nenhuma nele,chamei a PM e fiz b.o,entrei com a acao e perdi ,acho que esses advogados,fecham confiorme o dinheiro,o oponente se torna um aliado,ele ganha mais sem esforco e o outro perde menos,fica bom pros 2 e a pessoa que sofre o dano moral sofre mais outro e deixa a gente mais revoltado ainda,fiquei com danos irreversivel psicologicos por faltar com justica comigo.e brabo revoltante,nesse caso ai e mais gritante ainda,ele foi condenado de novo por nao ser idenizado,agora quando e contra a gente funciona ate dimais,braziiiiillllll cheio de ladroes e corruptos,comete muita injustica com pessoas menos esclarecidas,igual eu e o sr ai

    2 0

  • Rui Barbosa | 4 meses, 1 semana atrás

    Tem juiz demais que dá sentença de acordo com a cara dos advogados.

    17 1 Responder

    Alex - 4 meses atrás

    Realmente...

    7 0

    Wander - 4 meses atrás

    O DINHEIRO CORROMPE A JUSTIÇA INFELIZMENTE.

    2 0

  • Alguém | 4 meses, 1 semana atrás

    Me aconteceu algo parecido. Fui preso no meio da rua no meio de varias pessoas, suspeito de ter assaltado um lugar. A policia chegou com o dono do local e o mesmo confirmou que era eu o assaltando. Fui algemado e levado para delegacia como assaltante. Passou na tv e tudo. Cheguei as 7 30 da noite na delegacia e por volta de meia noite a pessoa que tinha realmente sido assaltada não me reconheceu e apos ver as imagens de segurança comprovaram que eu era inocente. Depois de ter sido inocentado fiquei mais 2 horas algemado e sendo humilhado. Gracas a Deus fui inocentado e solto, mas. Entrei com processo contra o dono do estabelecimento que tinha afirmado no meio de varias pessoas ser eu o assaltante e oque deu? Nada! Foi um engano e fui solto. Não teve constrangimento, não fui humilhado nem passei nenhum tipo de injuria segundo nossa justiça. É isso que o cidadão de bem recebe de nossas autoridades. Boa sorte ao senhor e espero que diferente de mim o senhor consiga justiça

    45 0 Responder

    Biscoiteira - 4 meses, 1 semana atrás

    É fria cair nas mãos da polícia. São muito despreparados, em geral. A PM por exemplo, faz apenas um cursinho beabá de 9 meses. O melhor é evitar discutir com analfabetos.

    9 4

    Junior - 4 meses atrás

    Amigo se é cmg ia atrás deste fdp e pisava na cabeça dele para pagar

    4 0

    Forasteiro - 4 meses atrás

    Deve te contratado advogado ruim tem jeito não ...

    0 0

  • VERDADEIRO | 4 meses, 1 semana atrás

    isso é porque no brasil ainda é direito para os ricos e dever para os pobres

    15 2 Responder

  • antonio | 4 meses, 1 semana atrás

    A justiça é lenta pra alguns... veja o caso sesses políticos corruptos.. em um dia a petição dos advogados estão no STF.... O advogado desse ai é muito fraco... tem que recorrer no supremo urgentemente em favor do cliente.

    18 0 Responder

  • Justiça | 4 meses, 1 semana atrás

    Sugiro a esse site de notícias do qual tenho grande admiração que propague essa matéria desse senhor em outros veículos de comunicação para que a justiça seja feita em favor desse senhor. Isso não pode passar batido. Sugiro a esse senhor que vá até o programa do Gui Boaventura que também tem muita credibilidade, fazendo com que esse caso não fique esquecido e muito menos escondido. Sugiro também que algum advogado de renome na cidade pegue a causa desse senhor e transforme esse caso em grande repercussão para que a justiça seja feita. Se fosse algum riquinho ou pessoa de nome, a justiça faria de outra forma.

    65 0 Responder

  • Gato por Lebre | 4 meses, 1 semana atrás

    Baseado nessa situação conclui-se que a justiça é lenta, omissa e falha (prisão equivocada, levou 200 dias para ouvi-lo e nega indenização). Como pode indeferir sua indenização..!!!???

    39 1 Responder

carregar mais comentários