349669 2216 Ok
Publicado em 04/07/2017 por Maurício Rocha
Compartilhe:

Sem acordo, funcionários do comércio de Patos de Minas continuam sem reajuste de salário

A definição do percentual de reajuste é o que dificulta o acordo.

Comércio central de Patos de Minas. ( Foto: Arquivo Patos Hoje )

O ano de 2017 já está no sétimo mês e os trabalhadores do comércio de Patos de Minas continuam sem reajuste de salários. As negociações se arrastam desde o início do ano, mas o Sindicato dos Empregados e o Sindicato do Comércio ainda não conseguiram chegar a um acordo. A definição do percentual de reajuste é o que dificulta o acordo.

A data base dos empregados do comércio de Patos de Minas é o mês de março, mas as negociações começaram antes disso. A primeira pedida do Sindicato dos Empregados foi de  reajuste de 12%. O Sindicato Patronal ofereceu apenas 4,5% de aumento. Diversas reuniões foram feitas, mas a convenção trabalhista segue sem uma definição.

Por último, o Sindicato dos Empregados baixou a pedida para 7% e o Sindicato Patronal subiu a oferta para 5,7%. Mas as negociações pararam por aí e não tem data para serem retomadas. Para dificultar ainda mais a celebração do acordo, o Sindicato dos Empregados do Comércio – Sindec – teve que se afastar por problemas de saúde.

Segundo o presidente do SindComércio, Sebastião Andrade, a entidade está aberta para dar continuidade às negociações e espera que o impasse seja resolvido mais rápido. Segundo ele, a proposta oferecida pelo Sindicato Patronal elevaria o salário mínimo do comércio de Patos de Minas para R$ 985,00. Além do percentual de reajuste, os dois sindicatos ainda precisam definir como será o funcionamento do comércio nos feriados, banco de horas e horário de Natal.

Enquanto isso, os cerca de 8 mil trabalhadores do comércio de Patos de Minas seguem sem saber qual será o percentual de reajuste dos salários do ano de 2017. Com o atraso nas negociações, eles esperam que o acordo seja retroativo ao mês de março.

Rovan - Super Banner Rodape - inicio 11-07-17
Autor: Maurício Rocha Postado em 04/07/2017
Compartilhe:

29 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Mateus | 4 meses, 2 semanas atrás

    Já é mais da metade do ano e esse povo não marca nem uma reunião para definir isso. ABSURDO!!! Deve ter um aumento digno sim. Pois tudo aumenta e trabalhamos para ganhar a mesma quantia antiga?! Trabalhadores estão prejudicados, desmotivados, e não tem essa de que se estiver achando ruim coloca outro no lugar não, pois vai entrar outro e esse outro vai ficar prejudicado e desmotivado do mesmo jeito. O sistema tem que ser é valorização do colaborador, que consequentemente o resultado são empresas crescendo e clientes satisfeitos.

    2 0 Responder

  • sr joao | 4 meses, 2 semanas atrás

    esses sindicatos só defendem os empresários :rage:

    3 0 Responder

    Zezé - 4 meses, 2 semanas atrás

    Tudo sindicalista PELEGÃO! Negociam com os patrões na calada da noite em troca de favores e um troco.

    1 1

  • Paturi | 4 meses, 2 semanas atrás

    Aqui tem cartel em tudo e as autoridades são compradas! Veja o caso da gasolina e dos aluguéis no centro da cidade.

    3 0 Responder

  • Dona Verdadina | 4 meses, 2 semanas atrás

    Patos de Minas, cidade dos salários baixos, corrupção, lavagem de dinheiro sujo roubado em outros lugares, políticos desonestos, trânsito caótico, povo mal educado, restaurantes e padarias sem higiene, pós-venda terrível etc etc etc. A cidade de Patos está nas mãos de meia dúzia de empresários. Por isso, eles bancam os políticos pra impedir a vinda de indústrias. Cidade que não tem indústrias, tem salários baixíssimos. A média salarial de Patos é a menor do Alto Paranaíba. Quem é jovem tem que vazar disso aqui. Cidade sem futuro, povo atrasado e muito esnobe. Olha só o tanto de sindicatos que tem aqui em Patos e associações! Tudo trambiqueiro!

    4 0 Responder

  • Talvane | 4 meses, 2 semanas atrás

    Trabalho no comércio de Patos a mais de 20 anos é essa pouca vergonha se arrasta todo ano. Os dois sindicatos parecem trabalhar juntos pois os reajustes são sempre em torno dos tais 6% ou no máximo 7% enquanto o governo federal reajustava o salário mínimo em torno de 12% isso o Lula. Depois veio o governo Dilma e deu um reajuste para os motociclistas de 30% até aí tudo bem é periculosidade. Então o sindicomercio de Patos novamente vem nós propor 7% e O patronal 5,7% isso é pouca vergonha a nossa defasagem em relação aos demais com certeza já é de mais de 20% vocês não tem vergonha de fazer isso com quem paga vocês estou indignado e com certeza vou me desfiliar do sindicato sindicomercio de Patos de Minas porque se em 20 anos vcs não conseguiram nada isso vai continuar.

    5 0 Responder

  • ue | 4 meses, 2 semanas atrás

    Chega até ser cômico um reajuste desses, R$ 985,00 pra trabalhar de segunda a sexta das 08:00 as 18:00 e aos sábados de 08:00 ao 12:00 sem contar horários especiais, é engana trouxa puro. Salário comercial tem que ser na casa de 1.000, 1.100

    8 1 Responder

  • CLAUDIA | 4 meses, 2 semanas atrás

    "Para dificultar ainda mais a celebração do acordo, o Sindicato dos Empregados do Comércio – Sindec – teve que se afastar por problemas de saúde." e não tem mais ninguém que possa resolver isto???? que absurdo....fico indignada com um negócio destes :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage:

    17 1 Responder

  • Gabriel Queiroz | 4 meses, 2 semanas atrás

    Podem ir se acostumando !!!!! a reforma trabalhista e isso ai ja começou , os empresários fazem o que quer pagão da forma que quiser , condenaram o lula agora vão ter que engolir o temer .

    7 2 Responder

  • Flavio | 4 meses, 2 semanas atrás

    Esta explicado o porque do atendimento ruim do comercio. Esse couro de rato que chama de salario , e uma vergonha........

    9 0 Responder

  • Viviane Mendes | 4 meses, 2 semanas atrás

    Palhaçada... daqui a pouco vem descontando na folha de pagamento a contribuição sindical,pra eles nem conseguirem um reajuste decente pros trabalhadores

    17 3 Responder

carregar mais comentários