349669 2216 Ok
Baile do Hawaii
Publicado em 14/03/2017
Compartilhe:

Professores em Patos de Minas fazem paralisação contra a reforma da previdência nesta quarta

A paralisação deve acontecer por todo o território nacional.

Escola Estadul Marcolino de Barros.

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC287) que vai alterar a seguridade social, aumentando o tempo de contribuição e também de idade para os trabalhadores se aposentarem, vem sofrendo inúmeras críticas. Insatisfeitos com o modelo proposto pelo Governo Federal, professores da rede estadual e também municipal de Patos de Minas resolveram fazer um manifesto nesta quarta-feira (15). Uma reunião será realizada para decidir se vão entrar em greve. 

Inúmeros docentes de escolas da cidade já decidiram aderir à paralisação que está marcada para acontecer em todo o Brasil. O Sindicato dos Professores Estaduais de Minas Gerais-Sindute- marcou um encontro com os professores na Escola Estadual Marcolino de Barros. Profissionais de outras escolas estão decidindo se vão aderir à paralisação. A principal intenção é reverter pontos da PEC que são prejudiciais à aposentadoria dos profissionais.  

Servidores das escolas municipais também já informaram que vão paralisar. Professores da Escola Municipal Maria Inez Rubinger de Queiroz decidiram já na segunda-feira (13). Nesta terça-feira (14), a Escola José Paulo de Amorim, em Pindaíbas, também resolveu paralisar. Eles entendem que a PEC vai trazer prejuízos para os professores que não conseguirão trabalhar pelo tempo estabelecido na proposta. As professoras serão as mais atingidas. Além de perder a aposentadoria especial, elas também serão equiparadas aos homens.

Além de prejudicar pessoalmente os professores e várias outras classes de trabalhadores, a PEC também pode prejudicar a educação, área considerada estratégica para qualquer país que pretende se desenvolver. Com salários que não chegam a R$2mil, a profissão vem a cada dia perdendo mais profissionais. “As faculdades de licenciatura no país estão se fechando, por causa da desvalorização da profissão”, explicam os professores.

Nas redes sociais, as manifestações já se iniciaram. Vários posts contrários à aprovação das medidas vem sendo compartilhadas para convencer o máximo de pessoas de que a PEC será prejudicial aos brasileiros. Além de profissionais da educação, outros sindicatos em Patos de Minas já decidiram que também vão lutar contra a proposta. A reunião está marcada para acontecer às 9h00, no Marcolino de Barros. Eles também vão decidir se vão entrar de greve.

O Patos Hoje verificou a paralisação dos professores das seguintes escolas até o momento:

E.E. Prof. Zama Maciel- vai paralisar

E.E. Abner Afonso- ainda não decidiu

E.E. Dr. Paulo Borges- de manhã vai paralisar- não há definição à tarde

E.M. Norma Borges Beluco- vai paralisar geral

E.M. Maria Inez Rubinger de Queiroz- vai paralisar geral

E.E. Cônego Getúlio- a maioria de manhã vai paralisar- não há definição à tarde

E.E. Prof. Antônio Dias Maciel “Normal”-vai paralisar de manhã- não há definição à tarde

E.M. José Paulo de Amorim- vai paralisar geral

E.E Coronel Osório- vai paralisar

E.E. Marcolino de Barros- vai paralisar

E.E. Abílio Caixeta- vai paralisar (parcialmente)

E.E Adelaide Maciel- vai paralisar

Autor: Farley Rocha

Clínica Impar - Início: 21-08-17
Postado em 14/03/2017
Compartilhe:

21 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Paulo Henrique | 6 meses atrás

    Vai ter aula amanhã (27)?

    1 0 Responder

  • Drika | 6 meses, 1 semana atrás

    Aproveitando que estarão prejudicando os alunos, em benefício próprio, deveriam ir protestar em Brasília. Já que aqui em Patos, buzinando nas ruas nem mesmo o prefeito os verão.

    0 0 Responder

  • oscar | 6 meses, 1 semana atrás

    vamos estudar gente, o progresso não pode parar, nossas crianças precisam de aprender

    0 1 Responder

  • Pensativa | 6 meses, 1 semana atrás

    NO MEU PONTO DE VISTA PARA CONSEGUIR ALGUMA MUDANÇA TEM QUE TER UNIÃO, A CLASSE DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO NÃO TEM ,SE FALA EM PARCIALIZAÇÃO SÃO POUCOS QUE VESTE A CAMISA TEM ESCOLAS QUE NÃO PAROU . POR EXEMPLO A ESCOLA AGRÍCOLA NÃO PAROU MAS ONDE ELES TRABALHAM ESTÃO PARADOS . FICA A PERGUNTA NÃO É A UNIÃO QUE FAZ A FORÇA CADE O COMPANHEIRISMO?

    2 0 Responder

  • Filomena Macedo | 6 meses, 1 semana atrás

    Quando os professores param de lecionar, o Brasil cresce e melhora. A maioria dos professores que dão aulas hoje em dia não têm o mínimo de bagagem cultural que se exige para ministrar as referidas aulas. Não investem na profissão, tem uma formação precaríssima nas faculdades e por aí vai. Quando a pessoa é muito boa de serviço ela não aceita receber salários tão baixos. Estuda mais e busca coisa melhor. Infelizmente, é a realidade da educação brasileira: piores alunos viram professores, em geral. Os bons vão fazer cursos que dão retorno. Os que sobram vão pra sala de aula ajudar na perpetuação deste ciclo caótico da educação brasileira. A MAIOR FORMA DE PROFESSOR PROTESTAR É COMPRAR LIVRO E DAR BOAS AULAS!!!!!!

    5 10 Responder

    pitagoras - 6 meses, 1 semana atrás

    o filomena !conversa borracha não filha .tu deve ser uma aluna que ou os professores te passam de ano por dó ,ou é uma repetente veterana . fala ..... não filha ..

    4 2

  • Jose Tiao | 6 meses, 1 semana atrás

    Engraçado que negativaram meu comentário pois a verdade doí né ? Sabe que é pior, esse pessoal que reclama de trabalhar mais são os mesmos que a 15 a 20anos atrás ou mais sempre fizeram propaganda absurda para o PT ganhar. Depois que o PT ganhou e destruiu pais agora ficam chorando que terão que trabalhar mais para pagar a conta do desgoverno de 15 anos. Brasil nunca em sua história passou tanto tempo seguido assim em uma recessão. Pelos cálculos, já avisaram que somente em 2023 o pais vai voltar a ser o que era em 2013 que já não era bom. Além de destruírem o pais durante 15 anos, ainda teremos que aguentar 5 a 7 anos de pura recessão ! Vai mais fazer propaganda para banido cambada de sem vergonha. Agora sofram as consequências que vocês criaram !

    3 7 Responder

  • Trojan | 6 meses, 1 semana atrás

    Professoras são massa de manobra da esquerda... Doutrinadoras do marxismo cultural!!! kkk perdedoras

    5 9 Responder

  • GREVE SAMU | 6 meses, 1 semana atrás

    vamos parar também em patos. somos escravos dos médicos

    2 3 Responder

  • Então | 6 meses, 1 semana atrás

    Tá cheio de gente aqui que nunca foi a escola,lamentável,cultura da pobreza e da ignorância,pensamento limitado ,bem característico de Zé miséria.

    11 4 Responder

    maria Beatriz Portugal - 6 meses, 1 semana atrás

    tu falou as palavras que eu procurava .concorda plenamente .

    2 2

  • Para os frouxos | 6 meses, 1 semana atrás

    Os frouxos que estão criticando os professores deveriam entrar em greve pois serão atingidos em cheio com a nova proposta de aposentadoria.

    14 8 Responder

carregar mais comentários