349669 2216 Ok
Caiçaras - Full Banner
Publicado em 11/01/2017
Compartilhe:

Produto explode dentro de carro em movimento, pega fogo e deixa motorista em apuros

Pessoas que passavam pelo local é que quebraram o para-brisa e ajudaram o homem a sair do veículo.

O banco do morista pegou fogo. As chamas foram controladas com uso de extintores.

O condutor de um carro viveu momentos de sufoco na manhã desta quarta-feira (11) em Patos de Minas. Produtos que ele levava no interior do carro explodiram e pegaram fogo. As chamas se alastraram e chegaram a atingir os cabelos do condutor. Pessoas que passavam pelo local é que quebraram o para-brisa e ajudaram o homem a sair do veículo.

José Eustáquio Nunes disse que tinha acabado de comprar fibra de vidro, cola e catalizador em uma loja de produtos para áreas de piscina e seguia pela avenida Fátima Porto quando ocorreu uma explosão. Os materiais começaram a pegar fogo e as chamas se alastraram atingindo o interior do veículo e o banco do motorista.

José Eustáquio viveu momentos de pânico. Ele disse que as portas do carro travaram e ele teve que se debater para sair do veículo em chamas. Pessoas que passavam pelo local perceberam a situação e ajudaram o condutor a sair do veículo. Eles tiveram que quebrar o vidro do carro para conseguir salvar o condutor. Ferido e cansado, José Eustáquio agradeceu e disse que já estava perdendo as forças.

Imagens atualizado em 11/01/2017 • 18 fotos

O motorista informou que tinha acabado de adquirir os produtos. Segundo ele, a cola e o catalisador não permaneceram mais do que 10 minutos no interior do carro. José Eustáquio teve parte do cabelo queimado e sofreu escoriações nas mãos. A Polícia Militar foi acionada para registrar a ocorrência.

José Eustáquio é encarregado de obras e comprou o material para fazer reparos em caixas d’água, compradas na mesma loja e que apresentaram defeito. A Perícia da Polícia Civil foi chamada para identificar o que teria provocado a explosão.

Autor: Maurício Rocha

Rovan - Super Banner Rodape - inicio 11-07-17
Postado em 11/01/2017
Compartilhe:

4 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Chacall Original | 11 meses atrás

    Uma pergunta que não quer calar!!! Quem a justiça vai responsabilizar a pagar os prejuízos da bomba inflável causados ao dono do carro. A empresa q vendeu o produto químico ou o laboratório quimico responsável.

    3 2 Responder

  • Mr Queen | 11 meses atrás

    Alguem sabe me dizer quanto ja ta Brasil x Alemanha ?

    1 3 Responder

  • MOPP(movimentação e operação de produto perigoso) | 11 meses atrás

    Pra transportar esse tipo de produto alem de ter que ter o veículo adequado deve ter a placa divulgando qual tipo de produto transportado (categoria do inflamável) o codutor o curso do mopp porque caso ocorra acidentes saber o tipo de produto que VC está lhe dando, quem o salvou correu grandes riscos tmb,poderia ter dado novas reações química e bum,tudo pelos ares, isso ta no código do Detran,tem lei, ne só sair carregando não! Quem vende deve ficar atento quem compra também, agora outra coisa, ele foi la comprar estes produtos pra reparar uma caixa dágua que também foi comprada lá? não era melhor trocar?tem garantia?

    5 1 Responder

  • LUCIENE | 11 meses atrás

    COM CERTEZA QUEM VENDEU ESSES PRODUTOS DEVERIA TER AVISADO A FORMA CORRETA DE TRANSPORTAR, TALVEZ ATÉ AVISOU MAS O SENHOR TALVEZ ACHOU QUE SERIA RÁPIDO O PERCURSO, JA IMAGINOU SE TIVESSE PESSOAS NO BANCO DE TRAZ DO VEÍCULO, SE TIVESSE UMA CRIANÇA QUE NÃO SABE COMO SE DEFENDER? UM ADULTO JÁ FOI DIFÍCIL DEVIDO A SITUAÇÃO, AO SUSTO, TODO CUIDADO É POUCO, CONCORDO COM O LEITOR QUE DEU A DICA DE FAZEREM UMA MATÉRIA DE COMO TRANSPORTAR ESSE TIPO DE MATERIAL E TAMBÉM DICAS DE SEGURANÇA EM UM CASO COMO ESSE

    10 2 Responder

  • Chacall Originall | 11 meses atrás

    Cara, ficou umas duvidas para os leitores. Onde ele comprou este produto químico. Estes tipo de produtos são perigosos inflamável e toxico. Com certeza, faltou os cuidados no condicionamento e no transporte. Na verdade, o cara estava transportando uma bomba explosiva, inflamável e toxica. Não foi a ação das pessoas pra salvar o motorista era caixão e vela preta.

    8 18 Responder

  • Meirilyse Urquisa (BASF) | 11 meses atrás

    O catalisador mais usado para cura a frio é o Peróxido de Metil-Etil-Cetona (MEKR), um líquido incolor que tem a função de iniciar a cura de poliésteres insaturados; e usado no processo de laminação a pistola. O acelerador que faz dupla com o MEKP é um líquido escuro, o "Cobalto 6%". O estireno é um líquido incolor que tem 2 duas finalidades: (1) reduzir a viscosidade da resina para que ela fique líquida à temperatura ambiente; e (2) interligar as moléculas de poliéster na cura, transformando dessa maneira a resina de líquido em sólido. À temperatura ambiente é líquido oleoso incolor, que polimeriza com facilidade à temperatura ambiente na presença do oxigênio. A polimerização do estireno, juntamente com agentes de expansão, dá origem ao "isopor". Pelo jeito, o acidentado estava transportando, de forma incorreta, um arsenal explosivo!

    21 3 Responder

    TADEU - 11 meses atrás

    Concordo contigo... Será que as pessoas comuns não deveriam ser instruídas pelos fornecedores da forma correta de transportar esse tipo de produto? Aliás, será que os fornecedores sabem que estão com produtos explosivos em seus depósitos?

    16 2

    Explosão - 11 meses atrás

    A explosão foi causada pela substituição acidental do solvente trans-1,2-dicloroeteno pelo cis-1,2-dicloroeteno. É só ter cuidado da próxima vez. Qualquer .... sabe que não se pode fazer essa troca.

    1 3

  • mary | 11 meses atrás

    Pessoal do Patos Hoje, por favor publiquem o resultado da perícia para que isso não ocorra com outras pessoas. Qualquer um está sujeito a isso, imagina se alguém pensaria que estes materiais poderiam ser tão perigosos??? talvez separados não sejam, mas a mistura é explosiva. Parabéns ao pessoal aí que se solidarizaram o Senhor em apuros. Que situação!!!!!

    35 1 Responder

  • Acredito eu | 11 meses atrás

    Esse tipo de produto inflamável ter que ser transportado em recipientes apropriados! :+1:

    18 0 Responder

    Mateus - 11 meses atrás

    Mas que estranho amigo, porque nem gasolina pega fogo sem chamas. Como isso aconteceu será?

    6 6

    TADEU - 11 meses atrás

    Reação química MATEUS!!! Reação química...

    8 0

  • Topeira | 11 meses atrás

    Caramba!! Que doideira!! Será o calor bravo que ajudou nessa explosão??

    13 3 Responder

  • Brasileiro sofredor | 11 meses atrás

    Que sufoco! Parabéns para quem ajudou, heróis anônimos.

    25 0 Responder

carregar mais comentários