Presos esta manhã, acusados de matar Marielle prestam depoimento

Os 34 mandados de busca e apreensão nos endereços dos acusados estão sendo concluídos.

publicado em 12/03/2019,


Os dois homens presos hoje (12) por suspeita de executar a vereadora carioca Marielle Franco (PSOL) e o motorista Anderson Gomes prestam depoimento neste momento na Delegacia de Homicídios da capital (DH). O PM aposentado Ronnie Lessa e o ex-PM Élcio Queiroz foram presos na madrugada de hoje depois de terem sido denunciados à Justiça. Os 34 mandados de busca e apreensão nos endereços dos acusados estão sendo concluídos.

Ronnie Lessa foi apontado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro como o autor dos 13 disparos que atingiram o carro onde estava a vereadora Marielle. Já Élcio Queiroz teria atuado como motorista do veículo onde estava Ronnie.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Medic Imagem

A execução ocorreu na noite de 14 de março de 2018, quando o carro onde estavam Marielle, Anderson e uma assessora da parlamentar, que sobreviveu ao atentado, parou em um sinal no cruzamento das ruas Joaquim Palhares, Estácio de Sá e João Paulo I.

Às 11h, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, o secretário da Polícia Civil, Marcus Vinícius Braga, e os delegados responsáveis pelo caso darão detalhes à imprensa, no Palácio Guanabara.

Perfil

Ronnie Lessa foi aposentado depois de um atentado a bomba contra ele, que resultou na amputação de uma de suas pernas e que teria sido provocado por uma briga entre facções criminosas.

Já Élcio Queiroz foi expulso da corporação. Ele chegou a ser preso em 2011 na Operação Guilhotina, da Polícia Federal, que apurou o envolvimento de policiais militares com traficantes de drogas e com grupos milicianos. Na época, Queiroz era lotado no Batalhão de Olaria (16º BPM).

Fonte: Agência Brasil

Postado em 12/03/2019
Compartilhe:

4 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Zé porvim | 2 meses, 1 semana atrás

    Engraçado, morre polícia no rio todos os dias, eles não estão nem aí, agora porque é político, fica nessa repercussão, o pior que tem que arrumar uns culpados agora, porque até os EUA entrou no caso pedindo para resolver o caso.

    0 2 Responder

  • Comissário Gordon | 2 meses, 1 semana atrás

    E por falar nisso, existe algum tipo de milícia aqui em Patos de Minas ou isso é coisa de cidade grande?

    1 0 Responder

  • reco | 2 meses, 1 semana atrás

    Quem foram os mandantes? Está ficando muito claro quem foram! Se um tal Mito continuar perdendo credibilidade na velocidade que está, não vai mais uns dois meses e a polícia terá coragem de contar para o país que mandou matar esta vereadora!

    3 2 Responder

  • Mão branca | 2 meses, 1 semana atrás

    esse ronie Lessa morava no mesmo condomínio do "mito" então tanto a tampa quanto o balaio......

    5 2 Responder