Presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais instala 2ª vara judicial em São Gotardo

Solenidade reúne magistrados, políticos e comunidade no Fórum Antônio Melgaço

publicado em 14/06/2019,


Foto: TJMG 

O presidente do TJMG, desembargador Nelson Missias de Morais, instalou, nessa quinta-feira (13), a 2ª Vara Cível, Criminal e da Infância e Juventude da Comarca de São Gotardo, em concorrida solenidade no fórum local. Ao elevar a comarca de São Gotardo à condição de segunda entrância, o desembargador revelou sua felicidade, por razões afetivas, já que viveu grande parte da vida na região.

"Foi uma promoção merecida", destacou o presidente, ao reconhecer a importância econômica e produtiva da cidade e região, em especial na área agrícola, bem como a elevada movimentação processual na comarca.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Medic Imagem

Durante a solenidade, compuseram a mesa de honra o presidente do TJMG, Nelson Missias de Morais; o diretor do Foro da Comarca de São Gotardo, Roberto Troster Rodrigues; o desembargador Pedro Bernardes de Oliveira; o prefeito de São Gotardo, Seiji Eduardo Sekita; o presidente da Câmara Municipal, Gilberto de Oliveira Cândido; a 3ª vice-presidente presidente do TJMG, desembargadora Mariângela Meyer; o corregedor-geral de Justiça, desembargador Saldanha da Fonseca e o desembargador Almeida Melo. Estiveram também presentes os desembargadores Alberto Diniz, presidente da Associação dos Magistrados Mineiros (Amagis) e o desembargador Amauri Pinto Ferreira, que fez a apresentação do projeto das novas instalações da vara.

Juiz diretor do Foro da Comarca, Roberto Troster Rodrigues, desembargador Pedro Bernardes de Oliveira, o presidente do TJMG, Nelson Missias de Morais e o desembargador Amauri Pinto Ferreira

O juiz diretor do foro da comarca, Roberto Troster Rodrigues, comentou que a instalação de uma nova vara judicial é uma demanda antiga de São Gotardo diante da crescente procura pelo Poder Judiciário local. A média mensal gira em torno de 300 processos.

A expectativa, segundo observou o magistrado, é que com a chegada de um novo juiz e mais servidores seja possível atender de forma adequada e qualificada as demandas apresentadas dos cidadãos de São Gotardo e região.

Com a instalação da nova vara, de acordo com a Resolução 885/2019, a atual Vara Única passa a ter a denominação e a competência de 1ª Vara Cível, Criminal e de Execuções Penais. Os processos e ações cíveis e criminais começam a ser distribuídos igualmente entre esta unidade jurisdicional e a 2ª Vara Cível, Criminal e da Infância e da Juventude, resguardadas as competências de cada uma.

Cidadania honorária

O presidente Nelson Missias de Morais e o desembargador Almeida Melo (aposentado) receberam o título de cidadão honorário de São Gotardo. Eles foram indicados pelo vereador e presidente da Câmara Municipal, Gilberto de Oliveira Cândido.

Nelson Missias de Morais relembrou a trajetória do desembargador Almeida Melo na magistratura mineira e na advocacia, tendo ocupado o cargo de presidente do TJMG e do Tribunal Regional Eleitoral.

“Somos os dois agora conterrâneos também do nosso amigo comum, desembargador Pedro Bernardes de Oliveira, filho querido desta São Gotardo, aliás, o primeiro sangotardense a integrar o TJMG. É ao permanente empenho do desembargador Pedro Bernardes que devemos creditar não apenas a criação desta nova Vara na cidade, mas toda a evolução que a comarca experimentou, desde sua criação”, ressaltou.

A esposa do desembargador Pedro Bernardes de Oliveira, Regina Izabel Bengtsson Bernardes, recebeu a medalha Dona Dora, outorgada pela Câmara Municipal de São Gotardo.

Fonte: Assessoria de Comunicação Institucional – Ascom- TJMG 

Imagens atualizado em 14/06/2019 • 2 fotos

Postado em 14/06/2019
Compartilhe:

2 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Lagoense Infeliz | 1 semana, 4 dias atrás

    enquanto isso lagoa formosa continua sem comarca, sem restaurante popular, sem wi fi de graça e sem prefeito. mas sobra língua e maracutaia.

    3 0 Responder

    Forasteiro - 1 semana, 3 dias atrás

    Se for colocar comarca em cidade com povoado pequeno a sim. ..Melhorar abrir mais vara em cidades maiores como Patos ...Pra atender mais gente ainda poder atender a demanda também de cidades pequena como Lagoa que ficar perto ..Isto é questão de custo e logística

    0 0