Prefeito rebate acusação de deputado e responsabiliza o Estado pela gestão dos leitos de UTI

O chefe do executivo desmentiu a afirmação do parlamentar de que leitos de UTI que seriam destinados para Patos de Minas foram para São Gotardo por falta de gestão do município.

publicado em 02/07/2020, por Maurício Rocha


O prefeito José Eustáquio Rodrigues Alves rebateu o deputado estadual coronel Sandro durante inauguração de Unidade de Saúde em Patos de Minas na manhã desta quinta-feira (02). O chefe do executivo desmentiu a afirmação do parlamentar de que leitos de UTI que seriam destinados para Patos de Minas foram para São Gotardo por falta de gestão do município. 

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Orthodontic - Especial Notícias

Segundo o prefeito José Eustáquio, os equipamentos de UTI que foram destinados para São Gotardo já estavam previstos, assim como as UTIs que serão implantadas em João Pinheiro e Unaí e Paracatu. Ele afirmou que os 10 leitos prometidos pelo Governo do Estado para Patos de Minas ainda serão instalados e estão dependendo apenas do Hospital Regional organizar o espaço para receber os equipamentos. 

José Eustáquio lembrou que o Hospital Regional pertence ao Estado e que, portanto, o trabalho para a instalação dos leitos não depende do município, como afirmou o deputado coronel Sandro. Segundo o prefeito, o deputado Hely Tarquínio também está intermediando junto ao Estado para a instalação dos novos leitos de UTI no município. 

Com relação ao deputado coronel Sandro, o prefeito convidou o parlamentar para vir à cidade e que auxilie o município na busca por recursos. Ele disse que o parlamentar teve votos em Patos de Minas, mas que nunca fez um encaminhamento em prol do município para retribuir os votos que teve.

Autor: Maurício Rocha Postado em 02/07/2020
Compartilhe:

27 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes, fake news ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve-se ter ciência de que poderá ser responsabilizado cível ou criminalmente!

Os comentários que receberem 100 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • marcelo | 1 mês, 1 semana atrás

    SENHOR PREFEITO...GOSTEI MUITO DA RESPOSTA QUE O SENHOR DEU NESTE INDIVIDUO...VAI DAR PITACO LA NA CHINA.

    1 21 Responder

  • Fulano | 1 mês, 1 semana atrás

    Mais credo uai . nao pode falar nada que já vai excluindo comentários kkkk

    7 27 Responder

  • Batião | 1 mês, 1 semana atrás

    Temos que ver quem deu a cara a tapa durante 4 anos, agora é hora dos oportunistas saírem da toca, fiquem ligados.

    11 31 Responder

  • verdade | 1 mês, 1 semana atrás

    Não reelejam prefeito nem vereadores, vote em um desconhecido mas não desperdice seu voto com esses incompetentes que fizeram uma péssima gestão, lembrem dos buracos mato e lixo por toda cidade, não tenham memória curta, não reelejam nenhum vereador

    23 43 Responder

  • Patense | 1 mês, 1 semana atrás

    E esses leitos não podiam ser montados na UPA, no centro da unipam? O dinheiro da verba que veio não poderia ser implantada criando um espaço?

    12 32 Responder

  • Dúvida | 1 mês, 1 semana atrás

    Todos os comentários foram removidos? Estranho né

    10 30 Responder

  • VALDIR PIAU DE ALMEIDA | 1 mês, 1 semana atrás

    - Minha sugestão é que a prefeitura ajude o Hospital ou dependências da Unipam para instalar mais 10 UTI com respiradores... a prefeitura já recebeu verba federal... com parte desta verba compre 10 respiradores, faz um comodato com a Unipam para implantar 10 a 12 leitos UTI completas... - Pagar particular necessitando de UTI, nem vendendo a casa o povo consegue, e com apenas 10 leitos de UTI no Regional, conhvenhamos que não é suficiente para Patos de Minas, pois esses do Regional é para o consórcio dos 33 municípios. -Independente de corona, a cidade de Patos de Minas está necessitando urgentemente de o mínimo de 20 leitos de UTIs, pois estão falando em 180.000 habitantes, pois como cidade polo a cidade não tem como fugir da obrigação de atender as cidades visinhas... - Espero que nosso prefeito, antes de entregar o cargo, deixa organizado mais 10 leitos para Patos de Minas, nem que seja para o Hospital de Campanha,e depois transferindo os equipamentos para a Unipam... - Nosso prefeito é gente boa e certamente tomara as providências para que tenhamos 10 UTI completos no Regional (certamente curtucando o Dr. Eli, né???, o moço tá quietinho e tem que movimentar...), e mínimo de mais 10 UTIs completos instalados, seja no complicado São Lucas, seja no hospital de campanha, seja nas dependências da Unipam-Medicina... uai... gente vamo que vamo, senão vamos votar nas mulheres para prefeito, pois o Sindicato Rural é das meninas... é verdade terta???, deixando bricadeira de lado, temos muitas mulheres na cidade, mas algumas acham que não compensa ocupar cargos políticos para ajudar a população... uma pena... deveria até citar no mínimo quatro, mas as que não forem citadas brigam com o caipira aqui...

    4 24 Responder

  • joão de barro | 1 mês, 1 semana atrás

    E agora Jusè? Queim tá falando a verdade? :confused:

    3 23 Responder

  • Correto | 1 mês, 1 semana atrás

    Vou tentar ser sensato para que não seja mal entendido. Pois bem. O hospital São Lucas fala que está com dez leitos de UTI a espera para ser regulamentado. Porque então tanta burocracia? É um caso de perda de vidas. A solução tem que ser prática e rápida. Não há tempo para espera. Tem mortes ocorrendo. Quanto a perda de equipamentos para são Gotardo, a prefeitura alega que não é da competência dela. Porque não é? Como não e? Claro que é. Você não pode tirar sua responsabilidade e jogar pra cima dos outros. Porque a prefeitura não explicou tal situação antes da repercussão do caso? Volto a repetir. Estamos lidando com mortes. E muitas mortes virão se a cidade não tiver o mínimo de estrutura. Margem de lado a burocracia e as formalidades. Essa explicação da prefeitura não me convenceu nenhum pouco e creio não convenceu os patenses. Está havendo ingerência, omissão e pouca ação por parte do poder público em relação a pandemia.

    2 22 Responder

    juca - 1 mês, 1 semana atrás

    se eu pegar corona, prefiro morrer em casa do morrer no são lucas, obrigado de nada.

    2 22

  • Opinião | 1 mês, 1 semana atrás

    O prefeito nao se responsabiliza, são 3 meses, agora que ele pensa em resolver. Nunca mais José Eustaquio.

    11 31 Responder

carregar mais comentários