349669 2216 Ok
Banner CNA - TOPO
Publicado em 23/05/2017
Compartilhe:

Policiais envolvidos em troca de tiros após assalto a táxi são mantidos presos pela justiça

O juiz que analisou o caso entendeu que havia os requisitos da prisão preventiva.

O revólver e as munições deflagradas foram apreendidas.

A justiça resolveu manter presos os três policiais militares envolvidos na ocorrência que resultou na morte do jovem Natanel Rodrigues Costa, 21 anos, no município de João Pinheiro, após um roubo no sábado (20). Ele e mais dois teriam assaltado um táxi de Patos de Minas e trocado tiro com os militares. Lei mais!

De acordo com a decisão judicial, os três cabos da Polícia Militar efetuaram ao todo 24 tiros. O juiz que analisou o caso entendeu que havia os requisitos da prisão preventiva e decidiu manter a prisão dos policiais. A decisão argumenta que a manutenção da prisão seria para garantir a ordem pública e evitar que eles praticassem novos crimes.

Para surpresa, no entanto, o magistrado relatou que não foi encontrada arma nem munição com o jovem Natanael e que não foi possível saber se os tiros se deram pelas costas ou pela frente. Os argumentos foram rebatidos pelos policiais que relataram que houve a arma de fogo apreendida juntamente com munições.

Os policiais estão presos no quartel da PM em João Pinheiro. Os militares já recorreram da decisão visto que entendem que agiram em legítima defesa. A nova decisão judicial deve sair ainda nesta terça-feira (23). A ocorrência cita que Natanael foi encontrado caído próximo ao táxi roubado ainda com o revólver em punho. Os outros dois suspeitos continuam foragidos.

Autor: Farley Rocha

Giraffas
Postado em 23/05/2017
Compartilhe:

41 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • paulo | 4 meses atrás

    CARAMBA QUE BANDIDAGEM!!!!POR ISSO QUE DEVEMOS POVO BRASILEIRO NOS UNIR,SERMOS MAIS UNIDOS NAS NOSSAS ESCOLHAS POLITICAS,NA HORA DE ESCOLHER PRINCIPALMENTE O PRESIDENTE DO NOSSO PAÍS. LULA 2018!!! É ELE O ESCOLHIDO !!!! OUTRA COISA NUNCA TINHA VISTO UM TRINTA E OITO E 7 MUNIÇOES.

    0 0 Responder

  • RIO PARANAIBANO | 4 meses atrás

    não entendi nada , ate agora. Os caras rouba sai feito uns loucos pelas estradas com perigo de matar alguém inocente, troca tiro com a policia os policiais revida-o , e quem vai preso e os policiais, e pra acabar mesmo!!

    9 0 Responder

    DAQUI - 4 meses atrás

    Entendeu sim amigo, é isso mesmo que disse... O mundo que está todo errado, nossa justiça é fraca e só privilegia bandidos. Lamentável.

    6 0

  • Ivone m ses | 4 meses atrás

    Excelentíssimo juiz Vs excelência prendeu as pessoas erradas quem tem q ta presso são os bandidos e não esses policiais militares q vivem correndo risco de vida pra proteger o povo de bem

    22 1 Responder

  • 456 | 4 meses atrás

    O juiz que analisou o caso entendeu que havia os requisitos da prisão preventiva e decidiu manter a prisão dos policiais. A decisão argumenta que a manutenção da prisão seria para garantir a ordem pública e evitar que eles praticassem novos crimes.???? não entendi ¨evitar que eles praticassem novos crimes? os policias?

    10 0 Responder

  • S246 | 4 meses atrás

    Esse país está a deriva, não sabe que rumo tomar e o judiciário tem sua grande parcela de culpa, onde já se viu, três ladrões roubam ameaça tortura e e eterrorizam o taxista , a polícia localiza os criminosos que resistem a ordem de prisão e trocam tiros com a polícia e a polícia de forma legítima responde a injusta agressão, e baleia um criminosos que vem a falecer.temos nesse caso a vítima que reconheceu o bandido morto, temos a arma que o bandido usou contra a PM,temos o produto do roubo. E três policiais presos e dois bandidos que participou do roubo solto. Que país é esse. Torço para que esses policiais não se desanime com decisões inversas de juiz .porque a sociedade precisa de polícias corretos como os senhores.

    21 0 Responder

  • O curioso | 4 meses atrás

    Desse jeito a polícia vai acabar deixando os bandidos fugirem toda vez , porque vai correr atrás deles , eles fogem em alta velocidade e a polícia não pode atirar

    18 0 Responder

  • Carlos Fioravante | 4 meses atrás

    CADÊ O NOME DESSA COISA PARTIDARIO DO CRIME

    12 0 Responder

  • DIMITRI NISHIMURA | 4 meses atrás

    Esse é o retrato do judiciário brasileiro, prendendo policiais e libertando os bandidos. E a sociedade continua refém desses indivíduos. Mas se o judiciário não proceder dessa forma, como se manterão em seus palácios, com seus salários de marajás ? Alguém acredita mesmo na seriedade da justiça ?

    20 0 Responder

  • Maria Flor | 4 meses atrás

    Se você o bandido que teria atirado no policial estava solto. Que nojo desse país. Absurdo isso! :cop: :cop: :cop:

    20 0 Responder

  • Kkkkkkkkkkk | 4 meses atrás

    (Para surpresa, no entanto, o magistrado relatou que não foi encontrada arma nem munição com o jovem Natanael e que não foi possível saber se os tiros se deram pelas costas ou pela frente. Os argumentos foram rebatidos pelos policiais que relataram que houve a arma de fogo apreendida juntamente com munições.) ??????????????????????

    11 0 Responder

carregar mais comentários