349669 2216 Ok
Banner Unipam 2017 - Institucional
Publicado em 20/09/2017 por Farley Rocha
Compartilhe:

Polícia Civil prende pela 1ª vez no estado homem acusado de estuprar virtualmente 5 mulheres

Uma delas teria tentado se matar tamanha foi pressão do criminoso.

O computador e celular do acusado foram apreendidos.

A Polícia Civil prendeu nesta quarta-feira (20) um jovem de 19 anos acusado de estuprar virtualmente 5 mulheres em Carmo do Paranaíba. O acusado teria criado perfil falso no facebook e, por meio de mentiras e ameaças, obrigado cinco mulheres de 16 a 24 anos a fazerem vídeos e fotos pornográficas. Uma delas teria cogitado se matar tamanha foi a pressão do criminoso.

De acordo com informações da Polícia Civil, após ganhar a confiança das vítimas, ele exigia, sob a ameaça de morte, que elas lhe enviassem fotos e vídeos com conteúdo pornográfico. Apesar de usar perfil falso, o autor de fato conhecia as vítimas, seus endereços e suas rotinas, o que as deixava ainda mais coagidas. Ele chegou a perseguir uma delas para intimidá-la.

Com medo, as vítimas acabaram enviando diversos vídeos e fotos. De posse de tais mídias, o investigado então passou a exigir mais vídeos e fotos sob a ameaça de divulgar o conteúdo já repassado pelas vítimas na rede mundial de computadores, bem como exigir favores sexuais em troca de seu silêncio. Segundo as investigações, ele ainda ameaçou mata-las, exigiu dinheiro, sendo que um dos pais pagou aproximadamente três mil reais.

Até o momento foram encontradas cinco vítimas, mulheres de 16 a 24 anos de idade, tendo uma delas quase tentado contra a própria vida, tamanha a pressão psicológica exercida pelo investigado. Na delegacia, elas narraram a violência psicológica que sofreram e os momentos de terror sob a chantagem do indiciado. 

O computador e celular do acusado foram apreendidos e, após a devida autorização judicial e a realização da perícia, foram encontrados vídeos e fotos de pedofilia bem como os registros das conversas com as vítimas.

Após mostrar todas as evidências para o investigado, este confessou os fatos.

Diante da gravidade do caso, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva. A medida foi deferida pelo Juízo da Vara Criminal da Comarca de Carmo do Paranaíba/MG, sendo o autor preso nesta manhã.

Tendo em vista que o autor, mediante grave ameaça obrigou as vítimas a se fotografarem e a gravarem vídeos pornográficos, este responderá pelo crime de “Estupro Virtual”, além de extorsão e armazenagem de conteúdo pornográfico envolvendo criança e adolescente. 

O Delegado Ítalo Boaventura foi quem presidiu o inquérito. Pelo que consta, esta é a primeira prisão realizada pelo crime de “Estupro Virtual” no Estado de Minas Gerais. Vale ressaltar que recentemente, em agosto, foi realizada a primeira prisão por este crime no país, no estado do Piauí.

O policial destacou que pode haver mais vítimas, sendo que estas devem procurar imediatamente a delegacia de polícia para que as providências cabíveis sejam tomadas. A Polícia Civil não divulgou o nome do autor. O processo segue em segredo de justiça.  

Clínica Impar - Início: 21-08-17
Autor: Farley Rocha Postado em 20/09/2017
Compartilhe:

43 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Ítalo Silva | 2 meses atrás

    Ue... obriga a mandar nudes?? Como assim

    1 0 Responder

  • Maykon Leles | 2 meses atrás

    Leem a matéria está correto sobre a prisão do meliante isso não é coisa que se faz pessoa criar perfil Fake e obriga mulheres lhe enviar Nud cadeia nesse indivíduo

    2 0 Responder

  • Gilberto Miranda Gomes | 2 meses atrás

    Chocado!

    2 0 Responder

  • Ana Clara de Oliveira | 2 meses atrás

    Mas os estupros físicos estão difíceis de pegar os criminosos né

    1 0 Responder

  • Perito | 2 meses atrás

    Não entendi, se o criminoso as ameaçava deviam nesse momento ir até polícia ao invés de ir na internet e tirar suas roupas. Se a ameaça era de liberar fotos delas peladas, tanto faz se elas o atendessem ou não, iriam para as redes sociais de qualquer jeito. Então, pra mim, essa história tá é mal contada. Mas independente disso, esse cara é sim um criminoso, não é porque usa computador que deixa de ser uma "mala", satirão nele.

    7 3 Responder

  • Eneusa Claudino | 2 meses atrás

    O crime de estupro virtual, como o nome já diz, é um crime cometido pela internet, através de redes sociais. É o tipo de crime em que a própria vítima é a única responsável pelo fato, ao ceder as ameaças feitas pelo criminoso. Somente as mulheres desprovidas de cérebro e loucas para cair no "gravatá" que são vítimas desse tipo de crime. Porque não acontece com mulheres inteligentes e sérias? Porque a mulher que se preza não aceito ter amizade com um indivíduo dessa espécie!

    13 4 Responder

  • o bao | 2 meses atrás

    as mulheres perderam seu valor ,olha crime virtual e palhaçada era so sair do computador e pronto ja resolvia ,mais não ,quer ficar ali se mostrando ,hoje as mulheres esquecem que tem filhos maridos ,familia so querem ficar no PC ,e e nisso que da :confused: :confused: :confused:

    11 11 Responder

  • Fica de olho | 2 meses atrás

    Tem sujeito ... virtualmente. Fica de :eyes: .

    2 0 Responder

  • Mari | 2 meses atrás

    Quando algum morador de rua comete algum delito as tem um monte de fotos, quando é ladrão, traficante, estuprador ,não Colocam.

    8 0 Responder

  • Marcao | 2 meses atrás

    Isso tudo tem solução gente. Vai todo mundo trabalhar e parar de ficar vagabundando na internet, tenho que certeza que se tivessem trabalhando isso não estava acontecendo. Isso é falta de serviços, e enquanto a policia esta ocupando o tempo e gastando dinheiro publico com esse povo que não tem o que fazer, devia esta investigando outros casos mais importantes. Tenha paciência tá!

    5 12 Responder

carregar mais comentários