Publicado em 11/04/2018 por Maurício Rocha
Compartilhe:

PM recupera caminhão de cerveja de empresa de Patos de Minas e prende autores do roubo

Eles confessaram que o veículo e as caixas de cerveja seriam levados para Uberlândia.

Três homens acusados do roubo foram presos pela Polícia Militar.

A Polícia Militar conseguiu recuperar um caminhão carregado de cerveja que havia sido tomado de assalto na noite dessa terça-feira (10) na BR 354. Três homens acusados de terem cometido o roubo foram presos em flagrante. Eles confessaram que o veículo e as caixas de cerveja seriam levados para Uberlândia. A carga seria vendida por R$ 300 mil.

A ação da Polícia Militar começou por volta de 19h20, quando o foi feita a denúncia de uma suposta tentativa de roubo de um veículo de carga. O crime teria acontecido na BR 354, no município de Santa Rosa da Serra, mas os policiais compareceram no local e nada foi encontrado. Os patrulhamentos continuaram e uma equipe da Polícia Rodoviária de Carmo do Paranaíba desconfiou de um caminhão carregado com cervejas sendo escoltado por uma caminhonete GM S10.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––

Os dois veículos deixaram a BR 354 e entraram na MG 230, sentido a cidade de Rio Paranaíba. Os policiais foram atrás e fizeram a abordagem dos autores. Segundo os militares, tanto o condutor do caminhão, quanto os dois ocupantes da caminhonete entraram em contradições. No interior do veículo, os policiais encontraram um bloqueador de sinal rastreador, chamado de capetinha. Além disso, os policiais encontraram um crachá em nome de Geraldo.

Nesse instante, os policiais solicitaram apoio dos policiais da 10ª Companhia Independente e do 15º BPM. Durante as diligências e contatos telefônicos, os militares chegaram a informação de que o crachá pertencia ao verdadeiro condutor do veículo. O homem que dirigia o caminhão foi abordado novamente e disse que Geraldo havia apenas pegado carona e desembarcado em outro lugar.

Mas diante de tantas contradições e sem mais argumentos para tentar despistar a ação dos policiais, os três homens acabaram confessando o roubo. Eles informaram que o veículo tinha como destinação à cidade de Uberlândia e a carga seria vendida pela quantia de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais). Disseram ainda que iriam manter o condutor em cárcere privado até a manhã seguinte.

 Foram presos na ação Fillipy Ferreira Pelozi, de 28 anos, Claudinei de Paula Souza, de 30 anos e Milton César Borges Rodrigues, 41 anos. Segundo a Polícia Militar, todos eles têm envolvimento policial. O veículo foi restituído a Empresa Zago sem  nenhuma perda. A caminhonete S10, conduzida por Fillipy, possuía sinais de adulteração e foi apreendida.

A Polícia Militar também conseguiu localizar o verdadeiro motorista do caminhão. Ele foi encontrado na BR 365, entre as cidades de Patrocínio e Uberlândia, e passa bem.

Imagens atualizado em 11/04/2018 • 5 fotos

Autor: Maurício Rocha Postado em 11/04/2018
Compartilhe:

23 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • COLOSSUS | 3 meses, 1 semana atrás

    Será que a família de um cara desse não fica com vergonha de ter indivíduos assim em casa? Será que um cara desses não fica constrangido ao ver no espelho a imagem de uma pessoa sem caráter, sem brio, sem vergonha, uma pessoa desprezível e inútil em nossa sociedade? Quando é que esse povo da vida fácil vai acordar e começar a estudar, trabalhar e conquistar suas próprias coisas com o suor de seu labor?

    1 0 Responder

  • Paulo | 3 meses, 1 semana atrás

    Lembrando que os grandes supermercados estão com os preços de cervejas lá em baixo e as vezes as pessoas confundem atravessadores com vendedores de cerveja, fiquem calmos que ladrões de cargas em Patos não tem.

    10 1 Responder

    Cervejeiro - 3 meses, 1 semana atrás

    Você acha que está barata? Bebe nada inocente!!! Eu bebo 5 latões em casa 3x5=15 e 5 garrafas nos buteco 8x5 =40 por semana. Dá 55 reais por semana e 220 por mês. Quando tem feriado fica mais caro ainda. Um absurdo!!! Tinha que ser mas barata. Tô gastando mais com meu combustível do que com o combustível do carro.

    1 9

  • PEGA LDRÃO | 3 meses, 1 semana atrás

    OS COMERCIANTES PRECISAM PARAR DE ALIMENTAR ESTAS MÁFIAS, NÃO ADIANTA FICAR RECLAMANDO QUE O PAIS ESTÁ CHEIO DE CORRUPTOS SENDO QUE OS MESMOS ESTÃO COLABORANDO COM A BANDIDAGEM COMPRANDO MERCADORIAS CLANDESTINAS E SEM NOTA FISCAL. MUITA ATENÇÃO COMERCIANTES A RECEITA ESTÁ EM CIMA DOS COMPRADORES DE MERCADORIAS SEM NOTA FISCAL .

    13 0 Responder

    APP - 3 meses, 1 semana atrás

    Infelizmente, esse tipo de crime só ocorre porque parte da população e dos comerciantes insiste em comprar mercadoria de procedência duvidosa. Se não comprassem, ou seja, se não alimentassem a marginalidade, nada disso ocorreria.

    3 0

  • PEGA LDRÃO | 3 meses, 1 semana atrás

    OS COMERCIANTES PRECISAM PARAR DE ALIMENTAR ESTAS MÁFIAS, NÃO ADIANTA FICAR RECLAMANDO QUE O PAIS ESTÁ CHEIO DE CORRUPTOS SENDO QUE OS MESMOS ESTÃO COLABORANDO COM A BANDIDAGEM COMPRANDO MERCADORIAS CLANDESTINAS E SEM NOTA FISCAL. MUITA ATENÇÃO COMERCIANTES A RECEITA ESTÁ EM CIMA DOS COMPRADORES DE MERCADORIAS SEM NOTA FISCAL .

    13 0 Responder

  • Mão branca | 3 meses, 1 semana atrás

    Será que fica preso uma semana? Acho que não.

    9 0 Responder

  • Ediio Batista da Fonseca | 3 meses, 1 semana atrás

    Parabéns á policia pela prisão destes marginais....é isto aí pau nestes bandidos....!!!!!

    20 5 Responder

    Maria - 3 meses, 1 semana atrás

    Engracado a noticia foi dada foi mostrado os culpados e vc esta levantando um outro culpado? Uai entao precisa de policia mais nao vc e a policia. Pra acusar tem que provar. Vc deu informacoes de mais. Se esse arrois ai fosse culpada ou bandido meu amigo a policia ja teria pego. Vc nunca se perguntou isso nao?. E outra como vc sabe se ele vende sem nota? Vc ja comprou dele? Provavelmente nao ne. Esta e com inveja de um cara trabalhador esta properando na vida. Vai trabalha e deixa os outros trabalha.

    4 3

  • PEDRO LEGO 3 meses, 1 semana atrás

    Comentário removido pelos leitores. Este comentário foi retirado porque recebeu 20 votos negativos a mais que os positivos.

    Arroz - 3 meses, 1 semana atrás

    Senhor Pedro Lego, compro cerveja no martminas e no Bernardao. Eu nao conheço vc mais com certeza deve ter mudado o nome. Cuidado com o q fala afinal de contas pra acusar alguém precisa de provas. Mais os comerciantes me conhecem, sabe da minha índole. Não sei o q te fiz pra vc levantar esse falso, mais tudo bem. Consciência tranquila..

    27 7

    Ze mane - 3 meses, 1 semana atrás

    O carro dele e preto. Cuidado com q fala Pedro Leva

    9 9

    Daniel - 3 meses, 1 semana atrás

    Pedro Lego: seja cuidadoso com suas palavras. Não se pode fazer insinuações de acusações a outros cidadãos. Conheço a pessoa à qual você se refere e posso atestar seu caráter e honestidade. Para mim, é muita clara sua intenção de prejudicar alguém trabalhador.

    12 1

  • Francisco Fortunato | 3 meses, 1 semana atrás

    Minha opinião, se eu fosse proprietario de comercio de bebidas não compraria destes caras que vendem sem nota, inclusive tem uma camionete branca com carroceria de madeira que esta vendendo cerveja. Tomem cuidado porque cerveja barata e sem nota uma hora a receita vai entrar nos comercios que estão comprando e lascar uma multa nos comerciantes. E pode ter certeza que a Receita já esta em cima destes caras daqui de Patos, Lagoa Formosa, São Gotardo e região para pega-los.

    10 1 Responder

    Receita - 3 meses, 1 semana atrás

    Estamos ingessados pelo nosso patrão Sr Pimentel, não tem Fiscal, não tem viatura e não tem como fiscalizar....se fosse assim os açougues da cidade já tinha fechado já não tem notas fiscais....

    7 5

  • Fiscal | 3 meses, 1 semana atrás

    Tem apertar mais estes bandidos....um dos líderes da região está solto, fez uns bicos nesta empresa, faz parte do bando de Uberlândia e Uberaba, faz parte velada das próprina a turma que Graeco efetuou a prisão, traz veículos clonados pra cidade além muitos outros já em circulação aqui. Hora está aqui e no Sul de Minas próximo a divisa do Rio de Janeiro. Tem muita lábia, cara de bonzinho, um meninao, mas com mente do mal em prejuízos.

    14 0 Responder

  • Ponto chic | 3 meses, 1 semana atrás

    Tem que investigar umas pessoas aqui em PATOS que estão vendendo cerveja e bebidas sem nota fiscal saem vendendo nos comércios os vendedores moram no bairro Nova floresta . Com certeza é carga roubada .

    13 2 Responder

    Eu - 3 meses, 1 semana atrás

    Provavelmente bebida adulterada, é o que mais têm aqui em Patos de Minas, acham que estão tomando cervejas da AMBEV e na verdade estão tomando glacial, lokal, cintra e bavária. Bebidas destiladas, campari, montilla, bacardi, 51 e 29 também estão sendo falsificados.

    8 2

    Eu 02 - 3 meses, 1 semana atrás

    Cervejas de milho da ambev não tem nada de diferente da lokal, glacial, cintra, bavária. Só preço que é mais caro. A receita do líquido é tudo igual, tanto que se isso não fosse verdade todo mundo conseguiria reconhecer quando é falso. Se não conseguem perceber é a prova que é tudo igual.

    5 2

    Mão branca - 3 meses, 1 semana atrás

    Devassa geladinha, muito melhor que essas da Ambeve

    3 3

carregar mais comentários