349669 2216 Ok
Banner CNA - TOPO
Publicado em 21/08/2017 por Farley Rocha
Compartilhe:

Órgãos traçam estratégias para impedir distribuição de bebidas a menores em Patos de Minas

Os profissionais pedem o apoio dos pais para que denunciem os eventos irregulares e verifiquem os lugares onde os adolescentes frequentam.

A reunião aconteceu na sede do Conselho Tutelar nesta segunda-feira (21).

O Conselho Tutelar se reuniu nesta segunda-feira (21) com o Corpo de Bombeiros e Comissários de Menores e deve intensificar a fiscalização de eventos com distribuição de bebidas alcoólicas em Patos de Minas. Os profissionais pedem o apoio dos pais para que denunciem os eventos irregulares e verifiquem os lugares onde os adolescentes frequentam. Um projeto está sendo elaborado para evitar novos casos.  

A presidente do conselho tutelar, Vanesa Gonçalves Silva, falou sobre a reunião. Ela informou que a intenção é conseguir apoio para impedir que adolescentes consumam bebidas em eventos como ocorrido no sábado (19). O comandante do Corpo de Bombeiros, Major Maresguia, se comprometeu em apoiar a fiscalização. Vanesa destacou que os bombeiros irão verificar se a estrutura dos imóveis comportam com segurança os frequentadores.

Também serão observados se há todos os equipamentos necessários para prevenção e combate a incêndio e pânico. Além disso, haverá um trabalho para conscientizar a população, os organizadores de eventos e todos os profissionais que atuam nas festas. Vanesa destacou que é crime vender ou entregar bebida alcoólica para menores e não só os organizadores serão responsáveis. “Se o segurança entregar, ele também será responsável”, disse.  

A conselheira também ressaltou que um projeto foi elaborado e enviado para a Vara da Infância e Juventude para respaldar a conduta dos fiscais. Ofícios a outros órgãos como Polícia Militar também serão encaminhados em busca de apoio nas abordagens. Ela salientou que a festa de sábado estava toda irregular. “Um adolescente de 17 anos foi que promoveu. Ele não tinha alvará de funcionamento e vários menores haviam ingerido bebida alcoólica”, disse.

Vanesa também informou que fez contato com o adolescente de 13 anos que ficou em coma alcoólico. Ela disse que o garoto está bem e uma visita será feita ao adolescente que promoveu o evento para conscientizá-lo. Por fim, ela pediu o apoio dos pais e da sociedade para que denunciem os eventos irregulares. As pessoas podem ligar nos telefones do Conselho 3822 9694 ou 9 9669 1813 ou ligar ainda para a Polícia Militar no 190 ou no disque denúncia 181.

Imagens atualizado em 21/08/2017 • 4 fotos

Giraffas
Autor: Farley Rocha Postado em 21/08/2017
Compartilhe:

34 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • apoio | 3 semanas, 5 dias atrás

    Tem que ser feita a fiscalização sim ! Mais infelizmente não podemos ser hipócritas e pensar que o problema esta nos eventos,bares etc... Hoje, álcool e drogas é um problema social ! Alguém foi na casa desse adolescente para saber como é a relação dele com seus pais ? O que levou a esse adolescente chegar nesse estado ? será que foi a festa que o estimulou a fazer o uso de álcool ate chegar nesse estado ou será que foi um meio que ele achou para descarregar algum sentimento guardado? Não podemos julgar as pessoas que VIVEM de eventos,bares... por causa do fato ocorrido. TODOS NOS FOMOS ADOLESCENTES UM DIA .BASTA VOLTAR AO PASSADO E ANALISAR Minha humilde opinião ne ! So acho que o álcool e as drogas é um problema social de SEMPRE !

    1 0 Responder

  • Lagoense feliz | 4 semanas atrás

    Na Minha modesta opinião, estas reuniões do só servem de marketing para estas instituições , pois sabemos que é impossível combater esta guerra , pois estas instituições não tem funcionários suficientes para fiscalizar estas festas que acontecem na cidade de Patos . Aqui em Lagoa Formosa tem uma casa de show na entrada da cidade, Que vários menores bebem e saeem carregados de lá de dentro e nunca vi ninguém fiscalizar. Jsf

    1 0 Responder

  • Heloísio | 4 semanas atrás

    ( é isso aí vamos tirar os jovens do alcool e punir aqueles que não cumprir a Lei ) :cop:

    0 0 Responder

  • Gabriel Freitas | 4 semanas atrás

    Márcio Prada Thiago Cardoso, todos vcs vão morrer de sede

    1 0 Responder

  • Patense | 4 semanas atrás

    Tem que proibir também esses barzinho que vende bebida alcoólica e cigarro para menores. Na rua Arlindo porto mesmo em um armazém e em um mercadinho já presenciei varias vezes a venda de bebida e cigarro para menores.Vamos fazer um pente fino para resolver isso.

    5 0 Responder

  • xebeck | 4 semanas atrás

    Arranca o coro deles e pronto

    0 0 Responder

  • Marlene Silva | 4 semanas atrás

    Se não tiverem o apoio dos pais ...de nada adianta!!!!

    6 0 Responder

  • Zé Pikeno | 4 semanas atrás

    Kd meu comentário? Lá não tem ofensa nenhuma!!!!

    5 0 Responder

  • Valeria | 4 semanas atrás

    Perai que projeto é esse ? Terá fiscais em super mercados fiscalizando o maior comprar a bebida e entregar para o menor? A caixa do super mercado poderá solicitar o rg do individuo qdo suspeitar ser menor sem ser agredida ou processada? faça me o favor chega de hipocrisia todos sabem inclusive os pais que as festas aqui em patos são regadas a bebida e que os menores consomem. ex .na fenamilho menores consomem bebidas so são pegos qdo embriagados caso contrario é so festa . Tenha paciencia filhos são responsabilidades dos pais com relação a casas noturnas poder de policia fiscalização agora fazer projeto para coibir r a venda tenha dó a venda ja é proibida por lei vamos fazer projetos de relevancia qto á esse pinguços mirins os pais que tomem as providencias cabiveis

    7 0 Responder

    Certissimo - 4 semanas atrás

    Outro dia precisei ir ao cartório reconhecer firma, deparei com uma fila imensa, e sabe o que era, pais registrando autorização para seus filhos menores participarem de um SHOW, conselho tutelar proíbe e os pais liberam, o brasil precisa de menos leis e mais conscientização.

    3 1

  • Mae de 2 | 4 semanas atrás

    Hoje em dia os adolescentes estão muito precoces em relação a festas e eventos. No meu tempo ( e não sou tão velha assim) boates, festa do milho não tinham o fácil acesso que tem hoje. E os adolescentes se comparam muito uns com os outros, "minha colega vai, só você que não deixa". Os órgãos regulamentadores são indispensáveis, mas principalmente os pais devem se conscientizar dos locais onde os filhos frequentam.

    4 2 Responder

carregar mais comentários