349669 2216 Ok
Banner Unipam 2017 - Institucional
Publicado em 30/08/2017 por Maurício Fernandes
Compartilhe:

Operação Alerta Vermelho do Corpo de Bombeiros fiscaliza comércios para prevenir incêndios

O objetivo é conscientizar os comerciantes a estarem em dia com os requisitos de prevenção de incêndio.

Os militares passaram por três bairros visitando os comércios.

O Corpo de Bombeiros de Patos de Minas realizou na manhã desta quarta-feira (30) a segunda etapa da Operação Alerta Vermelho. O objetivo é conscientizar os comerciantes a estarem em dia com os requisitos de prevenção de incêndio. Os militares passaram por três bairros visitando os comércios.

A Operação Alerta Vermelho é mais um passo do Corpo de Bombeiros para tentar amenizar a grande quantidade de incêndios em Patos de Minas. Durante esta manhã, os militares percorreram toda a Avenida Afonso Queiroz passando pelos bairros Boa Vista, Sebastião Amorim e Jardim Panorâmico.

De acordo com o Tenente Elias foram vistoriados desde a iluminação até saídas de emergência. “A iluminação, as saídas e os extintores são primordiais no combate ao incêndio. Uma vez que o comércio esteja devidamente equipado com essas medidas protetivas, dificilmente algum foco não poderá ser controlado”.

Ainda segundo o Tenente, a primeira fase da operação aconteceu na Avenida Brasil, onde foram vistoriados cerca de 65 comércios e menos da metade estava devidamente equipado com todas as precauções exigidas pelo Corpo de Bombeiros.

O Major Maresguia alerta sobre o risco que o comerciante corre se não estiver amparado pelas medidas de proteção. “O risco é muito grande, tanto para o proprietário do comércio quanto para os clientes e vizinhos. Caso aconteça algum incêndio e o comerciante não esteja em dia com as reinvindicações do Corpo de Bombeiros o risco das chamas passarem para o comércio vizinho é bastante considerável”.

Ele ainda conta que a medida protetiva é para resguardar a integridade do comerciante e de seus produtos “O comerciante luta uma vida inteira para conseguir se estabelecer no mercado e em apenas alguns minutos o fogo pode destruir tudo. Então é importante que sejam seguidas as normas passadas pelos militares, até para que a integridade física de comerciantes e clientes seja preservada”.

O Corpo de Bombeiros deverá vistoriar cerca de 60 estabelecimentos somente nesta quarta-feira.

Imagens atualizado em 30/08/2017 • 16 fotos

Rovan - Super Banner Rodape - inicio 11-07-17
Autor: Maurício Fernandes Postado em 30/08/2017
Compartilhe:

13 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Mais impostos | 2 meses, 3 semanas atrás

    Só p aumentar a arrecadação pra esse governo do Estado e do município que nao trabalha. Enquanto isso alguém sabe explicar porque fechou vários postos do corpo de bombeiro na cidade? A cidade tá em chamas!!!

    2 0 Responder

  • Ta de Brincadeira | 2 meses, 3 semanas atrás

    Essa tal fiscalização aí é pra meter a mão no bolso do empresário com a tal taxa de incêndio. Só serve pra roubar o dinheiro do empresário. Mais nada. Se a loja pegar fogo, eles vão fazer o que, jogar agua depois que o fogo consumir todos os produtos. Melhor pagar um seguro que essa ladroagem de taxa de incêndio.

    1 1 Responder

  • Teatro Municipal | 2 meses, 3 semanas atrás

    Uma bomba aquilo lá. Nao tem avcb e ninguem faz nada

    2 0 Responder

  • Chico | 2 meses, 3 semanas atrás

    Hoje de manhã, enquanto varios bombeiros realizavam as vistorias na Avenida Afonso Queiroz, a mata do Caatingueiro, bem pertinho dalí, novamente estava em chamas.

    3 0 Responder

  • roberto | 2 meses, 3 semanas atrás

    A MAIORIA DAS INSTALAÇÕES DE P-45 DE PATOS DE MINAS ESTÃO IRREGULARES, ,PORQUE NÃO CUMPREM A LEGISLAÇÃO. AI SIM EXISTE UM GRANDE PERIGO.

    2 1 Responder

  • Segura Engenharia | 2 meses, 3 semanas atrás

    SOLUÇÃO! Contate agora mesmo para se regularizar junto ao Corpo de Bombeiros! https://www.seguraengenharia.com.br/

    1 3 Responder

  • joao bolao | 2 meses, 3 semanas atrás

    Onde denuncia barracão irregular onde funciona um depósito de material elétrico, que nao tem se quer um extintor de incendio nem alvara de funcionamento da prefeitura nem do corpo de bombeiro. Além de tudo ainda utilizam equipamentos que podem provocar incendio como maquina de solda, gerando um grande risco de incendio no barracao e nas casas vizinhas.

    3 0 Responder

  • Lagoense feliz | 2 meses, 3 semanas atrás

    Na Minha modesta opinião, estas fiscalizações de nada adianta, pois o brasileiro só respeita as regras se mexer no bolso dele. Jsf

    3 1 Responder

  • Chega de hipocrisia | 2 meses, 3 semanas atrás

    E o paiolao? Vão deixar entrando aquele tanto de gente sem nenhuma segurança durante as festas? Se soltarem um track ali, vai morrer gente pisoteada igual à Boite Kiss. Passou de horas de tomar providências. Portas de emergências trancadas com cadeado na hora dos shows e bailes e nenhuma autoridade toma providências. É uma tragédia anunciada, infelizmente!

    7 1 Responder

    Bastião - 2 meses, 3 semanas atrás

    Realmente, estive observando o teto do paiolão e na mesma hora me veio na cabeça o mesmo que você disse. O teto é todo de pano, se por acaso der um incêndio ali rapidamente ele se alastra. Aí será um corre-corre que colocará muitas vidas em risco. Uma atitude deve ser tomada.

    2 0

  • Eduardo Babilonia | 2 meses, 3 semanas atrás

    O objetivo é cobrar e receber a Taxa de incêndio, só isso! E vão é nos pequenos pois os grandes comércios não vão!

    25 2 Responder

carregar mais comentários