Ônibus com cerca de 40 passageiros cai em ribanceira na BR 365 e faz diversas vítimas

Ainda não há informações sobre a gravidade dos feridos.

publicado em 11/02/2019, por Maurício Rocha

Um ônibus de transporte de passageiros caiu em uma ribanceira na BR 365 e deixou várias pessoas feridas. O Corpo de Bombeiros de Patos de Minas foi acionado para fazer o socorro das vítimas. Pelo menos 45 pessoas ficaram feridas. As causas do acidente ainda terão que ser investigadas.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––

O acidente aconteceu por volta de 21h30 desta segunda-feira (11). Segundo informações de testemunhas, o veículo saiu da pista e caiu em uma ribanceira próxima ao Posto Caxuxa, no município de São Gonçalo do Abaeté. O veículo parou tombado.

Imagens encaminhadas à redação do Patos Hoje mostram passageiros feridos sendo socorridos por profissionais de saúde e pelos homens do Corpo de Bombeiros. A informação é de que o ônibus levava mais 45 passageiros. A Polícia Rodoviária Federal confirmou que a grande maioria ficou ferida.

Segundo relatos de passageiros, o ônibus tinha como destino a cidade de Patos de Minas. O motorista teria informado que um caminhão fazia uma ultrapassagem proibida no local e, para não bater de frente, ele acabou jogando para o acostamento. Ele não teria conseguido dimensionar a altura do barranco.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, as informações prestadas pelos motoristas do caminhão e do ônibus são divergentes. O condutor do caminhão parou no primeiro posto de combustíveis que encontrou pela frente e acionou socorro. Segundo o inspetor Terceiro, esta não é a conduta ideal. O condutor foi levado para a Delegacia da Polícia Civil de Patos de Minas para prestar esclarecimentos e foi ouvido e liberado.

A Polícia Rodoviária Federal informou ainda que o ônibus não possui registro na ANTT para o transporte de passageiros, sendo considerado clandestino. Pelo menos 45 pessoas ficaram feridas, alguns com maior gravidade, sendo que 23 foram encaminhados para o Hospital Regional de Patos de Minas. 

Imagens atualizado em 11/02/2019 • 14 fotos

 

Autor: Maurício Rocha Postado em 11/02/2019
Compartilhe:

27 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • karla | 1 semana, 1 dia atrás

    Gente viajei esses dias e fiquei impressionada com a postura dos caminhoneiros. Eles ultrapassam uns aos outros e não estão nem ai se vem carro do outro lado. Se você tiver do outro lado que jogue para o acostamento, eles não estão nem ai se da tempo ou não, só ultrapassam e pronto.

    13 2 Responder

  • pé quente | 1 semana, 1 dia atrás

    AS VERSÕES DOS MOTOBOSTAS não batem . qual motobosta que assume a cagada que faz ? resposta ! nenhum . sempre colocam a culpa em outros e , quando não tem ninguém pra culpar dizem que houve falha mecânica .os motobostas são sim muito mal preparados e uns verdadeiros aloprados .

    6 18 Responder

    Motorista - 1 semana atrás

    Estes motorista que vc disse da pai de família e são eles que transporta tudo neste país por favor mais educação com nos.obrigado

    2 1

  • Gabriel | 1 semana, 1 dia atrás

    Falei na reportagem sobre o assassinato do médico por aquele caminhoneiro. Porque é assassinato mesmo. E os defensores desses malucos drogados vieram me encher o saco. Um exemplo que eu usei foi exatamente esse, eles ultrapassam onde querem e se estão de frente com você, você que deve sair da pista para eles.

    11 4 Responder

    Hipocrisia - 1 semana, 1 dia atrás

    Eu já disse na outra postagem, e vc continua generalizando que todos são usuários de drogas. Na outra matéria eu ainda pedi mais respeito com as pessoas e a profissão dos outros, na sua profissão e na de seus familiares devem ter drogados também e nem por isso você é um deles. Você tá querendo formar uma opinião criada pela imprensa que generaliza que todos os motoristas são usuários de drogas e criadores da prostituição, sendo que a maior concentração desta última está nos grandes centros onde caminhões nem frequentam. Eu acho que você só pode ser filho de um programa barato com um caminhoneiro drogado pra ter tanta revolta deles, e no fundo vc não vive sem, não adianta vc depende deles pra tudo kkkkkkkkkkkkk e ponto

    4 0

  • maria | 1 semana, 2 dias atrás

    GENTEE Q TA ACONTECENDO COM ESSES CAMINHONEIROS...TA DIFICIL DE DIRIGIR NAS RODOVIAS ELES ULTRAPASSAM EM UMAS CURVAS Q SÓ DEUS..FUI P ROÇA NO SABADO VI UM CAMINHONEIRO ULTRAPASSAR EM UM CURVA PERIGOSA Q SE ELE BATESSE NAO SOBRAVA ERA NADA E AINDA IRIA BATER EM MAIS 2 CARRETAS ....TEM TACAR RADAR MESMO.

    26 4 Responder

    Gabriel - 1 semana, 1 dia atrás

    Não tá acontecendo nada, as estradas que não estão mais comportando o fluxo de veículos.

    0 0

    Mentirosa - 1 semana, 1 dia atrás

    Aí mentiu bonito viu kkkkkkkkkkkkk ultrapassar em curva fechada. Colocar radar pra arrecadar dinheiro pro estado NÃO investir em rodovias. Larga de ser atrasada precisamos de vias duplas urgentes

    0 0

  • Professor | 1 semana, 2 dias atrás

    Olha a velharia que é o onibus, deve ser daqueles que vem do Nordeste, o tal do pobre so leva fumo coitado.

    9 26 Responder

  • LILA | 1 semana, 2 dias atrás

    Bom dia. Parabéns aos socorristas, e o povo tem de concientizar e parar de andar nestes ônibus clandestinos, que Deus ilumine estas pessoas

    17 2 Responder

  • Rita | 1 semana, 2 dias atrás

    Faltou ambulâncias dos bombeiros e do Samu.vitimas foram transportadas dentro de uma VAN sem nenhum apoio de viaturas, sangrando e com varios ferimentos. Quando precisa não tem

    9 6 Responder

  • Alguem revoltado | 1 semana, 2 dias atrás

    O que me deixa mais chateado e que poucas horas antes eu passei por esse ônibus na 365, e ele estava no acostamento da rodovia juntamente com outro ônibus clandestino, e ambos apresentavam defeitos. Por isso sou a favor da fiscalização, entendo que nem todos tem condições de pagar uma passagem em uma companhia credenciada, mas muita das vezes esses ônibus clandestinos, apresentam vários defeitos, não tem motorista devidamente treinados, instruídos e descansados para realizar uma viajem dessa! Enquanto não houver punições no Brasil, vai continuar acontecendo tragédias decorrentes de falhas humanas.

    11 2 Responder

    Alguém mais revoltado ainda - 1 semana, 2 dias atrás

    Se não tem nada de bom e verdadeiro pra falar fique calado. Não sabe de nada e fica dando um de sabichão. Para de deduzir as coisas. Não sabe o que aconteceu e fica apontando dedo. Cuida da sua vida. E deixa que os profissionais da área da saúde e segurança fazem o resto. (O motorista tem mais anos de direção do que vc tem de escola.)

    6 14

  • Eu | 1 semana, 2 dias atrás

    É uma situação bem complicada,,pq agente anda nessa BR,,,ñ tem como entender p onde correr ,,quando está vindo um caminhão ,,,principalmente quando é atrás,,,,é uma velocidade q se bobear,,passa por cima..

    5 2 Responder

  • Dacio Kuprahminn | 1 semana, 2 dias atrás

    Lamentável. Lembro que, há poucos dias, o coordenador do PROCON havia prometido e se comprometido a fiscalizar esse tipo de transporte. Para mim, soou como uma falácia, notadamente, porque foi no calor de um acontecimento semelhante que o fez vociferar tal mentira. Ficou bem evidente o condão político do prometido pelo tal coordenador. Aqui no Brasil, estamos fadados ao fracasso pela falta de infraestrutura por parte do estado, seja na “segurança pública”, “saúde”, “educação” ou na garantia de todos esses compromissos, sendo na fiscalização. Dia após dia estamos vivenciando as “fatalidades” chanceladas pelo estado, que se porta inerte diante dos riscos que a população é submetida.

    6 5 Responder

carregar mais comentários