Publicado em 06/11/2018 por Farley Rocha
Compartilhe:

Número de atestados de servidores municipais de Patos de Minas cai 42% nos últimos meses

O intuito é analisar as principais causas de afastamentos e propor condições favoráveis para melhorar a saúde dos trabalhadores, além de fiscalizar e coibir irregularidades.

De janeiro a outubro de 2018, já foram contabilizados 2596 atestados.

A Prefeitura de Patos de Minas, através da Secretaria Municipal de Administração (SMA), tem realizado um trabalho contínuo de acompanhamento dos atestados médicos apresentados ao departamento de Medicina do Trabalho por servidores municipais efetivos e contratados. O intuito é analisar as principais causas de afastamentos e propor condições favoráveis para melhorar a saúde dos trabalhadores, além de fiscalizar e coibir irregularidades.

De janeiro a outubro de 2018, já foram contabilizados 2596 atestados, sendo 2117 por licença de saúde e 479 para acompanhamento de tratamento médico. Desse total, 1714 (66,02%) foram solicitados por funcionários efetivos e 882 (33,98%) por pessoal contratado. A secretaria que lidera o ranking de número de atestados é a de Saúde (1388), seguida pela de Educação (801) e de Desenvolvimento Social (105). Os meses com maior número de atestados apresentados foram abril (382), março (377) e fevereiro (293). No comparativo de abril com outubro mostra que o a quantidade de atestados diminuiu em 42%.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Medic Imagem

O total de dias perdidos já passa de 37 mil, e mesmo com a redução do número dos atestados, o impacto nos cofres públicos municipais é bastante significativo. O custo geral com os atestados de janeiro a outubro chega a R$3,4 milhões, sendo a Secretaria Municipal de Saúde com o valor mais elevado (R$1,8 milhões), seguida pela Semed (R$1,1 milhões) e Semop (R$160 mil). No comparativo de abril com outubro a prefeitura conseguiu economizar R$258.530,00.

As doenças que mais acometeram os trabalhadores municipais vão desde diarreias, dores na coluna, conjuntivite e sinusite, a cirurgias. Dentre o total de atestados, os Professores de Educação Básica lideram o ranking com 355 e 3.890 dias perdidos. Os auxiliares de serviço já tiraram 286 atestados em 2018 e perderam 5.216 dias. Os agentes comunitários de saúde ocupam o 3º lugar com 223 atestados (5.337 dias) e os educadores infantis protocolaram 187 justificativas médicas totalizando 3.305 dias perdidos. Os médicos já se afastaram 77 vezes e perderam 1.047 dias de trabalho.

“Os resultados mostram que não estamos medindo esforços para acompanhar e solucionar os principais problemas relacionados com os afastamentos dos nossos servidores. Essa redução é fruto do bom trabalho realizado pelas equipes da Medicina do Trabalho”, destacou o Secretário Municipal de Administração, José Martins Coelho.

Os servidores ainda não receberam neste mês de novembro e a administração municipal não definiu uma data para pagamento. Na semana passada, o Prefeito Municipal José Eustáquio Rodrigues Alves, decretou situação de calamidade financeira e anunciou diversos cortes, como: demissões, suspensão de vencimentos, redução de encarregados e diminuição de gratificações.

Autor: Farley Rocha Postado em 06/11/2018
Compartilhe:

22 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • ep | 1 semana, 3 dias atrás

    Fizeram a percentagem pelo numero de funcionarios de cada secretaria?? 100 atestados por diarreia?? agua e comida??

    0 0 Responder

  • Romeu | 1 semana, 4 dias atrás

    Isso se chama boicote ao governo Pedro Lucas. Mas como aqui nessa terra a justiça tarda mas não falta esse povo agora vai trabalhar se ainda tiver o emprego, vai receber não sabe :innocent:quando, e sem a malandragem de falsos atestados para burlar o emprego pois se vacilar o Zé manda pra rua pra cortar os gastos, kkkkkkkk... e eu assistindo tudo de camarote.

    3 0 Responder

  • Brasil sob nova direção | 1 semana, 4 dias atrás

    Pelo jeito a saúde é quem é campeã dos atestados. Tem uma lógica nisso: são amiguinhos dos médicos. Uma mão lava a outra.

    0 2 Responder

  • Dede | 1 semana, 4 dias atrás

    Engraçado que o maior número de atestados e da área da saúde !!!!! Será porque ? Será que é porque os funcionários da saúde ficam coligados com os médicos da própria prefeitura para dar atestado fraudulentos ? Sr prefeito mandem todos embora e coloque isso de exemplo .

    5 6 Responder

    UPEIROS - 1 semana, 4 dias atrás

    Seu burro somos concursados e quem manda na administração pública somos nós .

    2 5

  • Quebra ossos | 1 semana, 4 dias atrás

    saudades do pedrinho

    4 6 Responder

  • FORMIDÁVEL - INACREDITÁVEL | 1 semana, 5 dias atrás

    Será que os Homens de Branco são cúmplices? Inacreditável! Ou acreditavam em mentiras dos servidores para fornecer atestados? Ou está provado que os Homens de Branco fazem na função pública exatamente o que fazem na privada? "O QUE VOCÊ TEM?" - Espinhela caída doutor! Toma! - 5 dias....

    4 4 Responder

  • Vereador | 1 semana, 5 dias atrás

    Esses funcionários públicos não pode ser picado por uma muriçoca que pega atestado de um ano.. Parabéns executivo.. vamos dá moleza pra esses preguiçosos não..Vamo arrumar esse povo na linha.. acabou a mamata.. aqui não Pica-Pau.. aqui é azulejo.. aqui sê trinca o bico..

    4 5 Responder

  • Atestado é para o Prefeito | 1 semana, 5 dias atrás

    Incompetência. É só coloca culpa nos outros

    4 1 Responder

  • Bigorna | 1 semana, 5 dias atrás

    O único Lugar do Mundo onde o funcionário Publico, trabalha somente 06 horas por dia, obra de um Prefeito que mais afundou Patos em todos os sentidos.....é o prefeito da copasa, é o prefeito do funcionário publico que só trabalha 06 horas por dia.....mas ele se viu recompensado pela sua votação maciça que obteve.... FUNCIONÁRIO ´PUBLICO EM PATOS DE MINAS TRABALHA SOMENTE 06 HORAS POR DIA .É O CUMULO.....

    3 5 Responder

    Resposta - 1 semana, 4 dias atrás

    Bigorna, não sou funcionária pública de Patos de Minas, mas acredito que talvez a redução do número de atestados tenha se dado pela redução da carga horária, o que ainda facilita a ida a consultas médicas fora do horário de trabalho.

    2 0

  • Sapao | 1 semana, 5 dias atrás

    O secretário junto com o prefeito tinha de ter vergonha na cara e ao invés de ficar mostrando isso da a solução era para os buracos da avenida maraba.

    9 0 Responder

carregar mais comentários