Publicado em 10/05/2018 por Maurício Rocha
Compartilhe:

Nova fase da Operação Colheita termina com 46 pessoas presas e encaminhadas ao Presídio

Ao todo foram cumpridos 69 mandados de prisão.

46 pessoas foram presas e conduzidas para o Presídio Sebastião Satiro.

Reportagem atualizada às 09h03 desta sexta-feira (11)

Os comandos das polícias Civil e Militar apresentaram no final da manhã desta quinta-feira (10) o resultado da maior fase da “Operação Colheita” já realizada até agora em Patos de Minas. 46 pessoas foram presas e conduzidas para o Presídio Sebastião Satiro. Um micro-ônibus teve que ser usado para transportar tanta gente. Ao todo foram cumpridos 69 mandados de prisão.

Os alvos eram condenados da Justiça que receberam progressão de regime para cumprir a pena em casa, mas que não estavam cumprindo os requisitos da prisão domiciliar. Dos 362 condenados fiscalizados, os policiais constataram que 206 descumpriam as regras determinadas judicialmente. As informações foram levadas ao Judiciário que decretou a prisão de 69 condenados.

A força-tarefa composta por 10 equipes da Polícia Militar e 23 equipes da Polícia Civil formada nesta manhã para cumprir os mandados de prisão, terminou com 46 pessoas presas, a maioria na cidade de Patos de Minas. Segundo delegado geral e chefe do 10º Departamento da Polícia Civil, Felipe Colombari, o resultado foi positivo, uma vez que os alvos estavam em endereços incertos.

O comandante da 10ª Região da Polícia Militar, coronel Waldimir Soares, disse que as equipes vão continuar nas ruas para tentar cumprir os demais mandados de prisão que continuam em aberto. Ele orientou que as pessoas não localizadas se apresentem de forma voluntária na delegacia da Polícia Civil para iniciar o cumprimento da pena.

O delegado Luiz Mauro Sampaio destacou que esta foi a maior operação deste gênero já realizada no Estado de Minas Gerais. Segundo ele, o trabalho de fiscalização do cumprimento de pena em regime domiciliar deve continuar na cidade para fazer com que os condenados cumpram a pena de fato e para acabar com sensação de impunidade.

O tenente coronel Azevedo, comandante do 15º BPM, enfatizou que muitas pessoas estavam utilizando o benefício do cumprimento de pena em regime domiciliar para continuar cometendo crimes. Ele destacou a apreensão de drogas, armas e munições durante a operação.

O Delegado Regional, Luís Mauro Sampaio, informou que, até o final da tarde dessa quinta-feira (10), foram presas 46 pessoas e que a Polícia Militar e a Polícia Civil vão continuar as diligências nos próximos dias até que todos descumpridores das medidas judiciais sejam presos.

Imagens atualizado em 10/05/2018 • 23 fotos

Autor: Maurício Rocha Postado em 10/05/2018
Compartilhe:

44 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Almeida | 1 semana, 3 dias atrás

    Se cumprissem o dever deles olhariam direito se a pessoa tinha necessidade de ir preso pois conheço um que foi e está trb de carteira assinada e por isso pode perder o serviço errar e humano e todos merecem se recuperar mas com essa justiça que mais quer é aparecer não tem como por isso acho que essas prisões foram feitas pra apararecetm tem mais coisas precisando ser feitas e eles se esconde em pequenas feitos af ....

    6 1 Responder

  • Na Real | 1 semana, 4 dias atrás

    Se o Judiciário, trabalhasse, da mesma forma que a Policia Militar, trabalha aqui no estado de Minas Gerais, este seria o exemplo da ordem, e dos comprimentos da lei! Mas o JUDICIÁRIO MINEIRO, é o OLIMPO DOS DEUSES, são seres supremos!

    6 2 Responder

    Suputuba - 1 semana, 4 dias atrás

    O judiciário e o MP receberam aumento salarial e em troca estão economizando com os gastos em presídios, liberando presos e deixando de confirmarem suas prisões em flagrante. É isto que está acontecendo em Minas. Quem paga com isto são as pessoas de bem, que estão sendo saqueadas pelos ladrões e tendo seus filhos corrompidos por traficantes. A impunidade gera mortes e prejuízo no país.

    2 2

  • GOKU | 1 semana, 4 dias atrás

    É FACA NA CAVEIRA !! E PORRAAADA NA BANDIDAGEM !! :facepunch: :facepunch:

    3 2 Responder

  • Roberto | 1 semana, 4 dias atrás

    Essa operação é 80% para dar Ibope!!! A maioria desses casos são que mudaram de endereço e não atualizou, aí pra justiça é foragido. Outros são que teve serviços comunitários incompleto. Muito estão sendo preso em seus locais de trabalho e na hora que voutam sua carta de demissão já está pronta. Quando os estagiários não erram e fazem um prisão indevidamente de pessoas que já compriram suas penas, que foi meu caso. Tive um problema no trânsito e fui condenado a pagar serviço comunitário paguei corretamente, depois de 2 anos chegando em casa uma viatura e de imediato me deram ordem de prisão não me deixaram entra para pegas os papéis e mostrar a eles me algemaram, eu não tive nenhuma resistência e o pior junto com meu filho e minha esposa meus vizinho saíram para ver a cena humilhante. Cheguei na delegacia o delegado não deu a mínima esplicação do motivo e me conduziu par o presídio juntamente com um jovem de aproximadamente 18 anos que cometeu assalto e omicidio a fixa dele era extensa mas olha que vc olhava para ele branquinho de olho azul bem vestido vc imaginava playboy. No caminho no camburão o delegado que gostou dele tava dando autos conselho pra ele perguntou pra ele vc já conhece o presídio? E ele falo assim, só do início ao fim. O delegado comigo já foi afirmando vai encontrar seu amigo lá!!! Falei que nunca pisei em presídio e mandei ele olhar minha ficha já que a minha aparência tava lhe imcomodando porque eu sou negro. Fiquei em uma cela de ums 5 metros com mais 18 presos. Acharam o erro no meu processo, o juiz que assinou o mandato estava de férias mas saí com 4 dias. E ficar preso não foi o mais humilhante o pior é tá junto com meu filho de 3 anos e ele vê uma polícia e fala pra mim corre que eles vão me prender. Não jugo porque muitos ali não tem ninguém por eles e não tem nenhum formação eu ficava escrevendo cartas para eles mandarem para famíliares o tempo todo.

    7 3 Responder

    Coitadinho - 1 semana, 4 dias atrás

    Só porque sou isso...só porque sou pobre....sai fora rapaz a justiça não ta prendendo nem homicídio, vai te perseguir por bobeira. Deixas de ser enrolado camarada.

    3 7

    CLENTI - 1 semana, 4 dias atrás

    credo meu filho, c acha mesmo q esses analfabetos que vivem de comentar no patos hoje irão parar pra ler um textão desse? tenha dó ne, nos poupe, se poupe.

    0 6

  • fifi | 1 semana, 4 dias atrás

    agora é só pose pra foto e entrevistas. a bem da verdade estes bandidos já tinham que serem presos a muito tempo .

    1 1 Responder

  • Kkkkkkkk | 1 semana, 4 dias atrás

    Colheita do mal .

    3 0 Responder

  • MARCOS FERREIRA "X-9" | 1 semana, 4 dias atrás

    Firmeza total, mais um ano se passando Graças a Deus a gente tá com saúde aí, morô? Muita coletividade na quebrada, dinheiro no bolso Sem miséria, e é nóis Vamos brindar o dia de hoje Que o amanhã só pertence a Deus, a vida é loka

    2 4 Responder

  • Detento | 1 semana, 4 dias atrás

    Epah eu ainda tou Souto kkkkkkk

    0 2 Responder

  • Toto | 1 semana, 4 dias atrás

    Cadê as caras dos meliantes

    10 1 Responder

    Hummm - 1 semana, 4 dias atrás

    Toto larga de ser curioso para que ficar vendo cara.Vai casar servico.Deixa o povo em Paz.Credo

    0 2

  • Isso ai | 1 semana, 4 dias atrás

    Isso aí, tem que prender bandido mesmo, não quem trabalha e tem barulhinho em moto ??

    7 19 Responder

carregar mais comentários