Morte do reverendo Juscelino Araújo deixa Igreja Presbiteriana de Patos de Minas de luto

Dos quase 40 anos de atuação na igreja, dedicou 20 deles em igrejas patenses.

publicado em 29/05/2020, por Maurício Rocha


Reverendo Juscelino Araújo.

Reportagem atualizada dia 01/06/2020 às 13:50

A Igreja Presbiteriana em Patos de Minas e região está em luto. Partiu para os céus nesta madrugada, em Uberlândia, o reverendo Juscelino Araújo. Um homem com uma visão contemplativa e abençoadora, amigo e sempre muito preocupado em oferecer amor ao próximo, um pai amado e respeitado, um contador de histórias que inspiravam os irmãos da fé protestante.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Clinica Medic Imagem

Deixa um legado maravilhoso. Dos quase 40 anos de atuação na igreja, dedicou  20 deles em igrejas patenses. Realizou inúmeros casamentos, batizados e ofícios. Em toda sua história a família contabiliza mais de 3000 realizações. Por isso que muita gente em Patos de Minas é capaz de dizer que se casou ou foi batizada por ele.

O reverendo deixa a esposa, a conhecida professora Dorcas Marques, os filhos, Marcos e Marcelo. Este último um dos pioneiros na chegada da Faculdade Patos de Minas à cidade em 2005.

Seu legado ficará marcado na história da Igreja Presbiteriana Central de Patos de Minas, onde atuou juntamente com o reverendo Harlows Rocha.

Devido às restrições do protocolo de saúde atual, o ofício fúnebre foi realizado em Uberlândia com apenas uma hora, com um culto na Segunda Igreja Presbiteriana.

O sepultamento aconteceu às 13 horas, no Cemitério Parque dos Buritis, com cerimônia reservada aos familiares.

Patos de Minas agradece a passagem deste grande expoente, um “contador de histórias e pescador de homens”, no jargão religioso.

“Lemos inicialmente a merecida homenagem prestada ao Pastor Juscélino reportando aos 20 anos de seu frutífero pastorado em igrejas de Patos de Minas. 

Mas, ao chegarmos ao final da leitura, constatamos que a mensagem não fazia referência ao seu pastorado na IV Igreja de Patos de Minas. A mensagem enaltecia, merecidamente, o legado que ele deixou na Igreja Central. No entanto, o autor da mensagem não fez menção ao legado que esse valoroso Servo do Senhor deixou na IV Igreja nos seus 15 anos de pastorado.

Talvez essa parte de sua história não fosse do conhecimento do autor da mensagem e, possivelmente, por esta razão, a IV Igreja não tenha sido mencionada. 

A IV Igreja Presbiteriana de Patos de Minas foi organizada em 18 de fevereiro de 1996 contando com o seu decisivo apoio. Nesse ano, mesmo residindo em Patrocínio, ele deu assistência à IV Igreja. Um domingo no mês, ele vinha, passava o dia, dirigia a Escola Dominical, visitava os irmãos e à noite dirigia o culto, retornando em seguida para Patrocínio onde residia. Nesse ano, a Igreja não tinha pastor efetivo. 

Na reunião do presbitério de 1997, na qual tive o privilégio de representar a IV Igreja, eu o convidei para pastorear a nossa Igreja em 1998. Muito embora ele fosse pastor da maior igreja de Patrocínio e, muito provavelmente a maior da região do Alto Paranaíba, ele aceitou prontamente o convite para pastorear a mais nova igreja do Presbitério. 

O seu ministério na IV Igreja foi grandemente abençoado. A igreja experimentou um virtuoso e vitorioso crescimento. Foram 15 anos de bênçãos sem medida. 

Lembramos também de sua esposa que muito trabalhou na nossa igreja e no âmbito do presbitério nesses anos abençoados. Dentre os legados deixados pela irmã em nossa igreja citamos a “Oficina Dorcas” que continua em pleno funcionamento. 

O legado deixado pelo pastor Juscélino nos seus 15 anos de pastorado é memorável. Marco que jamais será esquecido pelos irmãos e irmãs da IV Igreja. E pelos irmãos que conviveram com ele naquela época e que hoje estão em outras igrejas. 

Agradecemos ao nosso Deus pelo exemplo de vida que foi o pastor Juscélino para todos nós da IV Igreja e de outras igrejas do Presbitério e para os muitos amigos que conquistou na cidade com a sua simpatia e com o seu jeito cativante e amoroso que era sua marca pessoal.

Sabemos que o seu testemunho continuará ensinando e encorajando a todos nós a trilharmos o sagrado caminho do Senhor Jesus. 
Que Deus conforte a família e os nossos corações” Pb Agnel Alves Ferreira

Autor: Maurício Rocha Postado em 29/05/2020
Compartilhe:

21 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes, fake news ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve-se ter ciência de que poderá ser responsabilizado cível ou criminalmente!

Os comentários que receberem 100 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Dinalva | 3 meses, 3 semanas atrás

    Gente nos patense perdemos grande herói eu passava por problemas e ele veio na MH casa cm os membros da igreja e fez um discurso tipo uma palestra linda maravilhosa nunca vou esqueser das palavras lindas de um grande homem que deus fortaleça cada um dos familiares dele é que ele discansa em paz

    11 2 Responder

  • Eder Moura | 3 meses, 3 semanas atrás

    Meus sentimentos a amigos e familiares do Pastor Jucelino onde toda minha família é da igreja Presbiteriana.

    7 1 Responder

  • Lord | 3 meses, 3 semanas atrás

    Meus pêsames à família presbiteriana .

    6 0 Responder

  • . | 3 meses, 3 semanas atrás

    O Senhor já te recebeu de braços abertos, reverendo. A comunidade sentira saudades... Que Deus conforte o coração da irmã Dorcas e seus filhos.

    28 3 Responder

  • Um fiel | 3 meses, 3 semanas atrás

    Uma das maiores referências que tive na vida. Eu era um alcoólatra quando conheci e fui discipulado por este homem. Ele batizou minhas filhas e fez minha profissão de fé. Um dos primeiros que quero ver quando eu chegar lá no céu.

    38 1 Responder

  • éassim | 3 meses, 3 semanas atrás

    Combateu o bom combate, acabou a carreira e guardou a fé!!!!

    29 3 Responder

  • Tallyta Cardoso Drummond | 3 meses, 3 semanas atrás

    Pastor Juscelino, homem de Deus que fará muita falta. O senhor deixou muitos bons frutos por todos os lugares e igrejas que passou. Que o Senhor conforte e console toda a família. Muito obrigada por ser sempre atencioso e exemplo de servo de Deus.

    41 2 Responder

  • Bolsonaro | 3 meses, 3 semanas atrás

    Um l

    1 21 Responder

  • LIVINGTONE | 3 meses, 3 semanas atrás

    Vai deixar saudades , que Deus conforte a Família.

    7 0 Responder

  • Eduardo | 3 meses, 3 semanas atrás

    Ele foi com uma serenidade é uma paz que conforta a perda, certo de que cumpriu com louvor a sua árdua peregrinação por esta terra, Glória à Deus pela sua rica história de dedicação é comprometimento, lembro como se fosse hoje me acolhendo como irmão em Cristo é disciplinando com palavras duras é confortantes ao mesmo tempo, fez parte da minha vida me auxiliando nessa caminhada trabalhosa que temos debaixo do sol, louvado seja o Deus vivo que permitiu eu conhecer é participar do cotidiano do reverendo, meu coração está confortado em saber que ele está nos braços de Jesus!

    10 0 Responder

carregar mais comentários