349669 2216 Ok
Banner Unipam 2017 - Institucional
Publicado em 14/02/2017
Compartilhe:

Morte de macacos na região aumenta a preocupação dos patenses com a Febre Amarela

A notícia também deixou as autoridades de saúde da região em alerta.

Quem não tem comprovação de que recebeu a vacina deve se dirigir até uma unidade de saúde.

A localização de macacos mortos em áreas rurais de Ibiá e em Lagoa Grande fez aumentar a preocupação dos patenses com a Febre Amarela. Ainda não há comprovação de que os animais morreram em decorrência da doença, mas ainda assim a procura por vacinas nas unidades de saúde é grande. A notícia também deixou as autoridades de saúde da região em alerta.

Antes a recomendação era para que fossem imunizadas apenas as pessoas que precisem se deslocar para a área rural. Agora a vacina será disponibilizada para toda a população. Entretanto, não são todas as pessoas que precisam receber a dose. O chefe da divisão de epidemiologia, Erivaldo Rodrigues, explica que as pessoas que já receberam duas doses da vacina estão imunizadas para o resto da vida.

Quem não tem comprovação de que recebeu a vacina deve se dirigir até uma unidade de saúde, com ressalvas para alguns tipos de público. Segundo Erivaldo Rodrigues, os idosos e gestantes precisam passar por uma avaliação médica antes de receber a vacina. As pessoas que estejam fazendo tratamentos com imunossupressores ou que tiver imunossupressão adquirida também precisam passar por um médico.

De acordo com o chefe da divisão de epidemiologia as doses da vacina contra a Febre Amarela estão disponíveis nas unidades de saúde de Patos de Minas. Segundo Erivaldo Rodrigues, a Superintendência Regional de Saúde tem feito a reposição das doses, que tem sido enviadas aos postos. “A unidade que estiver faltando (a vacina) a gente vai repor”, afirmou.

Com relação aos macacos encontrados mortos na região, Erivaldo explicou que ainda não é possível afirmar que os animais morreram em decorrência da doença, mas disse que a Vigilância Epidemiológica está atenta e que não está esperando a confirmação para começar a atuar de forma preventiva.

Em todo o estado de Minas Gerais, já são 991 notificações de Febre Amarela, das quais 198 foram confirmadas e 57 foram descartadas. As demais seguem sob análise. As autoridades de saúde também investigam 169 mortes por suspeita da doença no Estado.

Autor: Maurício Rocha

Rovan - Super Banner Rodape - inicio 11-07-17
Postado em 14/02/2017
Compartilhe:

0 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • macacos tambem tem ciclo de vida | 9 meses, 1 semana atrás

    macaco merreu de velho gente ,,todo animal morre ,, inclusinos ser humano;; e normal morrer animais..

    2 1 Responder

  • eu | 9 meses, 1 semana atrás

    O pior de tudo é o mal atendimento dos funcionarios do posto de saude aqui da rua aracaju do bairro alvorada ,toda vez que vai la eles estao de cara feia te responde suas duvidas numa mal vontade nem na sua cara eles olham,isso quando tem vacinas.so tem uma pessoa para fazer o cadastro e vacinar.A secretaria de saude precisa fazer algo.

    1 1 Responder

  • Jogador | 9 meses, 1 semana atrás

    Curioso... é só parar a corrida imuzinante pra aparecer mais uma doença, se lembram da vacina da dengue? Mas tudo bem, são cíclicas né e para um país tropical, normal algumas epidemias modistas para aquecer a área da saúde e adjacentes. :smirk:

    4 1 Responder

    tutu - 9 meses, 1 semana atrás

    Cíclica como a história do homem na terra. Já dizia Maquiavel.

    0 0