Publicado em 12/05/2018 por Farley Rocha
Compartilhe:

Moradores denunciam van da Prefeitura de Araxá despejando 15 andarilhos em Patos de Minas

Cerca de 15 andarilhos foram despejados nas imediações da Lagoa Grande.

Uma ocorrência foi registrada e os policiais passaram a conversar com os andarilhos.

Moradores e comerciantes das imediações do Terminal Rodoviário de Patos de Minas flagraram uma ação bastante perturbadora nessa sexta-feira (11). Cerca de 15 andarilhos foram despejados nas imediações da Lagoa Grande. A Polícia Militar e a Assistência Social foram pegos de surpresa e tiveram trabalho para contornar a situação.

O despejo aconteceu no final da tarde dessa sexta-feira. De acordo com o Sargento Barros, a denúncia foi feita na Rede Protegida de Comerciantes. Os policiais foram então compreender a situação e, ao analisarem as imagens de câmeras de segurança, verificaram que dois veículos de Araxá é que teriam feito o despejo dos cerca de 15 andarilhos na Rua Sergipe, ao lado da Rodoviária.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––

Uma ocorrência foi registrada e os policiais passaram a conversar com os andarilhos. O policial informou que os próprios hippies e moradores de rua confirmaram o transporte feito pela Prefeitura Municipal de Araxá. Segundo o Sargento Barros, eles relataram que foram convencidos pelos servidores da cidade vizinha a virem para Patos de Minas porque na Capital do Milho não há fiscalização e eles poderiam ficar sem problemas.

A ação chamou a atenção dos policiais que tiveram que agir para tentar contornar a situação. “É uma questão complicada. Nenhum órgão foi avisado e quando chegaram aqui não encontraram qualquer estrutura. Sem condições para ficar, eles acabam tendo que delinquir para se manterem na cidade o que acaba aumentando os problemas de segurança”, destacou.

Em conversa com os andarilhos, os militares descobriram que eles não possuem qualquer vínculo com Patos de Minas. Neste sábado (12), cerca de seis hippies foram encaminhados para a Assistência Social para seguirem para cidades de origem. O grupo é do Rio Grande do Sul. Eles criticaram os encaminhamentos. “Fazendo ping-pong da gente”, disse um deles.

Dos 15 andarilhos deixados em Patos de Minas, 8 receberam passagens para seguirem para suas cidades de origem. Alguns foram abordados quando montavam acampamento às margens da Lagoa Grande. O policial destacou que vai tentar criar um meio de comunicação único entre as cidades do Alto do Paranaíba para evitar que isso volte a acontecer. “Receber um ou dois, a gente até contorna, mas 15 é demais”, ressaltou.

Imagens atualizado em 12/05/2018 • 12 fotos

Autor: Farley Rocha Postado em 12/05/2018
Compartilhe:

117 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Luana | 4 meses, 1 semana atrás

    Sr. Farley, estamos falando de seres humanos que optaram por uma maneira de vida específica e que já existe há anos na história da humanidade. Usar palavra como despejados é no mínimo preconceituoso. Essas pessoas obtém renda por meio do seu artesanato e de em sua maioria resistem aos mecanismos esmagadores da nossa dignidade, na sociedade hipócrita que vivemos. No fim estamos todos na mesma tragédia de decadência humana, infelizmente dreads, roupas coloridas e artesanatos não são mais suficientes para nos salvar, agora somos politicamente corretos. Adeus, Era de Aquarius! Até lamentaria os comentários aqui se não soubesse o real contexto em estamos. Mas, se alguém quiser debater, estou a disposição!

    1 1 Responder

    Junim - 4 meses, 1 semana atrás

    O Luana... o termo despejo é usado pela justiça e é considerado correto. Por isso existe a ação de despejo!!! O problema é que foi esse fato horrendo que aconteceu em Patos de Minas. Os andarilhos foram despejados na cidade sem o mínimo de condições para se manterem dignamente!

    0 0

  • patense | 4 meses, 1 semana atrás

    Aguardamos o pronunciamento da Ação Social de Patos.

    0 0 Responder

  • MARIA | 4 meses, 1 semana atrás

    PQ NAO VAO CAÇAR SERVIÇO ESSES ANDARILHOS MEXER COM DROGAS ELES DAO CONTA NE.. TRABALHAR Q É BOM NADA.

    4 1 Responder

  • Pirilampo | 4 meses, 1 semana atrás

    Ninguém tem culpa se nasceu pobre, mas permanece até a morte sem ter nem sequer roupas pra vestir, aí vão me desculpar mas já é preguiça mesmo, falta de vontade de trabalhar o mínimo possível. Tipo, lavar casa, lavar roupa, capinar lotes, fazer jardins, lavar carros, vendedor de porta a porta, engraxate, picoleseiro... tem serviço demais se quiser trabalho, o problema é que esse tipo de serviço não serve para eles, tem que ser em "escritório", na sombra e com água fresca, aí não dá né meu...

    3 1 Responder

  • Agente Smith | 4 meses, 1 semana atrás

    Ah vá, quanta "compaixão" com esses vagabundos :scream:. Perguntem aos policiais que estão todos os dias na ruas, se esses andarilhos querem trabalhar. Antes de ficar com peninha de quem não quer nada, pensem em vocês mesmos, que trabalham. Você não parecem nem se valorizar defendendo que NÃO quer trabalhar e só usar DROGAS, ÁLCOOL. É justamente por causa dessa "passação" de mãozinha na cabeça que essa vagabundaiada está aí ensebando para lá e para cá, não querendo trabalhar e ROUBANDO o que é dos outros, pois se não conseguem o que querem, para se sustenar e a seu VÍCIO de DROGAS, eles ROUBAM, FURTAM e podem, com o tempo, até MATAR. Ou será que vocês não têm acompanhado o que houve na rua SERGIPE, o homicídio nas proximidades onde foram "soltos" esses andarilhos. TUDO por causa de envolvimento com DROGAS. E outra coisa, quem convive com essas bocas de fumo nas proximidades não faz seu papel de cidadão indo lá no ministéio público denunciar isso. Os policiais acabam ficando de mãos e pés atados.

    4 1 Responder

  • bostovisk bosting bostaievsk | 4 meses, 1 semana atrás

    poderiam ter mais humanidade com as pessoas né ,prefeitura de araxá . sei que estas pessoas incomodam más a outras maneiras de resolver a situação . era ter feito o que se fez aqui em patos , dando condições para que elas voltem a sua terras de origem .

    7 0 Responder

  • Pedro Pedreira | 4 meses, 1 semana atrás

    Como sempre Patos de Minas está sem moral.

    6 0 Responder

  • Jair Nunes Cardoso | 4 meses, 1 semana atrás

    Já que Araxa fez isso erradamente é claro,e correto seria encaminhá-los para Brasília DF pra que ali eles se estabelecem,e sigam suas vidas de atoas normalmente,pq ali sim é um local propício tendo em vista que hoje a grande maioria de sem ter o que fazer,de desocupados que ganham sem trabalhar,é ali mo DF. De cada dez parlamentar um apenas faz juz ao que ganha,passa a maior parte do tempo coçando ,estão la seria o lugar ideal pra deixar eles viu. Agora Araxa também deixou e muito a desejar,já imaginou se agente pegar os daqui e levar e deixar la na cidade deles? Muito feio isso que eles fizeram viu.

    5 3 Responder

  • Hobin Hood | 4 meses, 1 semana atrás

    Eu dou moral pros hippie e pros camelo Sou mestre Yoda Abacadraba, alakazam Que o shopping se exploda Kabum Os boy cai de um a um

    1 14 Responder

  • mario | 4 meses, 1 semana atrás

    aí é covardia com o municipio de patos de minas :rage:

    10 1 Responder

    Gilmar - 4 meses, 1 semana atrás

    Não é exclusividade de Araxá. Patos fez isso a pouco tempo. Tratam o ser humano como filhotes de cães abandonados. Pra se livrarem deles, abandonam longe de suas casas. Infelizmente, o pobre, miserável, preto é um ser descartável nessa sociedade hipócrita.

    4 7

carregar mais comentários