349669 2216 Ok
Baile do Hawaii
Publicado em 22/05/2017
Compartilhe:

Morador de rua é encontrado morto na região central de Patos de Minas

O Samu chegou a ser acionado, mas os profissionais de saúde constataram que o homem já estava sem vida.

O Samu chegou a ser acionado, mas os profissionais de saúde constataram que o homem já estava sem vida.

Um homem com idade aparente de 35 anos foi encontrado morto nesta manhã no centro de Patos de Minas. Pessoas que passavam pela rua depararam com ele caído e acionaram a Polícia Militar. O Samu chegou a ser acionado, mas os profissionais de saúde constataram que o homem já estava sem vida. A causa da morte ainda será investigada.

A Polícia Militar foi acionada por volta de 9h. O homem caído em plena rua Teófilo Otoni chamou a atenção. Profissionais de saúde do Samu constataram que o óbito ocorreu um pouco mais cedo, por volta de 6h desta manhã. O homem foi identificado como Ederson Tadeu Campos, de 35 anos.

Segundo informações de testemunhas, Ederson fazia o uso de bebida alcóolica e a família chegou a pagar tratamento. Ele permaneceu em casa por dois anos, mas depois voltou para as ruas e acabou falecendo. Segundo o médico do Samu, uma crise epiléptica sem o devido socorro é a causa mais provável da morte.

Patos de Minas tem um número expressivo de moradores de rua. Uma força-tarefa foi montada recentemente para tentar amenizar o problema. Nesta época do ano, com a cidade em festa, o número de pessoas dormindo na rua aumenta ainda mais.

Imagens atualizado em 22/05/2017 • 10 fotos

Autor: Maurício Rocha

Clínica Impar - Início: 21-08-17
Postado em 22/05/2017
Compartilhe:

23 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Edilene | 4 meses atrás

    Ele é meu primo. Ele era doente, quando minha tia Eva era viva meus primos eram felizes. Nada justifica o desprezo que eles sofreram e sofrem, minha tia Eva dava a vida para os filhos dela, infelizmente o desprezo o fez tomar outro rumo. E não culpo ele por ter ido pras drogas.

    16 3 Responder

  • patense | 4 meses atrás

    so quem uma pessoa dessa na família sabe que nao é fácil !! eles nao quer ser ajudado so que usar drogas e mais nada o mundo é que si foda!! o pior que essa é a realidade gente eu tenho um irmão que ele ta nessa ja tem mais de 10 anos interna fica 9 meses sai fica um ano de boa e cai de novo é pravo eles nao quer ser ajudado é a realidade pq si quises curava da primeira!!

    10 1 Responder

  • Doria2018 4 meses atrás

    Comentário removido pelos leitores. Este comentário foi retirado porque recebeu 20 votos negativos a mais que os positivos.

  • Voluntária | 4 meses atrás

    A dois anos um grupo de pessoas vem ajudando os menos favorecidos ,alguns até já foram p clínicas de reabilitação e ou voltaram p seio fsmiliar..vendo a necessidade de ter um lugar p abriga_los e dar o apoio necessário,foram buscar ajuda no poder público ao qual nenhuma porta de abriu,mesmo assim,estão aí,ajudando no que podem,pois é dispendioso e c recursos próprios estão fazendo um lindo trabalho .eu os vi outro dia no programa da NTV.pessoas sérias e compromissadas..estão em.busca de recursos p abrir uma casa de apoio p eles, temporariamente,até se reestruturar em..não parece, mas alguns qrem a chance de mudança..ótima oportunidade de ajudá-llos..vejo sempre no programa alvorada mineira,eles falarem sobre esse pesdoal..chama AÇÃO MULTIPLIQUE..fica a dica p quem ama o próximo,poder ajudar em algo na prática..e não só na teoria..

    17 0 Responder

  • Mão branca | 4 meses atrás

    Álcool desdobrado é veneno.

    6 7 Responder

  • Ana | 4 meses atrás

    Mas tem muitos moradores de rua que vivem na rua por opção. Eu não culpo ninguém não. Já vi pessoas relatarem que já deram abrigos pra alguns e eles voltam pras ruas. Em abrigos eles não podem fazer uso de entorpecentes...Só Deus na causa.

    15 3 Responder

  • lingua quente | 4 meses atrás

    O ser humano é desumano :cry: :cry: :cry:

    12 4 Responder

  • Mamacita | 4 meses atrás

    A maioria dessas pessoas q vivem na rua tem familia e recusa a ajuda deles. Um amigo tem um parente nessa situaçao. A familia ja montou uma casa toda mobiliada p ele, em uma semana ele vendeu tudo q tinha na casa e voltou p rua. A maioria dessas pessoas tem problema mentais, com bebida ou drogas, nao é uma questao financeira. È algo bastante complicado, nao adianta querer culpar a prefeitura como muitos fazem, ate pq tbm existe o abrigo municipal e algumas entidades assistencias q oferecem opçoes a estas pessas, mas elas preferem continuar na rua.

    25 1 Responder

  • rsss | 4 meses atrás

    Não entendo....tem vários moradores agora nesse instante ai nas ruas precisando de algum auxilio , e se vcs estão tão sentido com a morte desse,é hora de correr agora e dar uma mão a eles........vcs são é muito falsos....

    22 16 Responder

    Gilson - 4 meses atrás

    Vejo que tem comentários maldosos. Não é bem assim, se vcs não conseguem enxergar a realidade, não entendem como é porque essas pessoas vivem assim, é pq não são tão humanos com os outros. Isso é complicado, pq pimenta não arde nos olhos dos outros, não é? Não é que alguém tem que ir e pegar ou ajudar de qualquer forma, mas sim lembrar que saúde pública é obrigação do Estado e , nós somos responsáveis por cobrar isso das autoridades...se nós voltamos para elegê_los, são nossos empregados e têm o dever de trabalhar em função dos anseios da população. Não julguem as pessoas pela aparência, procurem saber o porquê dos seus problemas, aí vc verá se poderá ajudar com dedicação.

    5 0

  • ? | 4 meses atrás

    Parece que agora as pessoas estão se importando com ele...veja quantos curiosos....independente do seu passado ou presente,ele era um ser humano...

    10 6 Responder

    GAFANHOTO - 4 meses atrás

    E você, alguma vez se importou? O que fez por ele?

    21 11

    resposta ao gafnanhoto - 4 meses atrás

    Por ele nada,infelizmente ,não o conhecia,pois não moro em Patos,mais se caso conhecesse,com certeza faria por ele o que muitos não fizeram,pelo menos ajuda de encontrar um lugar pra ficar....e não é necessário conhecer pra se fazer o bem,faça sem ver a quem!

    16 6

carregar mais comentários