Ministro diz que apenas se afirmou que petróleo no NE tem características do venezuelano

O governo da Venezuela disse que o país não é responsável pelo petróleo que atingiu praias do Nordeste do Brasil.

publicado em 10/10/2019,


O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, afirmou nesta quinta-feira que o governo brasileiro em nenhum momento disse que o petróleo que atinge o Nordeste é da Venezuela.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Clinica Medic Imagem

Em declaração após leilão de áreas de petróleo, ele destacou que nunca se afirmou a origem do vazamento de petróleo no Nordeste. De acordo com o ministro o que foi dito é que o produto encontrado nas praias, há mais de um mês, tem características similares ao da Venezuela.

Na véspera, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse que “muito provavelmente” a origem é venezuelana e deve ter vindo do derramamento “acidental ou não”.

A investigação sobre o caso é “bastante complexa”, mas em questão de tempo o governo chegará à origem, segundo Albuquerque.

Para ele, a origem é provavelmente de embarcação carregando o produto. “Essa é a principal linha de investigação.”

Em evento em São Paulo, o presidente Jair Bolsonaro reiterou que se trata de derramamento criminoso.

“O último problema que tivemos, derramamento criminoso, com toda a certeza, quase certeza ser criminoso, na região costeira do Nordeste. Eu não precisei ligar para ele (ministro da Defesa) para que tomasse as providências, ele veio à Presidência e mostrou o que já estava fazendo.

“Nós já estávamos monitorando e analisando as amostras de piche desde o dia 2 do mês passado. Obviamente não temos bola de cristal para descobrirmos rapidamente quem foram os responsáveis por esse ato criminoso, mas as providência sempre tomamos”, acrescentou Bolsonaro.

Autoridades brasileiras investigam há mais de um mês a misteriosa origem do petróleo que se espalhou por centenas de quilômetros de praias em nove Estados do Nordeste.

A Petrobras (PETR4.SA), que participa dos trabalhos de limpeza das praias, informou no início desta semana que havia recolhido 133 toneladas de resíduo oleoso.

Nesta quinta-feira, o governo da Venezuela disse que o país não é responsável pelo petróleo que atingiu praias do Nordeste do Brasil.

Fonte: Reuters

Postado em 10/10/2019
Compartilhe:

0 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.