Ministério Público manda investigar denúncia de compra de voto contra vereador patense

Documento assinado em nome do parlamentar mostra que ele prometeu cargos de assessores parlamentares em troca de apoio e voto nas eleições municipais de 2016.

publicado em 09/09/2019, por Maurício Rocha


A denúncia foi feita pelo Movimento Reclama Patos.

O promotor de justiça, José Carlos de Oliveira Campos Júnior, encaminhou denúncia de compra de voto contra o vereador Lásaro Borges para a Delegacia Regional da Polícia Civil. Documento assinado em nome do parlamentar mostra que ele prometeu cargos de assessores parlamentares em troca de apoio e voto nas eleições municipais de 2016. 

A denúncia foi feita pelo Movimento Reclama Patos. Marcelo Lima, que coordena a ONG, levou a queixa ao Ministério Público, acusando o vereador Lásaro Borges de ter cometido crime eleitoral. Em um documento assinado em nome do parlamentar, fica a clara a promessa de apoio e voto na eleição em troca de duas vagas de assessor parlamentar. 

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Rota Pop

“Caso eu venha me reeleger para o mandato letivo 2017 a 2020 disponibilizarei em meu gabinete 02 vagas de assessor parlamentar sendo que nesse período de janeiro de 2016 a 02/10/16 o mesmo não recebe salário para assim esta me auxiliando nos trabalhos de assessoria e na véspera da eleição o mesmo só receberá uma ajuda de combustível para os trabalhos na campanha de reeleição”, diz o documento mantido pelo Patos Hoje com a grafia original. 

Outra pessoa identificada como Fabiano Lopes Costa apresentou uma declaração informando que foi procurado pelo vereador Lásaro Borges com a proposta de nomeá-lo como assessor parlamentar para que ele trabalhasse em sua campanha a reeleição em 2016. Fabiano reclama no documento que Lázaro Borges não cumpriu com o que lhe foi prometido. 

Ao analisar a denúncia feita pelo Movimento Reclama Patos, o promotor José Carlos de Oliveira Campos Júnior decidiu encaminhar o caso para investigação da Polícia Civil. O representante do Ministério Público afirmou que o prazo para impugnação de mandato eletivo já expirou, mas destacou que a denúncia pode configurar crime de corrupção eleitoral tipificado no artigo 299 do Código Eleitoral. A pena para este tipo de crime pode chegar a 4 anos de prisão.

O Patos Hoje entrou em contato com o vereador Lásaro Borges por meio do telefone do seu gabinete na Câmara Municipal e, o assessor Ronaldo Rosa, após conversar com o parlamentar, informou que ele ainda não teve conhecimento sobre o inquérito e só ficou ciente disso através das redes sociais no sábado (07). Ele destacou que vai aguardar ser notificado para se pronunciar. Ele antecipou que há falhas na decisão do promotor. “O nome foi escrito errado 3 vezes”, disse.

Imagens atualizado em 09/09/2019 • 3 fotos

Autor: Maurício Rocha Postado em 09/09/2019
Compartilhe:

60 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Pirilampo | 1 semana, 2 dias atrás

    Se forem criteriosos mesmo, vão ver que todos ali na "Casa" estão lá porque compraram votos, seja por prometer empregos, seja por prometer qualquer outra vantagem. Política é assim, só elege quem tem dinheiro pra comprar voto.

    1 0 Responder

  • Forasteiro | 1 semana, 3 dias atrás

    Política para vereador funciona assim mandato de 4 anos eles tirar dinheiro de 12 meses do salário pra compra voto sobra mais 36 mes pra lucrar ...Por isto que eu sempre falei vereador não podia ganha mais de 2 salário mínimo não ...tinha que ser quais um serviço voluntário ...Outra coisa tinha que fazer reforma política mandato só 4 anos acabou ....Ai se ver no Brasil política virou foi profissão ...

    9 2 Responder

  • Dick Vigarista | 1 semana, 3 dias atrás

    Isso não dá nada. Só espetáculo.

    8 2 Responder

  • Diretora do Estado | 1 semana, 3 dias atrás

    Sr Promotor investiga as diretoras que foram eleitas esse ano??Meio Riural??ntendeu?

    6 2 Responder

  • Marta | 1 semana, 3 dias atrás

    Tem que denunciar o denunciante também, porque aceitou participar disso, e só denunciou porque a mamata dele deu errado, senão ia tá quietinho recebendo seu salário com a consciência bem tranquila...

    16 31 Responder

  • Só fogo de palha | 1 semana, 3 dias atrás

    Esse tipo de notícia é só fogo de palha acaba em uma semana, igual o corte de número de vereadores de Patos de Minas, nem falam mais...kkkkk gente temos é que seguir nossas vidas, trabalhar para pagar o salário desses vagabundos e pronto.

    9 19 Responder

  • Luladrão | 1 semana, 3 dias atrás

    Desde quando isso vai pra frente?? Vai dar em nada, mesmo sendo verdade.

    4 3 Responder

    tety - 1 semana, 3 dias atrás

    E ALGUEM ACHA QUE ISSO É NOVIDADE NO BRASIL,OU ATE MESMO AQUI EM PATOS? BANDO DE LADRÕES,ESSES POLITICOS!!

    2 0

  • Mudança já | 1 semana, 3 dias atrás

    Passou da hora de tirar esses vereadores noa fazem nada população parem de reclamar e vamos agir parem de reeleger esses atoa aí igual tem um vereador o Dr hely a gente só ver ele mas eleições pq depois ele entra na toca ai acabou esses desconto que ela da e só fachada pq qualquer lugar que for com papel só SUS eles dão tbm

    16 3 Responder

  • Mão branca | 1 semana, 3 dias atrás

    Depois que o presidente Jair messias Bolsonaro assumiu, políticos sujos estão piando fininho. É isso aí presidente. Até 2022 vão todos para a degola.

    14 12 Responder

    Forasteiro - 1 semana, 3 dias atrás

    Tá mesmo o Queiroz tá sendo investigado tá preso ...

    8 1

  • Deltan DD | 1 semana, 3 dias atrás

    Único político punido no Brasil foi o querido Lula. Isso aqui em Patos não dá nada.

    8 4 Responder

    Forasteiro - 1 semana, 3 dias atrás

    Enquanto isto o Queiroz tá de boa ...

    6 0

carregar mais comentários