Publicado em 13/07/2018
Compartilhe:

Mercado Livre suspende conta de página que vendia dados pessoais

A Comissão de Proteção de Dados Pessoais do Ministério Público do Distrito Federal abriu um inquérito para investigar o site.

Após ser notificado pelo Ministério Público (MP), o site Mercado Livre suspendeu a conta de uma página na internet que vendia informações pessoais de brasileiros e de empresas.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––

A Comissão de Proteção de Dados Pessoais do Ministério Público do Distrito Federal abriu um inquérito para investigar o site, que cobrava para fornecer informações sem o consentimento dos titulares dos dados.

O Ministério Público quer descobrir quem está lucrando com o negócio e como os donos da página conseguiram todas essas informações pessoais.

O promotor de Justiça do caso, Frederico Meiberg, argumenta que o site viola o direito à privacidade das pessoas, podendo gerar danos morais e materiais.

Os principais buscadores da internet, como Google e Yahoo, também foram notificados para retirarem o site dos resultados das buscas.

Fonte: Agência Brasil

Postado em 13/07/2018
Compartilhe:

0 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.