Mãe confunde remédio com veneno, bebê ingere grande quantidade e acaba no hospital

Por sorte, o garotinho conseguiu ser medicado a tempo.

publicado em 22/07/2019, por Farley Rocha


Imagem da Internet.

No final da noite desse domingo (21), por pouco não aconteceu uma tragédia em São Gotardo. Uma mãe teria se confundido ao tentar dar remédio para o filho de apenas 3 meses e acabou ministrando veneno. Por sorte, o garotinho conseguiu ser medicado a tempo.

De acordo com informações da Polícia Militar, por volta das 23h30, os policiais foram  acionados por funcionários do pronto socorro municipal após a entrada de uma criança vítima de envenenamento.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––

A mãe de 17 anos, abalada, relatou que em seu quarto não possui iluminação, e pelo fato de seu filho de 3 meses de idade, apresentar tosse, apanhou um vidro em cima de uma cômoda pensando ser o medicamento “carbocisteína” e ministrou grande quantidade à criança, porém tratava-se do produto conhecido por "barragem", que ela utiliza para matar insetos e ratos.

Logo após, percebeu que seu filho sentiu-se mal, momento em que pediu ajuda a vizinhos e deslocou ao Pronto Socorro Municipal, onde constatou que a criança apresentava sintomas de miose, edema, espuma via oral e inchaço. De imediato, ele foi submetido a procedimentos médicos e após algum tempo começou a reagir positivamente, ficando fora de perigo. A criança segue em observação.

Por se tratar, em tese, de acidente, e por ser imprescindível que a genitora acompanhasse a criança no hospital, não foi realizada a apreensão em flagrante da responsável pelo fato. A ocorrência foi destinada à autoridade de Polícia Judiciária para aferir a necessidade de responsabilização penal, assim como o conselho tutelar de São Gotardo-MG foi  acionado e acompanha o caso.

Autor: Farley Rocha Postado em 22/07/2019
Compartilhe:

25 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Fernanda | 1 mês atrás

    Essa mulher nao deve ter nariz,isso e fedorento demais pra ser confundido com remedio.Pelo amor de Deus vai ser sonsa sa. Essa história sua nao me convence,qd chegar em casa da uma cheradinha la p ver q q vc fez seu filho tomar.

    3 1 Responder

  • Nah | 1 mês atrás

    Essa história tá muito estranha. Quem tem filho pequeno sabe como é difícil dar remédio, ainda mais no escuro. Mas caso seja verdade, que essa mãe por favor me ensine a dar remédio pro meu filho com urgência. Pois no claro e com ajuda do pai ainda é super difícil.

    7 2 Responder

  • Cristiano Doidin | 1 mês atrás

    Aqui em Patos de Minas o problema é a dengue. A coisa está gravíssima. Os profissionais da saúde é que sabem!

    4 5 Responder

  • Datena | 1 mês atrás

    Uma criança cuidando de outra!

    14 3 Responder

  • Riala Mafon | 1 mês atrás

    Veneno num frasco semelhante e perto do medicamento,administrar uma grande quantidade é de fato muito suspeito. Deve ser bem investigado ou pode ser que essa criança seja vítima de uma jovem mãe que pode estar procurando a liberdade.

    17 6 Responder

  • O bao | 1 mês atrás

    Credo eu não queria uma mãe assim , que remédio e esse que toma em grande quantidade, tadinho desse bebê, já começa bem na vida , mãe que e mãe e toda cuidadosa, essa ai não é como pode pegar uma coisa no escuro e dar para seu filho beber e sem medir o tanto, tá mais para um tentativa de homicídio, retrato das mulheres de hoje, são poucas que se salva

    13 6 Responder

  • Janjão | 1 mês atrás

    Ô Jumento! Ministrando, Também esta correto, Estuda primeiro para depois dar Aula.KKKKKKK

    3 3 Responder

  • História mal contada | 1 mês atrás

    Essa história tá mal contada como assim da remédio uma criança no escuro e colocar veneno junto com remédio outra coisa se tava escuro como q ela viu que ele tava passando mal e a consciência né o arrependimento, pronto falei tem do um inocente ????

    16 6 Responder

  • Pereba | 1 mês atrás

    Eu acho que ela confundiu o veneno com remédio e não remédio com veneno!

    8 6 Responder

  • investigador | 1 mês atrás

    Ta . Deus ajude que tenha sido isso mesmo .tenha se confundido.! E graças a Deus nao ouve nafa grave com esse bebê. ! Mais agora que remédio e esse que e dado pra uma criança de apenas 3 meses .pra que e dado meio vidro ? acredito eu que medico nem uma receitaria uma tose tao grande assim pra uma criança .e esse papo .de nao ter luz no quarto .e nao viu oque tava pegando .pra da pro filho .! Conta outra .ainda que fosse com a luz do celular .dava pra encherga ! Porque garanto .que disposição. e atenção pra ficar nas redes sociais. .nno tal do zap .tem ! E outra .que pai .e que mãe. da um veneno .pra um filho. Por engano e nao vai leva ele as pressas pro socorro ? Vai preocupar com documento. ! Que se esploda documentos .nessa hora ! Pra mim isso e conversa fiada .dessa ai .que colocou o menino no mundo. Porque eu nao chamo essa de mãe .nem aqui e nem em lugar algum !

    11 2 Responder

carregar mais comentários