349669 2216 Ok
Banner CNA - TOPO
Publicado em 09/02/2017
Compartilhe:

Leilão do Bem ganha a parceria do Unipam e espera crescer para ajudar mais as entidades

Além do leilão de animais, o evento terá almoço beneficente, passeio ciclístico e participação de grupos de motociclistas.

O lançamento aconteceu na tarde dessa quarta-feira (08) na sede do Centro de Empreendedorismo Oceano do Unipam.

A sexta edição do Leilão do Bem vai acontecer no dia 30 de abril, a partir das 11h, no Parque de Exposições de Patos de Minas. O lançamento aconteceu na tarde dessa quarta-feira (08) na sede do Centro de Empreendedorismo Oceano do Unipam, que a partir deste ano passa a ser parceiro das Lojas Maçônicas na realização do Leilão que é totalmente beneficente.

Uma comissão foi formada por representantes de todas as Lojas Maçônicas de Patos de Minas para organizar o Leilão. Com a parceria com o Unipam, alunos e professores do Curso de Publicidade e Propaganda ficaram responsáveis pela divulgação do evento e pela atração de novos parceiros. Segundo o coordenador do curso, Renato Bontempo, a intenção é fazer com que mais empresas e pessoas participem desta ação beneficente.

Imagens atualizado em 09/02/2017 • 16 fotos

Além do leilão de animais, o evento terá almoço beneficente, passeio ciclístico e participação de grupos de motociclistas. A ação é totalmente beneficente e a renda será revertida para a Apae de Patos de Minas, para a Fundação Procurar-se e para o Aparo Maternal. O presidente da Procurar-se, Cido Marafon, disse que o dinheiro vai ajudar nas obras da sede da entidade que cuida de portadores de câncer.

No ano passado o Leilão do Bem teve público de 3.200 pessoas. Cerca de 230 animais doados pela comunidade foram levados a leilão. Mais de R$ 120 mil foram arrecadados. Segundo o coordenador do Leilão do Bem, Sandoval Terto, com as novas parcerias e com as novidades que serão propostas este ano, a intenção é aumentar esta arrecadação.

Autor: Maurício Rocha

Clínica Impar - Início: 21-08-17
Postado em 09/02/2017
Compartilhe:

5 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • joana maria | 7 meses, 2 semanas atrás

    ATitude nobre das entidades. Só quem tem um filho especial é que sabe dos obstáculos, das dificuldades e das superações de cada dia. Esse mundo será melhor depois que as pessoas tiver consciência de que todos somos iguais e que ninguém é melhor que ninguém. :+1:

    9 0 Responder

  • cmr | 7 meses, 2 semanas atrás

    Por favor divulgar onde se compra as camisetas e material de divulgação :+1:obrigada :+1: :+1: :+1: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap:

    7 1 Responder

  • Pensador | 7 meses, 2 semanas atrás

    E a Cavalgada nao vai ter esse ano de novo? Estao acabando com a cultura da cidade mesmo!

    2 3 Responder

  • Zé da Égua | 7 meses, 2 semanas atrás

    E a cavalgada, que era tão boa, não terá mais? :cry:

    1 2 Responder

    Taj Mahal - 7 meses, 2 semanas atrás

    Cavalgada é legal, mas aquela Tampa de Nescau na cintura e aquelas calças apertadas que machuca as partes baixas é muito brega!

    4 2

    Naiara - 7 meses, 2 semanas atrás

    Além dos cavaleiros chegarem bêbados , atrasam o almoço e ainda fazem uma sujeira por onde passam.

    7 1

    Maycon - 7 meses, 2 semanas atrás

    Cavalgada que passa pelo perímetro urbano, sinceramente não é uma idéia inteligente. Primeiro que grande maioria dos cavaleiros bebe umas cervejinhas durante o trajeto; ficando inconvenientes, mexendo com mulheres no centro da cidade, etc. Em 2015, eu mesmo presenciei um cavaleiro bêbado tentando entrar com o seu cavalo dentro do Restaurante Manjericão. Segundo que atrapalha muito o trânsito, pois a passagem deles é muito demorada. E por último, a cidade vira um amontoado de fezes de animais. Parece até que os cavalos, mulas e éguas seguram as fezes durante todo o trajeto, e deixam para defecar em plena Rua Major Gote. Enfim, lugar de equinos é na ROÇA!!! Pronto, falei!!!

    8 1