349669 2216 Ok
Banner CNA - TOPO
Publicado em 24/11/2016 por 0
Compartilhe:

Justiça manda Conselho Tutelar retirar bebê recém-nascido da mãe em Patos de Minas

A mãe é usuária de drogas.

A decisão foi cumprida com apoio de força policial.

Por decisão judicial, o Conselho Tutelar retirou no final da tarde desta quinta-feira (24) um bebê recém-nascido da mãe em Patos de Minas. A mulher que deu à luz o garotinho é usuária de drogas e não cuidaria dele como deveria. O menino foi levado para uma entidade de proteção mesmo contra a vontade da genitora.

O bebê nasceu na terça-feira (22) no Hospital Regional. A Conselheira, Valéria Elias, de posse da ordem judicial, foi até o hospital para cumprir a determinação. A Polícia Militar foi acionada para garantir que a medida fosse cumprida. Antes do recolhimento, a mãe teria manifestado que não permitiria o recolhimento.

De acordo com a Sargento Denise, quando foram pegar a criança, a mãe estava muito emotiva e mostrava seu descontentamento, mas não chegou a tomar qualquer atitude para impedir. Valéria Elias saiu do hospital com o garotinho no colo. 

Imagens atualizado em 24/11/2016 • 18 fotos

Valéria informou que a decisão foi para proteção da criança. Segundo ela, a mãe é usuária de droga e, das seis gestações que ela teve, nenhum dos filhos se encontra com ela. “Três homens estiveram no hospital pleiteando a paternidade da criança. Ela veio dar à luz após ter feito uso de crack”, informou a conselheira.

A mãe da criança recebeu alta médica nesta quinta-feira (24). A criança está saudável e ficará no abrigo até nova decisão judicial. Apesar de parecer um caso inédito, Valéria disse que já houve outros casos na cidade.

Autor: Farley Rocha

 

Giraffas
Autor: 0 Postado em 24/11/2016
Compartilhe:

9 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • helena | 9 meses, 4 semanas atrás

    QUE TRISTE NÃO É,MAIS PORQUE A JUSTIÇA TIRA A GUARDA SOMENTE DE ALGUMAS MÃES USUARIAS ?

    9 0 Responder

  • lupa neles | 9 meses, 4 semanas atrás

    vai mandar retirar o crack também?

    6 0 Responder

  • Edio Batista da Fonseca | 9 meses, 4 semanas atrás

    esta mãe deve ser ligada e aí acaba o problema com a gravidez..e providenciar um tratamento ...

    20 2 Responder

    Edio2 - 9 meses, 4 semanas atrás

    Edio tu sabe pq uma pessoa sai corrido de um cidade por não pagar aluguel? me responde já que sabe de tudo!

    1 4

  • LUCIENE | 9 meses, 4 semanas atrás

    Engraçado, já que a JUSTIÇA e o CONSELHO TUTELAR sabia que essa mulher iria dar a luz a essa criança porque não deu a ordem já para se fazer a laqueadura? Tudo bem que a criança não é um produto de troca, mas daqui uns anos essa mesma criança estará sofrendo com quadros depressivos, sendo excluida até por ela mesma porque cresceu longe da mãe, não sabe quem é o pai e não tem ninguém da família por perto. Será que na família dela não tem ninguém com condições de adotar essa criança? Sempre tem que ser assim, tirar do laço da família e jogar em outra sem nem dar a chance de se conhecer quem é do seu sangue? Mas vão dizer que é melhor assim pra ele, mas será que somos tão corretos pra afirmar isso? Infelizmente as drogas, crimes, bandidagem, estão destruindo as famílias e os inocentes que nem pediram pra vir no mundo sofrem com as decisões erradas de quem deveria amar e cuidar deles. Enquanto existir DROGA, existirá conselheiras tirando crianças de hospitais, de casas, continuará o ciclo vicioso de quem não esta nem ai para mais uma vida que vem ao mundo e que pode ser jogada fora como se fosse um lixo, ja que a vida de quem esta pondo essa criança no mundo também já é um lixo.

    43 19 Responder

    Luciene sem noção - 9 meses, 4 semanas atrás

    Minha filha não fala asneiras não que tá feio... a criança continuando com essa mãe só lhe resta cair na mesma vida . Com certeza achará uma família estruturada para lhe dar amor , carinho e educação. Então dona Luciene se não sabe oque falar , não fale nada.

    25 6

    Seu toim - 9 meses, 4 semanas atrás

    Você está muito exaltada. É necessário isso?

    5 6

    roberval - 9 meses, 4 semanas atrás

    Ordem judicial para fazer a laqueadura?? É isto mesmo?

    9 2

  • Injuriado | 9 meses, 4 semanas atrás

    Porque não tomam medidas pra uma mãe dessa não engravidar liga faz qualquer coisa já que manda recolher a criança mada castra longo

    62 0 Responder

  • Patrícia | 10 meses atrás

    Engraçado tem uma que o conselho tutelar tomou e devolveu, uma vergonha pois ela continua usando drogas se prostituindo e deixa o bebê sozinho por horas!o nome dela é ... :triumph: :cry:

    30 1 Responder

    De Patrícia para Patrícia - 9 meses, 4 semanas atrás

    As ações do Conselho Tutelar são baseadas na legalidade... Se retirou ou devolveu foi por determinação judicial.

    28 5

    Camila - 9 meses, 4 semanas atrás

    Patricia pars retirada de qualquer criança sempre vai ser baseadas nas leis e se for devolvida novamente tambem sera da mesma forma. Mas se você sabe de tudo isso que a criança esta passando inclusive sabe nome você tinha que fazer uma denuncia para o CT pode agir.

    0 0

  • Eu | 10 meses atrás

    O Estado no caso a justiça não era interessante não apenas retirar o filho de uma mãe mais procurar tratamento para essa pra ela.

    39 0 Responder

  • Fernanda | 10 meses atrás

    Muito triste um filho não ficar com a mãe... :persevere: :persevere: Tomara Deus que seu destino seja o melhor! :heart: :heart:

    25 3 Responder

    Thamires - 10 meses atrás

    E como em outros casos, não sei se é o dela, o concelho tutelar as vezes e meio rígido demais essa mãe as vezes não pode cuidar da criança mas, alguém da família pode, ai vem o concelho tutelar e tira a criança do convívio de toda família, além de não aceitar que alguém da família veja ou adote ou que fique responsável pela criança, em alguns casos a mãe ou pai não tem condições, mais uma tia, ou avó ou avô alguém da família tem. Mas em certos casos e nem a família tem condições, ou as vezes a família não tem padrões paracuidar de uma criança ai concordo, mas já presenciei caso que a família como os avos, tinha todos as condições de criar a criança no lugar dos pais, mesmo assim o concelho recolheu a e fez com que a criança fosse adotada por outra família de uma cidade distante, e a família não pode nem ver a criança. Em alguns casos lojico acho correto, mas em outro eu acho que não, o cocelho tem que estudar melhor os casos, talves esse não seja o caso dela, mas se a criança pode ficar com alguém da família as vezes e melhor.

    18 5

  • Curto e Grosso | 10 meses atrás

    Quando eu liguei no conselhor tutelar pra buscar as crianças na 354 proximo do posto cometa porque o Onibus rural havia quebrado as crianças que estavam nele haviam saido das escola eram 11:30 e as 15:00 com fome aguardavam a prefeitura enviar outro onibus!

    20 6 Responder

    Eu - 9 meses, 4 semanas atrás

    E o que tem a haver meu filho? Você foi la buscar as crianças? Povo começa a escrever e para no meio do caminho.. kkkkkkkkkkk

    4 4

  • Thyslei | 10 meses atrás

    É polêmico, mas é necessário, sempre pensando melhor no recém nascido.

    36 4 Responder

carregar mais comentários