Justiça impõe multa de R$100 mil a quem retirar equipamento do São Lucas e notifica interventor

Após a decisão de nomear um interventor, pelo menos duas ocorrências policiais haviam sido registradas no local.

publicado em 16/05/2019, por Farley Rocha


Hospital São Lucas de Patos de Minas.

A justiça deferiu a nomeação dos profissionais que irão facilitar o trabalho de transição para retorno do médico e empresário Sérgio Piau para administrar o Hospital São Lucas. Além disso, a justiça estabeleceu uma multa de R$100 mil para quem retirar qualquer equipamento ou insumo da unidade independentemente de quem os tenha adquirido. Após a decisão de nomear um interventor, pelo menos duas ocorrências policiais haviam sido registradas no local.

A decisão foi prolatada na terça-feira (14), pelo juiz Marcus Caminhas Fasciani. Nela, o julgador destaca o intuito de melhor atender os interesses da população e facilitar a transição dos gestores. Assim, os equipamentos e insumos existentes no hospital deverão lá permanecer, independentemente de quem os adquiriu, visando dar continuidade ao atendimento à população, sob pena de multa por descumprimento no valor de R$ 100 mil, além de outras sanções penais cabíveis pelo descumprimento de ordem judicial.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––

Também foram nomeados os profissionais apresentados à justiça para que seja iniciado o trabalho desses administradores no Hospital São Lucas. Com relação aos convênios celebrados, em especial, do Município de Patos de Minas, a justiça determinou que sejam oficiados a todos novamente, no intuito de que eles promovam, provisoriamente, os eventuais repasses, inclusive atrasados, ao Hospital através de depósito judicial vinculado a estes autos.

O mandado foi expedido com urgência para que o Grupo Pró-Saúde possa adentrar no hospital imediatamente, visando fazer o levantamento de todos os equipamentos, insumos e profissionais, bem como para que lhes sejam franqueados o acesso a todos os documentos, prontuários e sistemas internos que viabilizem a gestão do hospital, inclusive com a escolha de uma sala adequada para instalação dos gestores.

Na ocasião, foram afastados imediatamente da gestão do São Lucas o Representante Legal do Hospital São Lucas, Sérgio Piau, bem como o Representante Legal da FUNAM, Ruy Muniz, mas ficaram com a obrigação de fornecer eventuais documentos exigidos pelo Grupo Pró-Saúde para geri-lo adequadamente.

Autor: Farley Rocha Postado em 16/05/2019
Compartilhe:

28 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Coronelismo | 3 dias, 7 horas atrás

    Esse fato é o retrato fiel da Justiça no Brasil. Como tantos outros em Patos de Minas: a Copasa, o território da UFU, a expansão urbana além do Rio Paranaíba e etc...

    0 0 Responder

  • Dito e nao feito | 3 dias, 8 horas atrás

    Tchau cambada. Ruy Mujiz e turma

    7 1 Responder

  • Inveja mata | 3 dias, 19 horas atrás

    Se esse povo de Patos de Minas colocar preço, Ruy Muniz compra a cidade toda. Ali tem café no bule! Povo quebrado de Patos fica com inveja.

    0 1 Responder

  • Realidade | 3 dias, 19 horas atrás

    Tem vários grupos aqui em Patos que têm medo da presença do Ruy Muniz na cidade. Medo de perder benefícios. Venha rápido, Ruy Muniz!

    0 1 Responder

  • Ze cagão | 4 dias, 1 hora atrás

    Quero saber quando vão pagar os salarios dos funcionarios até hoje nada... Povo sai de ferias e so recebe quando volta das ferias... Muita sacanagem isso... E os coitados do povo que precisam da hemodialise... A justiça tem que ficar dura nesse caso... Ta complicado...

    10 1 Responder

  • João Pedro | 4 dias, 1 hora atrás

    Mais uma medida irresponsável. Um remendo a mais num barco que já esta furado e afundando. POR FAVOR parem de se iludir que o Hospital São Lucas vai se manter vivo; parem de investir tempo e atenção a um hospital falido com um dono irresponsável que só quer aparecer na mídia; parem de "tapar o sol com a peneira". O que se deve fazer é começar a se pensar numa forma dos pacientes e funcionários serem absorvidos por outro local , LONGE de Sérgio Piau. Este hospital sempre foi como esta agira, mas é que o dono sempre varreu a sujeira para debaixo do tapete, mas agora fica denunciando o comparsa Ruy das faltas que SEMPRE ACONTECEU. Mentiras, mentiras e mentiras!!! Este hospital sempre foi uma mentira!!

    15 6 Responder

  • Na Real | 4 dias, 2 horas atrás

    Pro Ruy Muniz, isto aí é dinheiro de beber Pinga; ele vem enche um caminhão com equipamentos, no valor e um Milhão, qual a diferença que vai fazer?! Agora o que eu acho engraçado. é ver a incompetência, do nosso "Judiciário", tomou o Hospital, da mão de um rato, e entregou para um velhaco, muito maior!

    16 2 Responder

  • Tecnica | 4 dias, 2 horas atrás

    Hoje o hospital está nas mãos de pessoas totalmente despreparadas. AS ENFERMEIRAS RTS SÃO BURRAS E PÉSIMAS. SABEN NEM CONVERSAR. NÃO SABE NADA DE ENFERMAGEM. ENTROU UMA QUEILA QUE NÃO SABE NEM PUNCIONAR.

    10 10 Responder

  • Saudades | 4 dias, 2 horas atrás

    Espero que pessoas como o Adriano , a Julia , Dalva retornem ao hospital. Melhor gestão.

    8 2 Responder

  • Gestor hospitalar | 4 dias, 2 horas atrás

    Como pode um bispo aposentado sem experiências em gestão hospitalar assumir uma bomba dessas? Por isso, que a coisa só piora.

    10 6 Responder

carregar mais comentários