349669 2216 Ok
Caiçaras - Full Banner
Publicado em 23/10/2017 por Farley Rocha
Compartilhe:

Iguana enviada pelos Correios é resgatada antes de chegar à compradora em Patrocínio

A destinatária do produto foi presa em flagrante pela Polícia Militar de Meio Ambiente.

Um filhote de iguana foi resgatado em Uberlândia depois que funcionários dos Correios detectaram que o animal.

O comércio pela Internet cresce a cada dia. Milhares de pessoas vêm buscando as lojas virtuais para realizarem suas compras. Mas nem tudo pode ser adquirido por meio virtual. Um filhote de iguana foi resgatado em Uberlândia (MG) depois que funcionários dos Correios detectaram que o animal estava sendo enviado dentro de uma das encomendas para Patrocínio. A destinatária do produto foi presa em flagrante pela Polícia Militar de Meio Ambiente.

O caso está sendo investigado pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) desde quinta-feira (19). Segundo o chefe da unidade técnica em Uberlândia, Rodrigo Herles dos Santos, o órgão foi acionado pelos funcionários dos Correios.

“A caixa vinha de São Paulo e iria para Patrocínio. No centro de logística de Uberlândia, ao passar pela triagem, perceberam que se tratava de um animal e nos chamaram. Quando abrimos o material, vimos que era um filhote que, apesar de estar mal acondicionado, ainda estava vivo”, contou.

Santos disse ainda que a iguana estava enrolada em uma manta e um plástico. O réptil, que estava desidratado, foi levado para o Laboratório de Pesquisa em Animais Silvestres (Lapas) da Universidade Federal de Uberlândia, onde recebe cuidados para ser levado de volta à Mata Atlântica.

“Depois disso, embalamos a caixa vazia e pedimos para os Correios entregarem. A PM acompanhou a ação e prendeu uma jovem de 25 anos em flagrante. Ela contou que comprou a iguana por R$ 200 pela internet”, informou o chefe do Ibama. A envolvida pode responder por tráfico de animais e maus-tratos.

Agora, a Polícia Federal e o instituto estão em busca dos criminosos que estão vendendo iguanas pela internet. “Criar esse tipo de réptil não é ilegal se ele for legalizado e tiver garantia de procedência. O valor costuma ser de aproximadamente R$ 1.500. Por isso muita gente compra de forma ilegal, infelizmente”, concluiu.

Fonte: G1/ Fotos: IBAMA

Autor: Farley Rocha Postado em 23/10/2017
Compartilhe:

4 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • André Mineiro | 1 mês, 3 semanas atrás

    Na minha propriedade tem muitos desses bichos, só que lá nós chamamos os menores (os verdinhos) de lagartos e os maiores de tiú. Acho que estou perdendo dinheiro...

    8 6 Responder

  • Ivone m ses | 1 mês, 3 semanas atrás

    Eu estou vendendo filhotes de cobras cascavel , jararaca si alguém quiser ( sogra , cunhadas , ) kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    24 7 Responder

  • . | 1 mês, 3 semanas atrás

    Viajou muito sem ser percebido heim?

    16 8 Responder

  • Rafa | 1 mês, 3 semanas atrás

    AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA burroooooooooooooooooooooooooona

    7 6 Responder