Governo estuda enviar proposta única de reforma da Previdência

A possibilidade ainda está em estudo pela equipe técnica coordenada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

publicado em 11/01/2019,

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse hoje (11) que a tendência do governo é apresentar uma única proposta de reforma da Previdência para o Congresso. Com isso, não seriam levadas propostas avulsas para categorias específicas. “Estamos discutindo dentro da equipe técnica e a tendência é uma única proposta preparando o sistema para o futuro. É a tendência nesse momento”, disse o ministro após solenidade no Clube do Exército.

Isso não significa que os militares serão incluídos na reforma preparada pelo governo Jair Bolsonaro. A possibilidade ainda está em estudo pela equipe técnica coordenada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. O novo comandante do Exército, general Edson Leal Pujol, que assumiu o posto nesta segunda-feira, é contrário à inclusão dos militares na reforma da Previdência.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––

Na opinião do general, o sistema previdenciário das Forças Armadas não deveria ser modificado na reforma da Previdência. “A intenção minha, como comandante do Exército, se me perguntarem, [é que] nós não devemos modificar o nosso sistema”.

Segundo Lorenzoni, haverá uma “reunião preparatória” na próxima segunda-feira (14) para tratar da reforma, mas a proposta só será levada para apreciação do presidente na semana seguinte. Ele acrescentou que o governo trabalha por uma reforma que “não sacrifique ninguém”.

“Queremos uma reforma que não sacrifique ninguém. Onde salvemos o sistema previdenciário brasileiro, que seja possível o equilíbrio fiscal do Brasil. Vamos apresentar uma reforma que, ao mesmo tempo, permita o equilíbrio fiscal mas é fraterna, tem olhar humano para todos os brasileiros”.

Medidas provisórias 

O ministro também disse que as medidas provisórias sobre flexibilização do posse de armas  e de combate a fraudes previdenciárias devem sair no início da próxima semana. Segundo ele, os textos estão “nos ajustes finais”.

Fonte: Agência Brasil

Postado em 11/01/2019
Compartilhe:

4 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Júnio | 1 semana atrás

    ... esse Ministro, esses militares não valem nada. A previdência dos militares está com um rombo de 40 bilhões.Por que somente o povo vai pagar a conta? Bando de .. que votaram nesses ...

    0 2 Responder

    Alves Teixeira - 1 semana atrás

    Quem faz um comentário desse jeito, certamente não conhece a profissão militar. A dívida que o Brasil tem com os militares é enorme. Nos livrou do comunismo pela segunda vez. Se quiserem incluir os militares na reforma da previdência é simples, desde que incluam para eles, FGTS, hora extra, adicional noturno, insalubridade, etc....

    2 0

    Junim - 1 semana atrás

    O Alves Teixeira...pelo jeito você é um dos que acredita que a Damares viu Jesus na Goiabeira, mamadeira de piroca, a terra é plana, o Brasil combateu 3 guerras mundiais ao lado dos EUA e tantas baboseiras inventadas pelos anormais bolsonaristas...Cara comunismo nunca existiu, nem ameaçava a acontecer no Brasil. Inventaram um medo e os religiosos alarmaram loucuras! Governo Fake News... a Reforma da Previdência tem que ser para todos, são vocês que alarmam aí que não temos dívidas com negros, nem com índios!

    0 2

    Alves Teixeira - 1 semana atrás

    Junin, pelo seu comentário você é daqueles que deixou de mamar nas tetas, é um nen nen, nen estuda e nen trabalha, quer vida mansa sem trabalhar e acha que o governo venezuelano é democrático e honesto. O Brasil tem que melhorar a distribuição de renda baseada na educação e no trabalho, não temos dívidas com os negros, os negros querem trabalhar e estudar, não querem viver de quotas ou migalhas, são tão capazes como qualquer outra raça.

    2 0