349669 2216 Ok
Caiçaras - Full Banner
Publicado em 24/08/2017 por Farley Rocha
Compartilhe:

Gerente de fazenda leva tiro na cabeça durante roubo na zona rural de Patos de Minas

A Polícia Militar foi acionada e faz rastreamentos na tentativa de prender os ladrões.

O revólver que ele usou foi entregue aos policiais.

O funcionário de uma Fazenda na zona rural de Patos de Minas levou um tiro na cabeça nesta madrugada ao tentar conter a ação de ladrões. Ele saiu de casa armado para verificar um barulho que vinha do barracão, mas acabou sendo surpreendido pelos criminosos. A Polícia Militar foi acionada e faz rastreamentos na tentativa de prender os ladrões.

O crime aconteceu por volta de 1h30 desta quinta-feira (24). Milton Patrício dos Santos, de 56 anos, foi socorrido pela esposa e pelos filhos. Segundo a Polícia Militar, ele deu entrada no Hospital Regional durante a madrugada com um ferimento na cabeça e em estado de choque. Os familiares do homem, que trabalha e mora na fazenda, relataram o crime.

Eles informaram que o cachorro estava agitado durante a noite e que ouviram barulho no barracão. Como o local já tinha sido alvo de ladrões, Milton foi até a janela e gritou para espantar os invasores. Como o barulho não parou, ele se armou com um revólver e foi até o barracão verificar o que era. Mas Milton foi surpreendido pelos criminosos que também estavam armados. Mesmo sendo alvejado na cabeça, ele efetuou três disparos e os criminosos fugiram.

Os familiares disseram que encontraram Milton caído e com o ferimento na cabeça. Por conta própria, eles levaram a vítima para o Hospital Regional. O revólver que ele usou foi entregue aos policiais. Os parentes de Milton disseram que a arma é registrada e que pertence à fazenda.

O barracão onde ocorreu o crime apresentava marcas de arrombamento. Defensivos agrícolas foram levados. Marcas de pneus foram encontradas no local em direção à BR 365. A perícia da Polícia Civil foi acionada. Rastreamentos continuam sendo feitos na tentativa de localizar e prender os criminosos.

Autor: Farley Rocha Postado em 24/08/2017
Compartilhe:

29 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • DE QUEM É A CULPA | 3 meses, 3 semanas atrás

    Só existe esta quantidade de roubo de mercadorias, porque quando a população faz qualquer tipo de compra, não verifica a procedência dá mercadoria e não exige a nota fiscal. Os culpados por tantos roubos, são nós mesmos que também elegemos bandidos para fazer as leis que os protegem.

    0 1 Responder

  • Taquim | 3 meses, 3 semanas atrás

    Bao seria matar de paulada ou será q o pau tem q ser registrado no Brasil deve ser

    3 0 Responder

  • Maria | 3 meses, 3 semanas atrás

    Meu deus nao temos sossego nem na roça mais misericordia o q está acontecendo com o ser humano.......nao podemos perder a fe em Deus pq só ele pode nos salvar outra vez.....????????

    8 0 Responder

    Ditinho - 3 meses, 3 semanas atrás

    Não é o ser humano, mas o brasileiro. O PT é contra porte de armas e a favor das mordomias dos bandidos presos. Ficaram mais de 10 anos no poder e deixaram essa herança maldita de insegurança.

    4 2

  • Precisamos de armas legais, com porte e registro! | 3 meses, 3 semanas atrás

    Se estivesse desarmado, a família toda teria sofrido atrocidades nas mãos dos bandidos. Por isso, arma é importante. A coragem dele e a arma salvaram a própria família de forma heróica. Ou algum idiota acha que se não tivesse uma arma para a defesa deles, os bandidos iriam embora tranquilos. A sociedade precisa de armas para se defender. O Estado não tem condições de dar segurança a todos em todas as horas e em todo lugar. Eu nunca vi alguém que foi assaltado e passou por traumas ser contra porte de armas. Só o bando de esquerdopatas comunistas são contra.

    26 1 Responder

  • Marinalva Cunha Caixeta | 3 meses, 3 semanas atrás

    Tamires Borges

    3 1 Responder

  • Carlos Augusto | 3 meses, 3 semanas atrás

    Eu já comprei meu 38 novinho. Agora, vou frequentar o clube de tiro, dente por dente, olho por olho...

    28 3 Responder

  • Lagoense feliz | 3 meses, 3 semanas atrás

    Na Minha modesta opinião, enquanto o povo brasileiro não acordar e invadir Brasília e correr com aqueles políticos corruptos e exigir uma total reformulação do Código Penal infelizmente materiais como estas serão frequentes. Como um país que paga bolsa presidiário para criminosos que destruíram várias famílias pode ser levado a sério? Ao invés de pagar para criminosos, o governo deveria aumentar os salários dos trabalhadores brasileiros, Onde já se viu um preso receber um salário mais alto do que de um trabalhador que fica o dia todo debaixo de sol . Por estas e outras que nosso país está arruinado. Jsf

    30 0 Responder

  • tomaz | 3 meses, 3 semanas atrás

    Eu tava pensando em comprar uma chacrinha, mas acho que vou mudar de ideia ;boa sorte pra nós

    12 3 Responder

  • S246 | 3 meses, 3 semanas atrás

    Tiro na cabeça? Faltou informação precisa, transfixou ou foi de raspão? Qual o estado da vítima? O Brasil está tomando pelo crime, se o gerente acertar o bandido ele resolveria o problema da polícia, da justiça , do sistema carcerário e livratia a sociedade desses bandidos mas se a arma não tiver registro o que não falta e promotor pedindo a condenação . Viva o Brasil quem sair por último apaguem as luzes.

    25 7 Responder

  • dr Afonso 3 meses, 3 semanas atrás

    Comentário removido pelos leitores. Este comentário foi retirado porque recebeu 20 votos negativos a mais que os positivos.

carregar mais comentários