Funerária recebe 73 corpos no fim de semana em BH, 23 por suspeita da COVID-19, mas PM vê inconsistência

A ocorrência foi encaminhada para o comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar em Belo Horizonte.

publicado em 23/03/2020, por Farley Rocha


Uma funerária informou que recebeu durante o fim de semana 73 corpos de moradores da região metropolitana de BH.

A Polícia Militar registrou no final da noite desse domingo (22) uma ocorrência que vem causando espanto aos moradores. Uma funerária informou que recebeu durante o fim de semana 73 corpos de moradores da região metropolitana de Belo Horizonte, sendo que a maioria dos mortos estavam com sintomas da COVID-19. A ocorrência foi encaminhada para o comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar em Belo Horizonte. Importante ressaltar que oficialmente não há morte devido à COVID-19 em Minas Gerais. 

O Patos Hoje teve acesso à ocorrência policial que foi registrada por volta das 21h47, na Rua Oscar Negrão  de Lima, Bairro Nova Gameleira, Belo Horizonte. De acordo com a ocorrência policial, durante patrulhamento, a guarnição recebeu uma denúncia anônima relatando que no estabelecimento denominado funerária "Grupo Zelo", estariam chegando vários corpos, cerca de 41 cadáveres oriundos de diversas cidades da região metropolitana de Belo Horizonte, em um intervalo de 48 horas, e que a maioria dos mortos teria sido diagnosticada com sintomas da COVID-19. Nesse local, estariam cerca de 15 alunos estagiários do curso de tanatologia realizando estudos nos diversos cadáveres.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Orthodontic - Especial Notícias

De posse dessa informação, os policiais imediatamente foram para o local onde foram recebidos pelo gerente do estabelecimento, que ao tomar conhecimento da denúncia passou a relatar que de fato o estabelecimento tem recebido uma quantidade muito elevada de corpos, cuja causa-morte chamou sua atenção e de seus funcionários, pois a maioria das declarações de óbito diagnosticou "insuficiência respiratória aguda", "pneumonia crônica", "pneumonia aspirativa", etc, e todos com faixa etária entre 50 a 90 anos de idade, somente uma pessoa com idade de 49 anos. Ele relatou também que esses corpos são oriundos de diversas cidades: BH, Contagem, Betim, Matozinhos, Sete Lagoas, e um caso no hospital da Polícia Militar – HPM.

A fim de dirimir dúvidas sobre o quantitativo mencionado na denúncia acima, o gerente alegou que, desde a última sexta-feira (20) até o referido horário, teria dado entrada na funerária cerca de 73 cadáveres, quantitativo extremamente elevado para a rotina daquele estabelecimento, e que desde os 30 anos de sua profissão não se recorda de tamanha quantidade nesse pequeno intervalo de tempo.

Messe momento, o gerente passou a conferir todas as declarações de óbitos recebidas nas últimas 72 horas sendo apurado a quantidade de 23 casos de falecimento com os diagnósticos descritos anteriormente, e que teria recebido recentemente um caso na cidade de Betim, cujo laudo médico descreve "vigência da pandemia covid-19", conforme registro na declaração de óbito. Porém esse cadáver permaneceu na empresa filial naquela cidade, sendo orientado que após a preparação do corpo deveria ser encaminhado diretamente ao cemitério, para sepultamento.

Quanto à presença dos alunos estagiários no local, o gerente alegou que o fato teria sido mais cedo, e que em razão dos riscos de contágio, todos foram liberados. Foram anexados na ocorrência os números das certidões de óbito dos cadáveres que deram entrada na funerária. Jornais de Belo Horizonte publicaram a informação contida na ocorrência, mas a Polícia Militar antecipou que há inconsistência em alguns dados. A Funerária deve emitir uma nota para explicar a situação. É importante ressaltar que em Minas Gerais há 83 casos confirmados oficialmente e nem um óbito devido à COVID-19. Outros 7273 casos continuam sendo investigados no Estado Mineiro. A Secretaria de Estado de Saúde também está avaliando as informações.

Autor: Farley Rocha Postado em 23/03/2020
Compartilhe:

10 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • PILOTO | 1 semana, 6 dias atrás

    Engraçado esse resultado desses suspeitos nunca vão sair não?

    19 3 Responder

  • Carla | 1 semana, 6 dias atrás

    E quem votou negativo no meu comentário,deve ser uns hipócritas que só pensam em dinheiro.eu sou garçonete, fui mandada embora do serviço no primeiro dia que foi falado para fechar bares e restaurantes,não tenho outra renda ,não sei como vou comprar o de comer para mim e meu filho.mas prefiro isso do que morrer ou ver a minha família morrendo.tem gente que está levando tudo na brincadeira.

    66 14 Responder

    Pedro Silva - 1 semana, 6 dias atrás

    Fome você não passa não , Deus sempre da um jeito Tem fé nada irá faltar prá vc e seu filho

    19 10

    Cris - 1 semana, 5 dias atrás

    Não se preocupe ,vc fez o certo e tudo dará certo Jesus te abençoe hoje e sempre.

    11 9

    Lia - 1 semana, 5 dias atrás

    Pior é que alguns patrões ainda não fizeram nada, aliás nem vão nas empresas mas os funcionários é suas famílias que se danem

    0 1

  • Carla | 1 semana, 6 dias atrás

    E para quem votou negativo no meu comentário,deve ser uns hipócritas que só pensam em dinheiro.eu sou garçonete,fui mandada embora no primeiro dia que foi dito que era para fechar os bares e restaurantes.Não tenho outra renda não sei como vou sobreviver mas prefiro passar por isso do que morrer ou ver a minha família morrendo.tem gente que está levando tudo na brincadeira.

    27 8 Responder

  • [email protected] | 1 semana, 6 dias atrás

    A prefeitura de Patos está pecando muito, tem vários serviços que estão continuando e deveriam parar, os cabeças estão tudo de quarentena, aqueles que tem cargos baixos e fracos estão na rua se arriscando, sendo que nem qualidade a saúde eles tem, a política hoje só fode com os pobre e ajudam os ricos, deveriam cortar o salário da câmera e ajudar os pequenos

    37 7 Responder

  • Carla | 1 semana, 6 dias atrás

    Já teve muito mais mortes do que divulgado.agora o motivo de estarem tentando esconder isso da população é que eu não sei.tem mais é que contar a verdade para ver se esse povo cai na real e começa a respeitar o que está sendo pedido para fazer...acorda Brasil.

    104 16 Responder

    Tudo posso - 1 semana, 5 dias atrás

    Fala sim pq serve para população se prevenir e ver qje não estamos em momentos fácil ha uma guerra pela sobrevivencia

    3 2

    Trimagasi - 1 semana, 5 dias atrás

    O motivo é apenas um, ganância! Se as pessoas não souberem da gravidade do problema, o comércio continuará funcionando e terão mais lucro. São pessoas como o Roberto Justus e o dono do Madero, sócio do Huck, que pensam desta forma, para eles pobres são descartáveis, não se importam se morrerem mil ou cem mil, desde que não parem de ter lucro.

    10 4