Publicado em 13/09/2018 por Farley Rocha
Compartilhe:

Funcionário de vidraçaria tem que ser socorrido ao ser atingido por pilha de vidro em Patos de Minas

Uma unidade do SAMU foi até o local e prestou os primeiros socorros.

O funcionário de uma vidraçaria em Patos de Minas teve que ser levado para a Unidade de Pronto Atendimento no final da tarde desta quarta-feira (12). Ele foi atingido por uma pilha de peças de vidro temperado e acabou ferido no rosto e no tornozelo. Uma unidade do SAMU foi até o local e prestou os primeiros socorros.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––

O acidente de trabalho aconteceu em uma vidraçaria na Rua Ouro Preto, Bairro Brasil, por volta das 17h30. De acordo com o sócio proprietário da vidraçaria, Jean Carlos, os profissionais da fornecedora de vidros de outra cidade estavam descarregando o material na empresa quando a pilha acabou caindo e atingindo o funcionário.

O empresário informou que a queda aconteceu porque a pilha de vidros foi mal colocada. “Eles estão ainda calculando o número de peças, mas houve um grande prejuízo para a fornecedora”, contou. O funcionário foi levado para a UPA com ferimentos no rosto e um mais grave no tornozelo direito. Jean Carlos acompanhou o funcionário até a UPA para apoiar no que for possível.

Imagens atualizado em 13/09/2018 • 4 fotos

Autor: Farley Rocha Postado em 13/09/2018
Compartilhe:

8 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Juliana | 2 meses, 1 semana atrás

    Indo ou não com o funcionário pro hospital o povo fala ,credo! Acidentes acontecem....E a empresa sim preocupa com seus funcionários. Ele não foi pro hospital por obrigação e sim por preocupação e respeito para com o bem estar de seu funcionário. Essa resposta sobre prejuízo com certeza foi dada a uma pergunta idiota que o repórter é obrigado a fazer: e o prejuízo, já foi avaliado ? Ou algo nesse sentido. Porque conheço o Jean e ele não iria falar disso em um momento que seu funcionário poderia ter morrido debaixo dos vidros!

    12 2 Responder

  • André | 2 meses, 1 semana atrás

    Infelizmente acidentes acontecem.. Mais meu comentário é quanto a atitude louvável do empresário que apoio o funcionário e seguiu até o hospital ...

    10 6 Responder

    Mias que a obrigação - 2 meses, 1 semana atrás

    Atitude Louvável? ele fez mais que a obrigação dele em acompanhar o funcionário ate ao hospital, segundo a reportagem 'O empresário informou que a queda aconteceu porque a pilha de vidros foi mal colocada. “Eles estão ainda calculando o número de peças, mas houve um grande prejuízo para a fornecedora” Prejuízo maior seria a vida de uma pessoa.

    6 11

  • Snypes | 2 meses, 1 semana atrás

    É uma vergonha ainda se preocupar com prejuízo e o funcionário ?patrão só dá valor quando só rende dinheiro porra que Brasil é esse

    6 15 Responder

    t - 2 meses, 1 semana atrás

    tu é idiota de nascença ou fez curso intensivo ?tu não leu não ? primeiro que quem vai arcar com prejuízo é a fornecedora !e segundo que o patrão foi com o funcionário pro hospital . e este brasil é o que te sustenta , te da emprego , da escola , e por ai vai !

    13 3

    Diogo - 2 meses, 1 semana atrás

    ele preocupou com funcionário sim. Amigo em que mundo vc vive? qual empresa vive sem lucro? qual empresa quer um funcionário que dê prejuízo para empresa e está tudo bem? risco existe em tudo que fazemos.

    13 3

    MARY - 2 meses, 1 semana atrás

    DAS DUAS, UMA. OU VOCÊ NÃO SABE LER OU NÃO QUER ENTENDER.NÃO VIU QUE O PATRÃO O ACOMPANHOU ATÉ A UPA? NÃO GENERALIZE. CONCORDO QUE EXISTEM PATRÕES ARROGANTES QUE EREM SÓ PRODUÇÃO. MAS NÃO NESTE CASO. E O PREJUÍZO FOI PARA O FORNECEDOR ( AQUELE QUE FORNECE O PRODUTO PARA O REVENDEDOR, NO CASO O PATRÃO QUE ACOMPANHOU O RAPAZ)

    10 3

    Patureba em Uberlândia - 2 meses, 1 semana atrás

    Você aprendeu a ler no mobral? Que preguiça de ler as coisas direito!

    7 1