Famílias mantêm a tradição e fazem a diferença na decoração natalina de Patos de Minas

Mas o tempo passou, os recursos ficaram cada vez mais escassos e hoje apenas duas casas na região central mantêm a tradição de decorar suas fachadas.

publicado em 24/12/2019, por Maurício Rocha


O sobrado localizado na esquina da avenida Getúlio Vargas com a rua Farnese Maciel é uma atração a parte. 

Já houve um tempo em que a cidade de Patos de Minas se enfeitava toda para as celebrações do Natal. As ruas e praças eram iluminadas e os moradores eram incentivados a participar de um concurso que elegia a mais bela e criativa decoração natalina. Mas o tempo passou, os recursos ficaram cada vez mais escassos e hoje apenas duas casas na região central mantêm a tradição de decorar suas fachadas. 

O sobrado localizado na esquina da avenida Getúlio Vargas com a rua Farnese Maciel é uma atração a parte. A fachada é toda coberta por pequenas lâmpadas e os Papais Noeis se multiplicam. Eles podem ser vistos em diferentes formatos e tamanhos, pendurados nas janelas, nos galhos das plantas e por todo o jardim.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Orthodontic - Especial Notícias

A casinha do Papai Noel está logo a frente, mas é aquela residência que mais atrai os olhares dos adultos e também das crianças. Elas passam horas contemplando a beleza do lugar. É só anoitecer que a frente da casa fica cheia de visitantes. Os adultos aproveitam para fotografar, filmar e publicar o momento nas redes sociais. 

Um pouco mais a frente, também na avenida Getúlio Vargas, está a residência de Edna Urban. Ela também faz questão de cobrir a fachada de luzes para celebrar o natal. Um enorme Papai Noel puxado por renas iluminadas chama a atenção da criançada. Mas é um presépio em uma gruta montada na frente do jardim é que faz a diferença. 

A presença do Menino Jesus faz as pessoas refletirem que o nascimento e a presença dele em cada lar é que dá o verdadeiro sentido no Natal e o motivo de fato para celebrar a data.

Imagens atualizado em 24/12/2019 • 30 fotos

Autor: Maurício Rocha Postado em 24/12/2019
Compartilhe:

28 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Maria Jose | 3 meses, 1 semana atrás

    Lá vai a pataiada reclamar como sempre......Invejosos..Tem tanta gente passando fome e eles gastando com isso..blá blá blá...E daí ? Eles que estão pagando a conta de luz, pagando pra montar e desmontar,o dinheiro eh deles gastam como quiser. Ninguem está ficando mais pobres pela atitude deles.Cada um que cuide do seu dinheiro e sua vida.

    4 1 Responder

  • Pecado | 3 meses, 1 semana atrás

    Simplesmente a disputa para mostrar quem é mais rico. Totalmente fora do espirito cristão.

    1 4 Responder

    Maria Jose - 3 meses, 1 semana atrás

    Aposto que você tb queria ter dinheiro...kkkkk

    7 1

  • Defensores | 3 meses, 1 semana atrás

    Mundo muito desigual, como quer q decora se ninguém tem dinheiro pra nada !! Infelizmente nesse nosso terrível Brasil nao tá tendo muito recurso nao, um país q o trabalhador morre de trabalha pra ganha essa merda de salário q tá uma vergonha, nos salariados temos q trabalha 1 dia é meio pra come um kilo de carne descente ,isso é um abulso, chega agora época de almento de salário me vem com essa micharia !!sinceramente é uma sacanagem q fazem com o povo brasileiro, estamos sendo motivo de chacota em país estrangeiro.

    8 6 Responder

  • Jotinha | 3 meses, 1 semana atrás

    É mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no céu.

    5 12 Responder

  • Zé Pikeno | 3 meses, 1 semana atrás

    Saudades de lojas como A Caprichosa, Patense, Casa Beija-flor que ficavam abertas até às 22 horas. A gente ficava louco com os brinquedos. Bons tempos.

    29 0 Responder

    Marcinha - 3 meses, 1 semana atrás

    Gente.......achei que era so eu que tinha saudades dessas lojas......na noite de natal, na porta da Caprichosa, formava uma filha enorme p entrar ns loja......as bonecas da marca estrela eram lindas e os brinquedos, os mais variados...bEla recordacao Ze Pikeno!!! Qto a bela casa da avenida , eu sempre admirei.....so que nos ultimos anos, acho que misturam muitas coisas e a decoraçao fica pesada.....se cada ano colocassem menos , poderiam inovar sempre! Em decoraçao, muitas vezes o MENOS é MAIS! ....nao estou dizendo q eu nao gosto....acho linda! ....é so uma dica!

    4 1

  • Luz | 3 meses, 1 semana atrás

    Houve escassez de verba porque esse prefeito junto com seus vereadores investiram para eles mesmo não fazem nada por essa cidade é una vergonha! A casa decorada e lindo eu concordo,mas com tanta necessidade de mudanças que Patos precisa não acham que essa notícia é irrelevante no momento? O pessoal da prefeitura cadê o dinheiro que o povo para nós rotativos,no IPTU ,para onde vcs estão desviando?

    21 4 Responder

  • Eu | 3 meses, 1 semana atrás

    Vejo mais uma competição do que o espírito natalino

    20 24 Responder

  • PAPAI NOEL | 3 meses, 1 semana atrás

    Parabéns aos entusiastas em manter o espírito natalino na cidade independente da classe social. Patos de Minas a cada dia perde sua identidade em relação as datas comemorativas e seus simbolos e os poucos que retratam as vezes são criticados. Este ano a cidade e proprio comércio desmotivado enquando outras que investiram nas decorações obtiveram um melhor retorno e trouxeram as familias pra rua.

    13 6 Responder

  • Ao vivo e a cores | 3 meses, 1 semana atrás

    Não é somente a poder financeiro muito fraco do brasileiro que tem sido o motivo de natais se distanciarem do que era tradicional. O ser humano tem se tornado cada vez mais difícil, a polarização política, a idolatria a políticos, ideologias tem feito com que pessoas não valorizem tanto seus familiares, amigos fazendo assim do natal um feriado qualquer. A condição financeira contribui bastante mas o fator principal é a questão humanidade, o ser humano tem perdido o humanismo, não tem conseguido perdoar e muito menos pedir perdão ou seguer reconhecer seus erros cometidos em desfavor a familiares e amigos, a arrogância o ego tem prevalecido em uma sociedade onde uma família pobre cuja pai e mãe trabalham em serviços braçais sejam colocados em mesas e sejam esquecidos pelos outros pq ninguém quer escutar suas histórias, enquanto médicos, advogados, tenentes tem uma atenção de muitos papagaios que riem até de piadas horríveis provenientes do alto clero da sociedade. Respeito a meritocracia e as conquistas de cada um, mas talvez daquele que não se espera nada venha o verdadeiro amor, a piada mais engraçada ou a maior lição de vida. Já deparei com pessoas que não sentam na mesma mesa com pessoas que declaradamente tem uma visão política diferente. O Natal infelizmente caminha para um feriado qualquer, com família desunidas, amigos brigados simplesmente por questões políticas, religiosas e ou esportivas. Essa família que mantém a tradição está de parabéns, basta ver quantas pessoas param de frente a casa para reparar tamanha beleza, mas tomara que seus corações também sejam tão belos com o próximo. Feliz Natal, e que o verdadeiro amor prevaleça na vida das pessoas reaproximando amigos, familiares.

    20 3 Responder

  • Marc | 3 meses, 1 semana atrás

    Parabéns pelas casas decoradas Patos precisa disso, e vc ainda se importam . Obrigado. Deus abençoe vcs.

    22 8 Responder

    Zé Pikeno - 3 meses, 1 semana atrás

    No Sul, devido à descendência européia (principalmente os Alemães) levam o Natal muito a sério.

    8 1

carregar mais comentários