349669 2216 Ok
Banner CNA - TOPO
Publicado em 11/08/2017
Compartilhe:

Família de estudante com Síndrome de Irlen pede que Prefeitura de Lagoa Grande cumpra decisão judicial

O Ministério Público teve que ajuizar o cumprimento da sentença.

Maria Eduarda Iajelovic Teixeira

A luta de uma estudante da cidade de Lagoa Grande para conseguir um tratamento contra a Síndrome de Irlen foi parar na Justiça e nem assim o problema foi resolvido. A mãe da garota afirma que a decisão judicial para que a Prefeitura ofereça o tratamento para a paciente não está sendo cumprida.

Maria Eduarda Iajelovic Teixeira descobriu ser portadora da Síndrome de Irlen aos 9 anos de idade. Bastante aplicada nos estudos, a garota vinha encontrando dificuldades para acompanhar os colegas. A Síndrome de Irlen dificulta a visão, principalmente quando há um esforço maior. Letras e imagens se misturam e uma simples leitura se torna tarefa difícil.

Depois de descobrir a Síndrome de Irlen, a família de Maria Eduarda foi em busca de tratamento. Como os procedimentos não são realizados pelo SUS, a mãe decidiu acionar a Justiça. A ação foi movida pelo Ministério Público e a liminar, concedida inicialmente, foi confirmada em fevereiro do ano passado. Mas segundo a família, a Prefeitura de Lagoa Grande está descumprindo a decisão judicial.

“Minha maior angústia é ver minha filha sofrendo para acompanhar os colegas na escola e o município negando o direito ao tratamento que foi concedido a ela”, afirma Lorrane, a mãe da estudante. Ela pede que a Prefeitura de Lagoa Grande cumpra a decisão judicial que obriga o município a fornecer todo o tratamento para Maria Eduarda.

A assessoria jurídica da Prefeitura de Lagoa Grande informou que não está descumprindo a decisão judicial. Segundo a representante do órgão, a Administração Municipal está apenas aguardando a apresentação de um laudo técnico com as especificações dos óculos que devem ser adquiridos.

Clínica Impar - Início: 21-08-17
Postado em 11/08/2017
Compartilhe:

23 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Raquel Marques | 1 mês, 3 semanas atrás

    Ana Paula Dantas Buchianeri Federicci veja

    1 0 Responder

  • Marisete Maria da Silva | 2 meses atrás

    Veja Aline Delton

    1 1 Responder

  • Vânia | 2 meses atrás

    Que falta de respeito com a criança, povo politiqueiros,odeio política, mas de todos os prefeitos de Lagoa Grande os que fizeram alguma coisa foi o ze Francelino e Dr Márcio não foi tão ruim assim não, agora Valdir Galvão e Edson sabino????????coitados é de dá dó, lembro que concurso na Lagoa a gente fechava as provas e só a família deles e os puxa sacos que trabalhava na prefeitura. Hoje em dia galera entra na justiça e corra atrás dos seus direitos.

    3 4 Responder

  • ROSANGELE | 2 meses atrás

    Quero apenas alertar aos comentaristas que estamos cobrando não é de prefeito A ou prefeito B estamos cobrando é da municipalidade. Queremos apenas que o judiciário não protele as sentenças!! Acho desnecessários certos comentários

    4 3 Responder

  • Sou eu | 2 meses atrás

    E triste saber que para liberar 50.000 pro sindicato fazer uma festa fechado , a onde a população tem que pagar caro para participar ai não tem nenhuma burocacia , agora para pagar o tratamento de saude de uma mocinha dessa è preciso briga na justiça , o senhor prefeito que vergonha em , que administração da bosta em , e agora povo , do jeito que ta pode fica kkkkkk

    9 3 Responder

    Pronto falei - 2 meses atrás

    A sentença é do ano passado. Administração de ... mesmo né.

    5 4

  • Para que tá feio | 2 meses atrás

    Se desde fevereiro do ano passado essa garota ganhou essa causa porque só agora reclamar? Realmente é muito ruim ver um filho sendo prejudicado mas o pior é ver que só agora essa mãe resolveu fazer algo isso me cheira barraco político caso contrário ela iria cobrar um esclarecimento o ano passado mesmo ou não procurou saber pq estava empregada na prefeitura que a gente via ela sempre lá. E se você mãe tivesse um pouco mais de humildade tenho certeza que a própria população já havia te ajudado você simplesmente ri da desgraça dos outros só vive na farra com um detalhe cadê os filhos? Mas pelos seus 15 minutos de fama você lembrou pelo menos da filha ???????????? esse é o país que vivemos.

    8 5 Responder

    Iana - 2 meses atrás

    Procura os seus argumentos pois entramos na justiça por 2 vezes, no entanto "a do ano passado" como você diz foi de uma consulta e acompanhamento em Belo Horizonte em um hospital especializado, e assim foi feito, ela foi e teve o acompanhamento por uma semana, e no entanto foi dado o tão falado "laudo". Agora pela segunda vez entramos com o pedido do óculos. Vou te esclarecer que não estamos cobrando da prefeitura e muito menos de você! Estamos cobrando os nosso direitos e um mandado judicial!

    11 5

  • Padilha | 2 meses atrás

    Um descaso com a classe de baixa renda,calma, com a restruturação em Brasília muita coisa vai chegar nós municípios do interior o povo vai entender que muita coisa muda com um simples voto,desejamos que este país vai mudar ,porque o povo tá vendo as roubalheiras e falsas promessas e má gestão dos nossos governantes. Tamo ligados.

    3 4 Responder

  • Guri | 2 meses atrás

    Aceitar que perdeu? Temos que aceitar é o fracasso que já está está administração e ainda os que virão, Zé povinho e quem fala por que não teve coragem de mostrar sua real identidade, se fosse fodão ou fodona tinha se identificado, ficar falando que a prefeitura foi deixada com divida, já tá batida, daqui uns dias não terá como colocar outra desculpa vai falar o que ??? Isso deveria acontecer na família de quem precisa e não é atendido, só quando sentir na pele vai entender, SE NAO DA CONTA DE GOVERNAR DEVOLVE A PREFEITURA, POR QUE REALMENTE DO JEITO QUE TA NAO PODE FICAR. KKKK

    8 6 Responder

  • Do jeito que tá pior não pode ficar | 2 meses atrás

    Que vergonha eihh, não pagam nada ,Kkkk.. e os pobres qie pagam o pato. E agora do jeito que tá curios, mandaram os profissionais embora e contrataram MT gente despreparada, e ainda não tem médico, a farmacinha não tá teno nem dipirona, kkkkk. O jeito é contratar pra ver se engana o povo.... Vai caindo Edson Sabino..kkk

    9 9 Responder

  • Vitor Alonso de Castro | 2 meses atrás

    E o pior é que mesmo com a ordem da justiça ainda estão enrolando pra cumprir a ordem ,e duro precisar do poder público

    14 5 Responder

    Realista - 2 meses atrás

    A procuradoria da prefeitura já explicou Vítor, a máquina pública não é simples assim, tem burocracia mano se liga

    9 7

    Advogado - 2 meses atrás

    Depender do prefeito vai dar certo cara humilde , sincero , td de bom nosso prefeito , pena a crise atrapalhar tanto

    8 8

    Pronto falei - 2 meses atrás

    Se todos leram a reportagem completa, viram que o mandato judicial é do ano passado e desde então não está sendo cumprida, vamos deixar de hipocrisia e deixar de mimi tenho certeza que a administração atual fará o que for preciso para ajudar a garota. E médico sempre teve quando precisei. Credo povo gosta muito de criticar .

    8 5

carregar mais comentários