349669 2216 Ok
Caiçaras - Full Banner
Publicado em 26/05/2017
Compartilhe:

Ex-prefeita de Santa Rosa da Serra/MG e marido são presos pela Polícia Civil

Várias caixas de documentos foram apreendidas.

A Polícia Civil apreendeu vários documentos.

A Polícia Civil desencadeou nesta sexta-feira (26) a Operação Éden na cidade de Santa Rosa da Serra/MG. A Ex-Prefeita Cleide Maria Ferreira Rangel, 53 anos, e o marido Ronaldo Rangel, 60 anos, foram presos por crimes de responsabilidade, peculato, corrupção e outros.

De acordo com informações da Polícia Civil, mandados de busca e apreensão e prisão, ainda estão sendo cumpridos pelo Delegado Dr. André Luis Campos, responsável pelas investigações, juntamente com sua equipe de investigadores.

O Delegado da 2ª Delegacia regional, Dr. Vitor Hugo Heisler com uma equipe de investigadores de Araxá, também acompanha os trabalhos. Mais tarde, a Polícia Civil vai dar mais informações sobre a operação. Várias caixas de documentos foram apreendidas. 

Fonte: Ascom Polícia Civil 

Rovan - Super Banner Rodape - inicio 11-07-17
Postado em 26/05/2017
Compartilhe:

1 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • S246 | 6 meses, 2 semanas atrás

    É glorioso ver polícia e a justiça trabalhando para acabar com a corrupção e os resultados estão aparecendo pena que o STF no caso Gilmar Mendes está tentando estragar o combate à corrupção e quer mudar seu voto na decisão do STF que deu entendimento nas prisoes de pessoas com foro privilegiado ser encarceradas se for mantido a sentença de primeira instância na Segunda instância , enfim judiciário no caso Gilmar Mendes quer estragar o combate a essa farra de corrupção.

    1 0 Responder