349669 2216 Ok
Banner Unipam 2017 - Institucional
Publicado em 10/09/2017 por Farley Rocha
Compartilhe:

Estudantes de Patos de Minas fazem viagem com colega cadeirante e dão aula de inclusão

A estudante Nathalia, que é cadeirante, participou de todas as atividades.

A estudante foi incluída em todas as atividades.

Uma viagem com professores e alunos do ensino médio da Escola Estadual Professora Paulina De Melo Porto de Patos de Minas vai ser lembrada por muito tempo. Além de conhecer a cidade histórica de Ouro Preto, eles puderam sentir na prática o que é a inclusão dos deficientes físicos. A estudante Nathalia, que é cadeirante, participou de todas as atividades.

De acordo com a diretora da escola, Nayara Cristina de Sousa Fonseca, a viagem aconteceu na semana passada após um projeto desenvolvido para o ensino médio. “Isso por si só, já era algo único e talvez a primeira oportunidade de muitos de conhecer essa cidade histórica riquíssima de conhecimento. Mas a presença da nossa aluna Nathalia tornou essa viagem singular”, ressaltou.

A diretora informou que Nathalia é uma aluna que possui necessidades especiais. E, neste caso, a cidade, por ser histórica, possui a acessibilidade extremamente restrita: “Entretanto, foi aí que a inclusão aconteceu verdadeiramente. Alguns diriam que aconteceu a ela, porém aconteceu para nós. Tivemos a oportunidade de conviver, vivenciar, aprender, compartilhar e nos divertir com essa pessoa iluminada”, destacou.

Nayara contou que toda a equipe da escola, professores e colegas se envolveram em compartilhar e tornar essa experiência única para todos. “Houve brincadeiras, aventuras, superação, selfies (lógico) e até mesmo desistência de ir em determinados lugares, pois se a Nathalia não podia participar também não iríamos”, contou a diretora.

O que mais chamou a atenção dos docentes foi que isto partiu dos próprios colegas. “Pra mim, a verdadeira inclusão aconteceu conosco”, destacou a diretora ressaltando que as pessoas é que devem incluir os deficientes, já que são eles que mais precisam. Foram 50 pessoas da escola, sendo a diretora, a vice, 4 professores e mais 44 estudantes. Além dos prédios históricos de Ouro Preto, os alunos ainda puderam passear de Maria Fumaça até a cidade de Mariana.

Imagens atualizado em 10/09/2017 • 27 fotos

Rovan - Super Banner Rodape - inicio 11-07-17
Autor: Farley Rocha Postado em 10/09/2017
Compartilhe:

17 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Carim | 2 meses, 2 semanas atrás

    Nosso imenso agradecimento a toda escola pelo modo que recebeu e tem acolhido nossa filha Nathalia. Muitos ignoram que a inclusão é atual, pois a sua construção tem inicio na antiguidade quando crianças com defeito físico eram sacrificadas, posteriormente passaram a ser excluídas do convívio familiar. A inclusão, termo bem atual, nasce do direito de que todos devem ser iguais e ter os mesmos direitos. A escola Paulina de melo Porto é um exemplo vivo de inclusão, que deve ser divulgado e discutido, um movimento de respeito e humanidade a todos aqueles que, embora diferentes, precisam do próximo para sua socialização e sua felicidade. Pais da Nathalia: Carim e Joventina

    7 0 Responder

    Lindo - 2 meses, 2 semanas atrás

    Parabéns à família pela luta para a inclusão, à escola e aos colegas. A menina é linda e tem que estar inserida sim, merece, pois deve ser um ser humano maravilhoso. Que Deus a abençoe sempre.

    5 0

  • Hernesto | 2 meses, 2 semanas atrás

    Parabéns aos alunos e a diretoria dessa escola ,isto nos mostra que apesar de tudo ainda valem a pena a lutar pelo que é certo , parabéns Patos realmente é o espelho temos ótimas pessoas aqui..

    6 0 Responder

  • Joventina Attoni | 2 meses, 2 semanas atrás

    Sou a mae da Nathália.Parabéns diretora , professores, cuidadora Jessica,alunos e colegas pela verdadeira inclusão.Aos estudades demosntraram a cidadania .

    35 0 Responder

  • Malaquias do Zé Izá | 2 meses, 2 semanas atrás

    Pobre de um país, onde fazer a coisa certa e cumprir com as obrigações de pessoas e cidadãos vira notícia! Credo desse Brasil Varonil! Que povo Deus resolveu colocar nessa terra rica! A pior raça do planeta.

    10 25 Responder

  • Mineirinho | 2 meses, 2 semanas atrás

    No Brasil tem q se usar a palavra inclusão, pq pessoas especiais nunca estão incluídas. Inclusão precisa fazer parte da formação do ser humano, não "ensinar" a adolescentes.

    8 5 Responder

  • educadora | 2 meses, 2 semanas atrás

    PARABÉNS aos alunos, professores, direção e a aluna Nathália. Inclusão é respeito, é amor, é romper limites e paradigmas. Todos vocês mostraram tudo isso. Fico imensamente feliz, pois através do gesto da E. E.Paulina de Melo Porto podemos perceber que toda a sociedade é responsável e capaz de promover a inclusão. PARABÉNS infinitamente.

    21 2 Responder

  • Branca | 2 meses, 2 semanas atrás

    Parabéns pessoal pela atitude de vcs,,são essas ações que fazem a gente ainda acreditar no ser humano

    17 2 Responder

  • Vilma Gomes | 2 meses, 2 semanas atrás

    Parabenizo a todos por essa atitude de amor ao próximo. Que sirva de exemplo para nós.

    20 2 Responder

  • Tâmmara Pedroso | 2 meses, 2 semanas atrás

    Emmanuela Pedroso Elias

    1 9 Responder

  • Kelly Cristina | 2 meses, 2 semanas atrás

    Parabéns por essa atitude de amor ao próximo.

    10 2 Responder

    haha - 2 meses, 2 semanas atrás

    mais nao é normal,a primeira coisa que todos iriam pensar seria em deixa para tras.

    5 12

carregar mais comentários