Publicado em 05/12/2018 por Farley Rocha
Compartilhe:

Estudante de 16 anos acusa professor de assédio sexual e pede justiça em Patos de Minas

Ele registrou uma ocorrência, denunciou o caso para a direção da escola e também encaminhou a denúncia para a Superintendência Regional de Ensino.

Um estudante do Ensino Médio de Patos de Minas e sua mãe estão cobrando justiça. O adolescente diz que sofreu investidas de um professor de geografia da Escola Estadual Professor Zama Maciel o que lhe causou danos emocionais. Ele registrou uma ocorrência, denunciou o caso para a direção da escola e também encaminhou a denúncia para a Superintendência Regional de Ensino. No entanto, o garoto contou que teve que mudar de escola, porque, segundo ele, não houve punição.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––

Segundo o adolescente, que compareceu à redação do Patos Hoje acompanhado da mãe de 37 anos, os casos começaram depois que o estudante estava passando por um momento de depressão e pediu para ir ao banheiro na aula de biologia. Como não conseguia se recuperar, acabou demorando mais do que o normal e a professora pediu que o referido docente de geografia fosse verificar o que estava ocorrendo. Eles conversaram e depois o professor acabou lhe enviando uma mensagem pelo Facebook de solidariedade.

Na mensagem, havia o número do celular do professor. Após algum tempo, o aluno diz que precisou falar com o docente a respeito de um trabalho escolar e ligou para ele. Foi a partir daí que começou as investidas. O professor de 43 anos enviava áudios e também telefonava via whatsapp. De acordo com o adolescente, as propostas eram de forma discreta, mas sempre envolviam alguma intenção de relacionamento sexual.

O garoto disse que sempre recusou as propostas e no dia 25 de setembro registrou uma ocorrência policial. No relatório da ocorrência, o professor pediu perdão, declarou ser realmente homossexual e que também é alcoólatra, não sabendo o que teria enviado nos áudios. A diretora da escola também disse para os policiais que já havia tomado todas as providências internas que o caso exigia. No entanto, o garoto disse que teve que mudar de escola, porque o professor continuou a dar aula normalmente na instituição.

O estudante contou que lhe foi oferecido mudar de sala, mas disse que não achou isso justo e queria que o professor deixasse de lecionar em sua classe. Para não assistir às aulas do professor, a direção permitiu que o garoto fosse para a sala da supervisora durante as aulas de geografia para fazer as atividades. No entanto, isso estava lhe prejudicando e ele resolveu sair da escola. Cartazes denunciando os crimes e cobrando justiça foram afixados na escola. O adolescente também apresentou prints de conversas no whatsapp que o docente teria tido com outros alunos.

O Patos Hoje entrou em contato com a diretora da Superintendência Regional de Ensino, Elizabeth Maria Nascimento Silva, informou que formou uma comissão de apuração dos fatos e todas as informações e provas já foram recolhidas e encaminhadas para o departamento jurídico da Secretaria de Estado da Educação. “É o jurídico que vai julgar e determinar o que será o feito com o professor. Todas as providências foram tomadas, inclusive com orientação da secretaria”, afirmou.

Imagens atualizado em 05/12/2018 • 6 fotos

Autor: Farley Rocha Postado em 05/12/2018
Compartilhe:

109 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Alunos 1 dia, 20 horas atrás

    Comentário removido pelos leitores. Este comentário foi retirado porque recebeu 20 votos negativos a mais que os positivos.

  • Waldemar Mendes | 2 dias, 9 horas atrás

    Aula de .... Ah, credo.

    0 0 Responder

  • Ex aluna | 2 dias, 20 horas atrás

    Conheço o professor,fui aluna dele por dois anos,sempre foi assim,passava a mão nas meninas,já passou até na minha.Semore deu em cima,chamava o smeninos de viado.Os alunos que estão defendendo, é porque maioria das vezes ele dá ponto de graça.Se até os que trabalham escola está protegendo um sujeito como esse,estes não deveriam nem tentar impor respeito.

    1 5 Responder

    Fulana de tal - 2 dias, 18 horas atrás

    Você está enganada... Ele não gosta de mulher, fui aluna dele também. Ele gosta de meninos apenas.

    4 1

  • A lei interpretada | 2 dias, 21 horas atrás

    O Onyx, futuro ministro da casa civil, se arrependeu de receber caixa 2 e foi "inocentado" por Sergio Moro e Bolsonaro. O professor também se arrependeu dos seus atos, logo, está livre de qualquer culpa. Pode lecionar normalmente sem qualquer problema.

    3 3 Responder

  • trovao azul originao | 3 dias, 1 hora atrás

    esse ai gosta de uma verdadeira guerra de espadas

    3 5 Responder

  • Revétria do Cruzeiro | 3 dias, 9 horas atrás

    Tem que demitir. Um desequilibrado desses, para dizer o mínimo, não tem condições de conviver com jovens em sala de aula recebendo dinheiro do contribuinte. Professor é uma profissão digna e nobre. Qual pai gostaria de ver seus filhos andando com uma pessoa desse tipo?

    8 0 Responder

  • Ex Aluno | 3 dias, 12 horas atrás

    Esse professor também já me assediou, oferecendo dinheiro pra sair com ele, isso quando eu estava me formando, na formatura ele veio me oferecer dinheiro e nós dois quase brigamos. Depois disso nunca tive mais contato, é um canalha mesmo.

    12 4 Responder

    Trágico - 3 dias, 12 horas atrás

    Quem assistiu todo mundo odeia o Chris e lê me nome, sabe de quem estamos falando.

    5 0

  • Qual é o propósito? | 3 dias, 14 horas atrás

    Não estou entendendo o propósito dessa mãe. A diretora representou o professor na Superintendência; a Superintendência apurou os fatos e recolheu as provas encaminhando o caso para a Secretaria de Educação e encaminhou para o setor jurídico da Secretaria Estadual de Educação. A dúvida é: será que a mãe e filho estão pensando que um gestor de escola tem poder para julgar, condenar e sentenciar um professor? Ela não sabe que existem leis e setores na sociedade específicos para fazê-los? Diretor de escola, assim como Superintendente têm poderes limitados. Acalme-se! Não saia jogando estilhaços em todos!

    8 9 Responder

  • OPINIÃO | 3 dias, 17 horas atrás

    Não concordo com assedios, seja moral, sexual ou abuso de poder. Mas lendo a matéria, o professor arrenpedeu do que fez, mas parece que o aluno está mais é pra aproveitar da situaçao. Talvez nao conseguiu com o prof. o que queria. Espero que seja apurado os fatos e que sirva de liçao para todos. Talvez uma amizade mal interpretada, palavras ditas em hora errada pode causar diversos transtornos. Nao cabe a nos julgar e que atire a primeira pedra que nunca cometeu erros. E se fosse ao contrário? Ao julgar lembre se que o telhado é de vidro.

    10 0 Responder

    Mãe - 3 dias, 17 horas atrás

    O que VC quer disser com isso sobre o professor pedir perdão ele pediu perdão foi pra mim que sou a mãe do aluno e outra coisa se VC tiver referindo for sobre dinheiro meu filho não precisa ele tem a pensão dele mas vamos provar porque provas temos e não e só do meu filho não temos mas só quero deixar claro que somos honestosas queremos justiça não adianta querer defender esse covarde

    13 8

    OPINIÃO - 3 dias, 15 horas atrás

    Sei... Acredito em papai noel e no coelhinho da Páscoa

    5 2

  • Uma mãe indignada | 3 dias, 18 horas atrás

    Se fosse mentira do meu filho .porque o .OR não quis dar sua. Versão pró patos hoje era só ele falar o que falou pros polícias e pra advogada pra diretora e pra mim se vcs realmente conhece esse professor pergunta ele pronto ele não quiz nei dar a versão dele

    13 11 Responder

carregar mais comentários