Publicado em 12/07/2018 por Maurício Rocha
Compartilhe:

Entidades assistenciais recebem cheques de quase R$ 170 mil arrecadados no Leilão do Bem

Este ano, o Leilão conseguiu números expressivos e um resultado financeiro positivo que possibilitou a doação de quase R$ 170 mil para três entidades assistenciais.

A Associação das Lojas Maçônicas de Patos de Minas promoveu o encerramento da 7ª edição do Leilão do Bem na noite dessa quinta-feira (11), na sede do OCEANO no Unipam, com a entrega dos cheques para as três entidades beneficiadas. Este ano, o Leilão conseguiu números expressivos e um resultado financeiro positivo que possibilitou a doação de quase R$ 170 mil para três entidades assistenciais.

A Apae de Patos de Minas, que atualmente cuida de mais de 600 famílias de portadores de necessidades especiais, ficou com a maior parte do recurso. A presidente Maria Abadia de Oliveira recebeu o cheque de R$ 93.990,00. A Fundação Pró-curar-se, que oferece assistência aos portadores de câncer e o Amparo Maternal, que atende crianças carentes, ficaram com R$ 37.590,00 cada uma.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––

A 7ª edição do Leilão do Bem contou com um público aproximado de 3 mil pessoas. Mais de 180 animais foram leiloados, proporcionando uma renda bruta de R$ 269 mil. O lucro obtido este ano, que foi repassado às entidades assistenciais, foi de R$ 169.170,00. Em todas as edições, o Leilão do Bem já arrecadou R$ 1.227.000,00.

Os representantes das três entidades beneficiadas pelo Leilão agradeceram aos voluntários das Lojas Maçônicas pela iniciativa. Maria Abadia de Oliveira, presidente da Apae, disse que as pessoas não fazem ideia da importância desse tipo de doação para as entidades. Ela disse, que o dinheiro será usado para iniciar a construção na unidade rural da Apae.

O leilão do Bem é realizado pelas Lojas Maçônicas de Patos de Minas e tem o apoio de empresas, voluntários e do Unipam. A edição de 2019 já está sendo preparada e com estimativa de arrecadação de R$ 300 mil. O 8º Leilão do Bem vai acontecer no dia 28 de abril e os organizadores prometem muitas novidades.

Imagens atualizado em 12/07/2018 • 21 fotos

Autor: Maurício Rocha Postado em 12/07/2018
Compartilhe:

9 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Clodovil | 4 meses atrás

    Dizem que maçom conhece o outro de longe. É só olhar. Eu conheço meus concorrentes tbem desse jeito.

    0 0 Responder

  • Só Acho | 4 meses atrás

    A Maçonaria poderia ajudar com o Leilão do Bem outras entidades, pois há tempos ajuda somente estas três, e, em Patos, há outras entidades que precisam tanto quanto estas, por exemplo, Vila Pe. Alaor, Casa da Acolhida e Casa das Meninas....

    4 4 Responder

    Eduardo - 4 meses atrás

    Bem lembrado....So estas entidades são beneficiadas todos os anos...na festa do milho outras entidades participaram no maior frio para depois ganharem meia dúzia de saco de arroz e feijão. Estas entidades aí nem lá foram. Porque o Unipam não chamou as outras entidades para dividir também? Agora todo ano a mesma coisa? Sempre os mesmos para dividir o bolo? Porque não participaram na FENAMILHO? É porque já sabiam que depois o trato seria maior? Parabéns para eles que receberam, mas é lamentável.

    4 4

  • Parabéns. | 4 meses atrás

    Parabéns para a união das lojas de Patos: Amor e Justiça, Esforço e Trabalho, Fênix, Paz e Harmonia e Renovação e Sabedoria, as três instituições merecem.

    5 1 Responder

    Biscoiteira - 4 meses atrás

    Credo uai! Patos virou foi só maçonaria. Cruz credo! Que tanto de lojas.

    1 1

  • éric | 4 meses atrás

    A próxima etapa requer uma gigantesca transparência, fiscalização e prestação de contas desta utilização do montante financeiro. Que todos estes sorrisos sejam realmente por uma conquista séria em prol destas instituições, e não pra uso pessoal. Estejamos de olho. ????. Brasil, Brasil, Brasil.....

    0 10 Responder

  • james bonde | 4 meses atrás

    A Apae de patos se nao pensasse so em dinheiro, fizesse um trabalho social sempre, como bingos, leiloes, outras atividade sempre estariam de caixas cheios

    3 6 Responder

  • Jonathan | 4 meses atrás

    Parabéns a Pro- curar-se!!! Diferentemente da Asapac ela faz alguma coisa para os pacientes com Câncer aqui em Patos! A Asapac deveria ser investigada...está lotada de processos trabalhistas e ajuda muito pouco....pelo tanto que arrecada! Pessoal abre o olho!!!

    10 0 Responder

    Concordo - 4 meses atrás

    Infelizmente tenho que concordar com você, basta pedir aos responsáveis pela ASAPAC para mostrarem para onde e para quem vai o dinheiro que tanto arrecadam com o telemarketing,

    6 0