349669 2216 Ok
Banner CNA - TOPO
Publicado em 03/07/2017 por Maurício Rocha
Compartilhe:

Denúncia de intervenção em área de preservação faz Prefeitura interditar loteamento

É possível ver uma grande quantidade de terra represando uma nascente que abastece o Córrego do Monjolo.

A denúncia é de que as intervenções feitas pelas máquinas estão causando danos ao meio ambiente.

A construção de um loteamento nas imediações do bairro Residencial Monjolo foi parar no Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente – Codema e na Diretoria de Meio Ambiente. A denúncia é de que as intervenções feitas pelas máquinas estão causando danos ao meio ambiente. Até mesmo uma nascente teria sido atingida.

As imagens mostram os estragos causados pelo serviço de terraplanagem. Segundo a denúncia que chegou ao Codema, para abrir as ruas, a empresa responsável pela obra teria avançado sobre áreas de preservação permanente. É possível ver uma grande quantidade de terra represando uma nascente que abastece o Córrego do Monjolo.

A área de preservação existente nas imediações do local onde está sendo aberto o loteamento já vinha sendo alvo do Ministério Público. O órgão ajuizou uma ação civil pública contra a Prefeitura e contra a empresa responsável pelo loteamento do Residencial Monjolo para conter uma erosão gigantesca que se abriu no local, segundo o Ministério Público, em decorrência de erros na execução dos projetos. A erosão está escondida em meio à vegetação, mas impressiona ao ser descoberta.

Os danos causados pela obra de construção do novo loteamento também impressionaram. De acordo com a assessoria de comunicação da Prefeitura, a Diretoria de Meio Ambiente notificou os responsáveis pelo loteamento para apresentar autorização do Codema e licenças ambientais para intervenção em Área de Preservação Permanente.

A Prefeitura informou ainda que a Secretaria de Obras Públicas também vai fazer uma notificação para a empresa e termo de interdição da obra. Além disso, a empresa responsável terá que apresentar projeto do loteamento e as autorizações da obra.

Imagens atualizado em 03/07/2017 • 7 fotos

Clínica Impar - Início: 21-08-17
Autor: Maurício Rocha Postado em 03/07/2017
Compartilhe:

30 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Na real | 2 meses, 2 semanas atrás

    Fizeram um loteamento próximo a minha casa, declive a mais de 35º graus, não se pode fazer nem pastagem segundo o Ibama, cortaram um dezena de madeira de lei (angico), soterraram uma nascente, para se construir uma rua! Fui ao Ministério Publico, fiz a denuncia, tirei um monte de fotos e documentei, recebi a visita de um policial da companhia de meio ambiente; um bom tempo depois recebi um documento que o loteamento estava todo regular, segundo o Ministério Publico! Mais tarde eu fiquei sabendo, que um dos sócios era Advogado! Agora se o pessoal deste loteamento quiser prosseguir com o empreendimento, dê uma cota de participação para um Advogado, que os aborrecimentos acabam!! Como disse o falecido Armando Marques: Tem coisa que você vê e tem coisas que você não vê!!!

    1 0 Responder

  • Gil | 2 meses, 2 semanas atrás

    Estão só fazendo os bairros eu acho na minha opinião teriam que interligar bairros estão todos separados quando você quer ir à um bairro tem que dar a volta no mundo pra chegar onde você quer acorda patos de minas .

    5 0 Responder

    Daniel Lucas - 2 meses, 2 semanas atrás

    Passou da hora de interligar o Panorâmico até a continuação da Fátima porto.

    3 0

  • Rui Barbosa | 2 meses, 2 semanas atrás

    Esse negócio de loteamento na prefeitura já foi uma máfia. Pagava e levava. Muita gente ganhou dinheiro com os cargos. Muitos donos de imobiliárias pagaram bem e por muito tempo. Se o Ministério Público for atrás disso, vai muita gente pro xilindró. A prefeitura só pegava terrenos ruins dos loteamentos para fazer praça, escolas etc.

    2 0 Responder

  • Gil | 2 meses, 3 semanas atrás

    Na verdade arrumaram umas manilhas aqui ainda bem que não choveu se não teríamos que ter feito igual em Manaus só de balsa o cambada pra fazer serviço mal feito assim lá longe e bso para por aí nso esse aí e só um pouco de problemas que temos aqui prefeito ajuda nois aqui a minha casa e de todos os moradores do bairro estão todas cheias de terra pelo amor de Deus alguém faz alguma coisa .

    0 1 Responder

  • POIZEH | 2 meses, 3 semanas atrás

    Pois não é ? Antigamente se protegiam as minas de águas doces potáveis. Fazia-se uma proteção com pedras e tijolos, tipo iglu, com acesso nas laterais, deixando a água correr livre no centro e a entrada era protegida com gradil. Esse fato era observado ainda no tempo do Brasil Império. Hoje, passam por cima..., colocam manilhas de dreno e entulham tudo em nome do progresso, como no caso da baixada da Vieira e Silva..., onde as minas estão tendo que achar caminho através de manilhas de dreno que, futuramente, não terão como ser manutenidas e entupirão, já que o calibre das manilhas não permite a entrada de pessoas pra fazer a limpeza da sílica que vai se acumular com os anos...! É preciso despertar a consciência ecológica e proteger as minas!!!! Estamos esperando que seja protegida a mina existente na R. Zina Rocha, junto a uma gameleira..., que está sumindo aos poucos!!!! Confiram e esperamos que O Poder Público tome uma decisão à respeito, pois também é mina que abastece o Rio Paranaíba...!

    5 0 Responder

  • Hipócritas | 2 meses, 3 semanas atrás

    ... e ainda criticam a proposta de expansão urbana além da Ponte do Arco!!!

    3 2 Responder

    Gabriel - 2 meses, 3 semanas atrás

    Até parece, a proposta de expansão só serve para especulação e favorecer amigo de político, exatamente como esses loteamentos.

    4 2

  • observador | 2 meses, 3 semanas atrás

    :eyes:E OBRIGAÇÃO DE TODA HUMANIDADE CUIDAR E PROTEGER A NATUREZA E DE TUDO QUE NELA VIVE , PRINCIPALMENTE AS NASCENTES POIS SÃO ELES QUE DÃO VIDA AOS RIOS E TODO SER VIVO. ESTAMOS VIVENDO ESTA FALTA DE AGUA E PORQUE MUITAS NASCENTES FORAM DESTRUIDAS. LEMBREM OS 4 ELEMENTOS MAIS IMPORTANTE AGUA, TERRA, FOGO ,AR ESSES ELEMENTOS SÃO CONSIDERADOS BASICOS NA CONSTITUIÇÃO DA MATERIA (VIDA). :eyes:

    8 0 Responder

  • Para Refletir. Laudato si | 2 meses, 3 semanas atrás

    28. A água potável e limpa constitui uma questão de primordial importância, porque é indispensável para a vida humana e para sustentar os ecossistemas terrestres e aquáticos. As fontes de água doce fornecem os sectores sanitários, agro-pecuários e industriais. A disponibilidade de água manteve-se relativamente constante durante muito tempo, mas agora, em muitos lugares, a procura excede a oferta sustentável, com graves consequências a curto e longo prazo. Grandes cidades, que dependem de importantes reservas hídricas, sofrem períodos de carência do recurso, que, nos momentos críticos, nem sempre se administra com uma gestão adequada e com imparcialidade. A pobreza da água pública verifica-se especialmente na África, onde grandes sectores da população não têm acesso a água potável segura, ou sofrem secas que tornam difícil a produção de alimento. Nalguns países, há regiões com abundância de água, enquanto outras sofrem de grave escassez. 31. Uma maior escassez de água provocará o aumento do custo dos alimentos e de vários produtos que dependem do seu uso. Alguns estudos assinalaram o risco de sofrer uma aguda escassez de água dentro de poucas décadas, se não forem tomadas medidas urgentes. Os impactos ambientais poderiam afectar milhares de milhões de pessoas, sendo previsível que o controle da água por grandes empresas mundiais se transforme numa das principais fontes de conflitos deste século. Fonte: http://w2.vatican.va/content/francesco/pt/encyclicals/documents/papa-francesco_20150524_enciclica-laudato-si.html

    4 3 Responder

    refletir para - 2 meses, 3 semanas atrás

    credo! precisava escrever a biblia toda? nimguem vai ler isso naum!

    13 2

  • P.O | 2 meses, 3 semanas atrás

    QUEM autorizou ,NÃO devia ter autorizado agora depois de fazer esse estrago todo .é que vocês ACORDÃO :eyes:

    6 0 Responder

  • Vinícius De Salles | 2 meses, 3 semanas atrás

    Leonardo Junio

    2 0 Responder

carregar mais comentários