349669 2216 Ok
Publicado em 27/11/2017
Compartilhe:

Confiança da construção do Brasil tem 6ª alta seguida em novembro com melhora de contratos, diz FGV

Os dados divulgados pela FGV mostraram que o Índice de Confiança da Construção (ICST) do país subiu 1,1 ponto neste mês e foi a 79,1 pontos.

A confiança da construção do Brasil apresentou avanço em novembro pelo sexto mês seguido diante da melhora da percepção sobre a certeira de contratos, apontou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta segunda-feira.

Os dados divulgados pela FGV mostraram que o Índice de Confiança da Construção (ICST) do país subiu 1,1 ponto neste mês e foi a 79,1 pontos.

“Em novembro, vale destacar que a percepção das empresas em relação à carteira de contratos teve forte avanço. Também houve aumento nas assinalações de contratações de mão de obra nos próximos meses...atingindo o maior patamar desde dezembro de 2014”, apontou a coordenadora de projetos da construção da FGV/IBRE, Ana Maria Castelo, em nota.

A melhora da confiança em novembro foi baseada exclusivamente na percepção sobre a situação corrente das empresas.

O Índice da Situação Atual (ISA-CST) teve alta de 3 pontos, a 69,2 pontos, influenciado principalmente pelo indicador que mede a situação atual da carteira de contratos.

“Estes resultados representam uma sinalização importante de melhora da atividade da construção nos últimos meses do ano, o que, por sua vez, traz perspectivas mais positivas para o setor em 2018”, completou Ana Maria Castelo.

Por outro lado o Índice de Expectativas (IE-CST) recuou 0,8 ponto, para 89,4 pontos, pressionado pelo indicador que mede a demanda para os três meses seguintes.

A FGV informou ainda, em nota separada, que o Índice Nacional de Custos da Construção (INCC-M) teve alta de 0,28 por cento em novembro, acelerando ante 0,19 por cento em outubro.

Fonte: Agência Reuters

Rovan - Super Banner Rodape - inicio 11-07-17
Postado em 27/11/2017
Compartilhe:

0 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.