Comissão faz vistoria no Hospital São Lucas para avaliar denúncias de irregularidades

Os questionamentos eram muitos e houve inclusive um início de tumulto, mas aos poucos as repostas foram apresentadas.

publicado em 12/03/2019, por Maurício Rocha


Depois de receber inúmeras denúncias de irregularidades no atendimento aos pacientes do SUS, a Câmara Municipal de Patos de Minas decidiu formar uma comissão para fazer uma vistoria no Hospital São Lucas. Vereadores, servidores do legislativo, representantes da Secretaria Municipal de Saúde e da OAB foram avaliar de perto a realidade do serviço. Os meios de comunicação da cidade foram acionados para acompanhar a visita.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Medic Imagem

Os questionamentos começaram logo na entrada do Hospital. Pacientes relataram problemas no serviço de hemodiálise e a precariedade do atendimento. Sem receber há quatro meses, a empresa que fazia o serviço de análise e tratamento da água usada no hospital deixou o serviço. Os vereadores questionaram a falta de um laudo que comprovasse a qualidade da água usada no atendimento aos pacientes.

Os questionamentos eram muitos e houve inclusive um início de tumulto, mas aos poucos as repostas foram apresentadas. A própria secretária municipal de saúde, Denise Fonseca, tratou de tranquilizar os pacientes da hemodiálise. Ela disse que uma nova empresa foi contratada para fazer o controle da água e que os laudos apresentados hoje demonstram que hospital atende todas as exigências técnicas.

Coube ao diretor do Hospital São Lucas, Iuri, apresentar as respostas aos vereadores. Ele disse que o Hospital São Lucas está passando por uma transformação e que as melhorias não acontecem da noite para o dia, principalmente por que 99% dos atendimentos são feitos pelo SUS, através de uma tabela de remuneração que não cobre os custos. Iuri explicou que a solução é transformar o São Lucas em Hospital Escola, o que aumentaria o valor da tabela em 70%. O processo está em andamento, segundo ele.

Iuri Xavier foi questionado também com relação a atrasos no pagamento de fornecedores. Ele disse que as dívidas são anteriores à gestão atual. Com relação ao funcionamento do tomógrafo, o administrador informou que o aparelho de tomografia, que custou mais de R$ 700 mil, queimou e o conserto fica pelo preço de um novo. Ele disse que o seguro foi acionado e que está aguardando uma solução.

Outro questionamento dos vereadores foi com relação ao serviço de oncologia e a reclamação da Clínica Oncológica de que não estaria recebendo. Iuri informou que o caso está sendo resolvido na Justiça. Por outro lado, ele disse que a Clínica não tem atendido a demanda da região. Iuri ressaltou que o Hospital São Lucas já enviou ofícios solicitando a ampliação dos serviços, mas que não foi atendido. O contrato com a Clínica AZ vence em dois anos e o próprio hospital deverá assumir os atendimentos dos pacientes com câncer.

Por último, os integrantes da comitiva foram levados para conhecer a Clínica de Hemodiálise. O espaço conta com 36 máquinas funcionando e atende cerca de 200 pacientes de toda a região. Sem fixar uma data, o administrador do Hospital São Lucas prometeu resolver os problemas apontados e atender as reivindicações dos pacientes.

Imagens atualizado em 12/03/2019 • 12 fotos

Autor: Maurício Rocha Postado em 12/03/2019
Compartilhe:

59 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Zé Povim | 2 meses, 1 semana atrás

    Não sei que esses vereadores foram fazer aí... Só tem conversa fiada. Isso vai dar em nada. Vereador sabe mesmo é gastar o dinheiro dos trouxas...

    6 0 Responder

  • Cma | 2 meses, 1 semana atrás

    Muito alvoroço e zero soluções! Estão enxugando gelo! Essa administração disse o que a comissão quis ouvir!

    13 0 Responder

  • Funcionario | 2 meses, 1 semana atrás

    HOSPITAL ESTA SUCATEADO, CTI'S ESTAO PRECARIOS NAO TEM MONITORES BONS, NAO TEM CABOS DE OXIMETRO NEM ECG NEM PA QUE PRESTE. FALTA LENCOL, OS QUE VAO ESTAO TODOS RASGADOS E PODRES. MEDICOS RECEM FORMADOS PRATICAMENTE NAO SABEM DE NADA, NAO SABEM ENTUBAR NAO SABEM PEGAR ACESSO CENTRAL E QUANDO PEGAM ACABAM MATANDO PACIENTE IGUAL FAZEM. MEDICOS RECEM FORMADOS QUE COLOCARAM PRA ADMINISTRAR CTI'S TEM UM LA QUE FOI FAZER TRAQUEO E ACABOU MATANDO PACIENTE NAO SABE DE NADA. FALTANDO FUNCIONARIOS NAO CONTRATAM ESTAMOS ASSUMINDO NAS ALAS 10 ATE 13 PACIENTES CADA TECNICO É UM ABSURDO ASSUMIR ESSE TANTO DE PACIENTE.

    14 2 Responder

    Antonio Moraes - 2 meses, 1 semana atrás

    Este depoimento é muito sério ! Tomara que alguém da comissão de saúde o veja !

    5 0

    ?????? - 2 meses, 1 semana atrás

    Médicos recém formados que não sabem nada? Vale avaliar queda brusca no índice de mortalidade hospitalar após a chegada desses "Médicos recém formados que não sabem nada". Já que se trata de um funcionário que está trazendo está informação, que tal procurar o hospital e trazer esses números para nós? talvez o que está incomodando seja o fato de serem cobrados de fato, de não ser aceito que o hospital São Lucas seja usado por alguns "profissionais" como descanso de seus outros serviços, assim como deve ser o seu caso. Pergunte aos pacientes e seus familiares que são atendidos por esses "Médicos recém formados que não sabem nada" o que eles estão achando da assistência oferecida. Te garanto que o índice de aprovação será enorme! Tempo de atuação em medicina nada tem a ver com qualidade e caso você trabalhe no hospital São Lucas antes da atual gestão, irá se lembrar do descaso que ali ocorria. Se lembra de que apenas um médico assumia a Irresponsabilidade de atuar nas 3 UTIs ao mesmo tempo? Se lembra de como era mais frequente a falta de técnicos e enfermeiros? Se lembra de uma das famas do HSL de aceitar pacientes oriundos de hospitais particulares para que esses vivessem a falecer no hospital São Lucas? Se fizer uma análise verdadeira e racional, irá observar o quanto a assistência ao paciente melhorou! Há coisas a melhorarem, é sempre haverá. Mas cabe aos que lá trabalham, tentar correr atrás, brigar pelas melhorias que estão por vir... e não vir a público blasfemar apenas pelo prazer de causas intriga ou discórdia entre o que está de fato sendo construído naquele hospital e Médicos recém formados que não sabem nada? Vale avaliar queda brusca no índice de mortalidade hospitalar após a chegada desses "Médicos recém formados que não sabem nada". Já que se trata de um funcionário que está falando tal absurdo, fique à vontade para procurar o atual coordenador e avaliar esses números... talvez o que está incomodando seja o fato de serem cobrados de fato, de não ser aceito que o hospital São Lucas seja usado por alguns "profissionais" como descanso de seus outros serviços, assim como deve ser o seu caso. Pergunte aos pacientes e seus familiares que são atendidos por esses "Médicos recém formados que não sabem nada" o que eles estão achando da assistência oferecida. Te garanto que o índice de aprovação será enorme! Tempo de atuação em medicina nada tem a ver com qualidade e caso você trabalhe no hospital São Lucas antes da atual gestão, irá se lembrar do descaso que ali ocorria. Se lembra de que apenas um médico assumia a Irresponsabilidade de atuar nas 3 UTIs ao mesmo tempo? Se lembra de como era mais frequente a falta de técnicos e enfermeiros? Se lembra de uma das famas do HSL de aceitar pacientes oriundos de hospitais particulares para que esses vivessem a falecer no hospital São Lucas? Se fizer uma análise verdadeira e racional, irá observar o quanto a assistência ao paciente melhorou! Há coisas a melhorarem, é sempre haverá. Mas cabe aos que lá trabalham, tentar correr atrás, brigar pelas melhorias que estão por vir... e não vir a público blasfemar apenas pelo prazer de causas intriga ou discórdia entre o que está de fato sendo construído naquele hospital e a população. Mas ao que parece, você não se preocupa de fato com os pacientes. O que te incomoda é o fato de ter seu trabalho fiscalizado, cobrado e exigido, para que o paciente receba a melhor assistência possível. população. Mas ao que parece, você não se preocupa de fato com os pacientes. O que te incomoda é o fato de ter seu trabalho fiscalizado, cobrado e exigido, para que o paciente receba a melhor assistência possível.

    2 0

  • Jonas | 2 meses, 1 semana atrás

    Pessoal me informem por favor.... O são Lucas é hospital particular? Porquê não fazem campanha para ver como o regional está, para agregarem melhorias!

    4 1 Responder

  • Patti | 2 meses, 1 semana atrás

    E cadê o responsável pelo Centro Oncológico para rebater o que os capangas do Rui falou. Medicamentos faltando na clinica Az, tratamentos sendo desmarcados e os pacientes que ficam prejudicados. O responsável da clínica AZ deveria dá uma satisfação para a população. Isso é o minimo que deveria fazer

    6 2 Responder

  • Valdison | 2 meses, 1 semana atrás

    Eles passaram um Batom e maquiagens para tapiar o povo mas Deus está vendo o cavalo de Tróia ????

    6 1 Responder

  • Patense | 2 meses, 1 semana atrás

    Pode um hospital funcionar sem alvara sanitario? Pois ate hoje o alvara nao foi renovado. Deveriam interditar esse hospital ate a normalização. Mas nao, ficam passando a mão na cabeça. Dá um 1, 2, 3, 4 meses para resolver a nada. Uma vergonha essa vigilância.

    8 1 Responder

  • contador | 2 meses, 1 semana atrás

    Com o valor da tabela que o SUS paga so vai aparecer picareta mesmo e se demorar para reajustar nem picareta vai ter

    3 5 Responder

  • SINCERO | 2 meses, 1 semana atrás

    Maneiras concretas de resolver o problema : 1) Secretaria de Saúde fazer uma licitação para credenciamento de outra clinica de hemodiálise ou retirar o credenciamento do São Lucas 2) Prefeitura de Patos e região fazerem doação de lote para construção de uma nova clínica de hemodiálise 3) Prefeitura de Patos e região montam uma clínica de hemodiálise e terceirizam o serviço 3) Prefeitura de Patos e região montam uma clínica de hemodiálise e administram o serviço, assim como ocorre em Paracatu

    4 1 Responder

    contador - 2 meses, 1 semana atrás

    SINCERO se a secretaria descredenciar o hospital sao lucas eles ficam sem ninguem para prestar o serviço, pois o preço pago não cobre os custos. Entao é o seguinte: se manter a tabela vai ficar como está, com tendencia a piorar, se reajustar e pagar valores compativeis com o mercado ai sim podem fazer licitação e trocar o prestador. Sem receber um valor compativel pelos serviços, prestador serio não pega.

    0 0

  • Meu nome não é johnny | 2 meses, 1 semana atrás

    É....analisando fatos ocorridos,reclamações durante algum tempo por parte de pacientes,e observando a comissão que foi deslocada para analisar a circunstância em que o hospital "OPERA", concluo minha obsevração com a seguinte pergunta. -"porque ´só agora a câmara de vereadores,juntamente com os demais foram vistoriar?não vem de algum tempo essas reclamações?pessoas que necessitam de tratamento estão a BEIRA DA MORTE com tanto descaso a saúde em patos... não estou aqui CRITICANDO A COMISSÃO mas pedindo uma atenção MAIOR com a saúde da população...porque não tem nada de graça estamos pagando através de impostos TODOS OS ENVOLVIDOS com a saúde,vereadores juizes e os demais.

    5 1 Responder

carregar mais comentários