Publicado em 11/09/2018 por Maurício Fernandes
Compartilhe:

Comerciantes da Av. Marabá sofrem com poeira causada por obra e pedem mais agilidade da Prefeitura

As obras de drenagem pluvial que acontecem na Avenida Marabá estão tirando o sono dos comerciantes locais.

Os comerciantes da Avenida Marabá estão pedindo uma maior agilidade nas obras que estão sendo realizadas na via. Isso porque a grande quantidade de terra e poeira vem causando um grande constrangimento para eles. Os proprietários dos comércios estão calculando prejuízos atrás de prejuízos com a manutenção que está acontecendo no local. De acordo com a Prefeitura Municipal, as obras estão 55% concluídas.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––

As obras de drenagem pluvial que acontecem na Avenida Marabá estão tirando o sono dos comerciantes locais. Isso porque, segundo eles, a poeira entra nos estabelecimentos e acaba espantando todos os clientes e deixando os imóveis, que são novos, com cara de velhos. Os funcionários precisam lavar os estabelecimentos várias vezes ao dia e limpar os produtos quase que a todo momento.

De acordo com Juliana Corrêa, proprietária de um supermercado, a situação está muito constrangedora para eles, pois além de perder alguns clientes, outros chegam no local e se espantam com as condições da Avenida. “Nós temos apenas sete meses de funcionamento aqui e sem dúvida alguma essa poeira espanta a maioria dos nossos clientes, o pessoal não vem e os que vêm ficam com receio por causa da sujeira, não do supermercado, mas essa que eles estão causando”.

Juliana ainda conta que, em várias limpezas que são realizadas em seu estabelecimento, são retirados montes de terra de dentro do local. “Dá uma olhada aqui na situação da água e do pano que nós estamos usando, agora com esse tempo seco, o vento traz terra pura para dentro do nosso comércio, se você olhar aqui nos corredores de todas as lojas aqui não é pó que a gente varre todos os dias é terra, terra pura mesmo”.

Glaura Abadia é dona de um restaurante às margens da Avenida Marabá e disse que nesse último domingo (09) teve um prejuízo de mais de R$400,00. “Estava cheio de gente aqui almoçando, todas as mesas ocupadas, as cubas cheias de comida e várias unidades de marmitex para serem vendidas. Aí surgiu uma ventania e a poeira entrou tudo dentro do restaurante, entrou dentro dos pratos dos clientes que estavam aqui”.

Ainda segundo ela, foi preciso fechar o restaurante, pois já não tinha mais condições de continuar. “Eu tive que baixar as portas aqui, foi mais de R$400,00 de prejuízo porque eu tive que jogar toda a comida fora, todo o material para fazer o marmitex, enfim, foi muito desmotivante e o pior é que agora não tem ninguém que vá nos ressarcir esse prejuízo né, infelizmente nós estamos sozinhos”.

A obra começou em Julho deste ano e a previsão de término é em Julho de 2019. O investimento foi de R$3,4 Milhões e o projeto promete escoar toda a água da chuva evitando que o local seja foco de enchentes e alagamentos.

Imagens atualizado em 11/09/2018 • 29 fotos

Autor: Maurício Fernandes Postado em 11/09/2018
Compartilhe:

31 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • tio barnabé | 2 meses, 1 semana atrás

    vá reclamar com o papa . quer que pare as obras pra vender marmitas ? sera que este povo não sabe que esta obra é de suma importância ?isto já esta quase no fim . e outra coisa é que este lugar sempre teve poeira ,sempre .

    0 4 Responder

  • PADRÃO ZÉ OSTAKI | 2 meses, 1 semana atrás

    Tudo que essa prefeitura tenta fazer é nas coxas, no improviso e na gambiarra.

    2 4 Responder

  • Ferreira | 2 meses, 1 semana atrás

    Se não faz reclama, se faz reclama. É muito difícil.

    3 4 Responder

  • Playboy | 2 meses, 1 semana atrás

    O povo reclama demais. Faz assim, muda daí. Em breve terei imóveis para locação na Avenida Padre Almir.

    1 9 Responder

  • Zé Pikeno | 2 meses, 1 semana atrás

    Desde que me entendo por gente, obras, seja qual for o tamanho, causam transtornos. Paciência neste momento é fundamental. No final todo mundo ganha.

    8 2 Responder

  • patureba | 2 meses, 1 semana atrás

    Meu Deus do ceu, este povinho reclama de tudo, por esse motivo que Patos esta andando na contramão de outras cidades bem menores, qualquer obra de melhoria incomoda, não pode ter barulho, não pode ter poeira, nem na roça eles servem pra morar!!!

    3 3 Responder

    Outro lado - 2 meses, 1 semana atrás

    Olha o vídeo aí meu amigo e coloque se no lugar deles. E aguarde pq vão mexer na padre Almir tbem meu jovem, consulte o plano diretor no site da prefeitura ????????

    4 6

    Marcao - 2 meses, 1 semana atrás

    Aqui na roça ta pior, meu amigo !! Passe na estrada da baixadinha pra ver o que eh poeira ! La na Serrinha carro pequeno afunda na poeira e nao tem visibilidade alguma ! A PAESAN e a Prefeitura abandonaram aquela regiao prometendo asafalto em 18 dias !! Jah se foram quatro anos e nada ! Vamos votar com sabedoria nas proximas eleiçoes ! Nada de figurinhas repetidas !! A nossa chance eh agora !!!!!!

    4 0

  • Pirilampo | 2 meses, 1 semana atrás

    A Copasa fura um buraco, coloca placas pra impedir o trânsito e depois de uns 3 meses consertam, daí mais uns 2 meses e liberam a via. Agora virou moda e a prefeitura gostou da ideia e tá fazendo pior, demora 1 ano pra uma obrinha de recapeamento. Estamos perdidos com essas instituiçöes públicas de Patos.

    11 2 Responder

  • cidadão | 2 meses, 1 semana atrás

    A drenagem é importante sim, vai até nna obra da Unipam no final da Maraba.....esquisito isso.

    6 3 Responder

  • DEVANELSON | 2 meses, 1 semana atrás

    Povo reclama de tudo mesmo em. Deixa de ser chato cara, isso ai vai beneficiar vc que mora ai perto. :rage:

    5 6 Responder

    Juliana - 2 meses, 1 semana atrás

    Beneficiará e muito. Mas os montes de Terra estão ficando acumulados ao longo da avenida. Empresas já se ofereceram pra retirar a Terra daqui gratuitamente e a empreiteira não autorizou. Gastam caminhões e mais caminhões de água pra irrigando essa Terra, o que não resolve nada. Poxa vida gente, é o nosso dinheiro sendo desperdiçado. Essa é nossa principal reclamação. E outra coisa, pedimos o apoio da população: coloquem se no nosso lugar! Vejam o vídeo. Se fosse você o comerciante daqui? Se fosse você que estivesse almoçando ali no restaurante e sua comida enchesse de Terra ?

    2 3

  • PIEROTE | 2 meses, 1 semana atrás

    Tem um comerciante ai que Esta devendo muito dinheiro de mercadorias a Mercifram mas não paga nem a pau Juvenal kkkkk.

    6 2 Responder

    Pirapora - 2 meses, 1 semana atrás

    É verdade ele deu prejuízo em muitos fornecedores de frango e agora Fica tirando onde com comércios novos mas montados com dinheiro roubado . aqui na terra se faz aqui se paga . Master

    6 1

carregar mais comentários