Publicado em 14/06/2018 por Maurício Rocha
Compartilhe:

Com cerca de 200 oficinas mecânicas, bairro Planalto terá projeto de fortalecimento do setor

O projeto contempla capacitações e ações de comunicação e de identidade visual.

São cerca de 200 empresas especializados no reparo de caminhões, carretas e máquinas. ( Foto: Arquivo Patos Hoje )

Com localização estratégica, o bairro Planalto se transformou em um setor de oficinas mecânicas em Patos de Minas, principalmente para veículos pesados. São cerca de 200 empresas especializados no reparo de caminhões, carretas e máquinas, segundo levantamento feito pelo Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico – Sindimetal, que elaborou um projeto de fortalecimento do setor.  

O projeto contempla capacitações e ações de comunicação e de identidade visual. O presidente do Sindimetal, Lisandro de Queiroz Bicalho, destacou que para o desenvolvimento destas ações, buscou a parceria do IEL, por meio do PCIR (Programa de Competitividade Industrial Regional) e também, do SENAI CECOTEG, que atua especialmente, em projetos de design e inovação.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––

De acordo com o presidente do Sindimetal, Lizando Bicalho, por ter acesso facilitado às BRs 365 e 354, que contam com movimento diário de mais de 6 mil veículos, o bairro Planalto tem grande possibilidade de se desenvolver ainda mais na prestação de serviços para os transportadores.

 “As oficinas instaladas têm variadas competências técnicas e alta capacidade na prestação de serviços”, ressaltou Lisandro, acrescentando que, ao atuar com um projeto no Bairro Planalto, as demais oficinas mecânicas, empresas do segmento de estruturas metálicas e de material elétrico, localizadas em Patos de Minas e em municípios próximos, serão contempladas.

Segundo o presidente do Sindicato, o projeto será desenvolvido em duas etapas, com previsão de conclusão até novembro. A primeira contemplará visitas técnicas a oficinas, entrevistas qualitativas e pesquisas sobre o mercado para diagnóstico do setor. Na segunda etapa haverá a execução de planejamento estratégico de comunicação.

“O objetivo é transformar o projeto em  Arranjo Produtivo Local a exemplo de outros segmentos que conseguiram este reconhecimento”, destacou. Uma das vantagens do APL é facilitar o acesso de micro, pequenas e médias empresas a programas de gestão empresarial, mercado, processo, produtos e linhas de financiamento visando ao seu fortalecimento no mercado interno e acesso ao externo.

A primeira reunião já foi realizada e outros encontros deverão acontecer para informar e mobilizar os empresários do setor.

Autor: Maurício Rocha Postado em 14/06/2018
Compartilhe:

17 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Zorro | 4 meses atrás

    Esses caminhões está acabando com os asfalto dos bairros e os vereadores tem que fazer projetos de proibir oficinas de caminhões em bairros, tem que ser setor industrial fora da cidade, patos virou uma bagunça de oficinas e caminhão de portas, perturba muito as vizinhança, que tem os mesmos direitos de ter tranquilidade. Mais políticos moram em apartamento é condomínio de luxo e chácaras , não cômoda eles, por isso finge não ver o problemas, tem dia aqui em Patos, que você não consegue transitar mais não.

    3 1 Responder

  • Zé boa | 4 meses atrás

    A prefeitura tem que fazer um projeto de proibir caminhões pesados, como carretas ficar estacionadas nas portas das casas, atrapalhando a visibilidade é o trânsito, fora as fumaça que altamente tóxico, porque monóxido de carbono e o cheiro de fibras queimadas, fora a poluição sonora, perturbação da paz , os vereadores tinha que fazer um mapeamento das dos bairros é vê tanto caminhão tem estacionado nas portas das casas, lugar de caminhões em postos e caragem ou galpão, fora o perigo deles ter seu caminhão roubado. Tem que ter fiscalização, porque tem rua que tem 5 caminhões parado, ocupa a via quase inteiramente, tenho que parar o carro para outro passar, vamos fazer alguma coisa vereadores, vamos parar de ficar de braços cruzados, é melhorar o fluxo de trânsito na cidade, começando com os caminhões, tem que ter um trânsito alternativo para eles, a cidade tá crescendo, os políticos dessa cidade, não evoluiu, só pensa arrumar praça, zona azul, arrumar pardalzinho para multar mais, mudar sinalização das ruas, que fica cada fez pior, o vereadores, vamos evoluir.

    2 0 Responder

  • CEBOLINHA | 4 meses atrás

    Os desmanches de lá deveriam ser melhor fiscalizados, tem muitos que podem ser serios, mas tem uns lá que é só investigar que vai dar pano pra manga.

    1 1 Responder

  • Elen | 4 meses atrás

    Em breve estarei abrindo uma oficina com ótimo mecânico super confiança e preço justo.

    2 1 Responder

  • KEKÉ | 4 meses atrás

    Tem umas casa bacana lá também.

    10 0 Responder

  • Zé Bôbo | 4 meses atrás

    Não pode se esquecer de fazer toda recapeaçã asfáltica do bairro,Dr. Lizandro.

    6 0 Responder

  • Vinicius | 4 meses atrás

    200 oficinas? Isto está errado hein...

    5 1 Responder

  • russonow | 4 meses atrás

    TEMOS QUE NOS LEMBRAR TAMBÉM QUE EXISTE NESSE BAIRRO UMAS CASAS DA LUZ VERMELHA

    20 1 Responder

    VAGALUME - 4 meses atrás

    A casa da Luz Vermelha ou casa Amarela ou verde faz parte do desenvolvimento e diversão dos trabalhadores enquanto se faz a manutenção dos veículos da mesma forma os excelentes barzinhos de tira gosto, peixe, churrasquinho.

    5 0

  • olavo | 4 meses atrás

    dessas 200 oficinas, alguem pode me indicar uma de confiança para carros?

    6 13 Responder

    Emerson - 4 meses atrás

    Há várias concessionárias de carros na cidade. Esse setor é voltado para veículos pesados.

    22 1

    Olavo - 4 meses atrás

    emerson, se eu quisesse ser estorquido por css eu n tava aqui perguntando. No mais va lhe oder eado

    1 0

  • jonas | 4 meses atrás

    O setor de desmanche de veículos no bairro paulistano também não pode ser esquecido.

    25 2 Responder

    Décio Pinto - 4 meses atrás

    É só o líder da quadrilha tomar iniciativas.

    3 1

carregar mais comentários